Calazans e o padrão Raí

Cuca durante apresentação no CT da Barra Funda, em São Paulo, SP 18/02/2019 Foto:Sergio Barzaghi/Gazeta Press

Sabe a música do Jota Quest, “É pra lá que eu vou!” Pois bem, vejo a Série B como trajetória obrigatória para um clube desgovernado. A notícia das tratativas do clube com o Fluminense por Calazans dá o tom do que se tornou o São Paulo Futebol Clube. Em outubro de 2018, o atleta formado nas divisões de base do clube carioca disse ao Globoesporte.com, “Hoje eu fui a pessoa mais feliz. Foi a noite da minha vida. Durante esse tempo parado eu pensei em muitas coisas… Pensei em parar muitas vezes” A declaração forte veio depois de ficar 1 ano e 2 meses parados, por conta de lesões e duas cirurgias. O jogador inclusive não atuou nas últimas partidas pelo clube porque está lesionado. Esse é o atleta que Raí quer trazer. Assim como fez com Everton Felipe, Biro Biro, Aderllan e agora Hernanes. Tantos outros que chegam machucados e simplesmente não jogam. O São Paulo não é uma clínica de fisioterapia esportiva. É um clube de futebol que está acostumado a contratar e só ver o atleta jogar meses depois de chegar ao clube. Dinheiro rasgado, como fez na contratação do goleiro Jean, enquanto liberou Lucas Perri sem nunca ter dado chances a um dos nomes mais vencedores da base na última década. Unanimidade entre os torcedores.

O  que Raí tem feito como diretor? Sinceramente, muito pouco! O ex-camisa 10 gagueja diante dos microfones, passando ao público a impressão de que não tem segurança do que está fazendo. E se ele fizer uma análise rasa, verá que tem razão ao fraquejar semioticamente. Uma narrativa intencional de se entregar como fracassado.

Raí mudou para pior as transações de atletas e o planejamento do clube. As contratações equivocadas e superfaturadas de Everton Felipe, Diego Souza, Bruno Peres (apesar do empréstimo o clube gastou milhões com um jogador que não seria titular nem na Portuguesa). Outro equívoco inexplicável é a contratação de Mancine que não tem histórico no clube paulista e não acrescentou em nada ao futebol do clube até agora. O nome certo seria por exemplo o de Juninho. Craque pelas mãos de Telê, foi campeão de tudo no São Paulo, jogou na seleção brasileira, na Europa e é gestor do Ituano há quase 10 anos.        

Além de tudo isso, acredito que o erro mais impactante e que refletiu no futebol – sem cérebro e alma – que o time apresenta foi demitir o único técnico capaz de fazer o clube jogar de igual para igual com Flamengo e Corinthians e substituí-lo por um técnico que estava a pouco tempo como o seu auxiliar no time principal. Independente do que fez Jardine na base.

Não gosto de simular o passado, mas neste caso é preciso: e se o Aguirre tivesse em mãos aquele time campeão do primeiro turno somado a Pablo, Tiago Volpi e Hernanes? Nunca saberemos. Preferiram tirar a autoridade do comandante e repassa-la a jogadores como Nenê, Reinaldo, Bruno Peres e Diego Souza. Não é à toa que o goleiro Jean se sentiu no direito de fazer o mesmo com Wagner Mancine (não é preciso entrar no mérito da discussão entre os dois). E foi gaguejando novamente que Raí disse ontem que o goleiro reserva que custou 8 milhões, pode voltar a treinar com todos, mesmo depois de chamar o técnico de perseguidor e mentiroso. Falou ainda que ele precisa aprender sobre hierarquia. Com quem mesmo?  

Vou dar uma dica ao maior camisa 10 da nossa história mas também ao dirigente perna de pau tosco e sem o menor jeito para a coisa, o SPFC precisa de mais jogadores do nível do Hernanes e não do nível do Everton Felipe, como Calazans. Se continuar a  fazer negócios assim, realmente, não sairemos nunca da espiral citada por Lugano. Um eterno retorno do mesmo.

Salve o tricolor paulista!

Rodrigo C. Vargas (Insta @rodrigovargasss) é jornalista e são paulino assim como todos na família, desde o avô. 

Anúncios

40 comentários

  1. Vamos vamos vamos São Paulo e vamos ser campeão nesse ano de 2019 e chega de ver Palmeiras, Corinthians e Santos sendo campeões paulistas eu quero o São Paulo de volta a ser campeão Paulista nesse ano de 2019.

    • Meia atacante, lesões graves e nunca marcou um gol. Pode dar certo. Mas porque tirar o espaço de Helinho, Igor, Toró, etc? Temos Everton e Rojas. Para piorar, Calazans pode assinar pré contrato no meio do ano e vir de graça. Essa negociação não tem sentido. Parece mais a história do Maicossuel.

    • Um cara que fala que o Hernanes foi contratação errada, que o Juninho (!) Devia ser o treinador, não merece nem que o texto acabe de ser lido

      • Aonde está falando que o “Juninho deveria ser o treinador”?
        Tá falando bobagem amigo. Ele quis dizer que o Juninho deveria ser o perfil do contratado na função de Mancini como coordenador.

        • De qualquer modo criticou a vinda do Hernanes. É fácil falar depois que deu errado. Aposto que na 1ª volta do Hernanes ele também estava com o pé atrás porque ele era um reserva que mal jogava lá na China. Chegou aqui e carregou o time nas costas nos livrando do rebaixamento.
          Outra coisa, Aderllan acho que nem é da época do Raí… o zagueiro foi contratado em Julho de 2017 e Raí só chegou no final daquele ano, quase em Janeiro de 2018.

    • Eu também não conheço e concordo com o texto apenas se for uma decisão da diretoria em ganhar algo com a dispensa do Nenê. Porém o texto se esquece de uma coisa: pode ser pedido do Cuca.

      Apostamos nossas fichas em Cuca e não daria pra trazer Keno, Roger Guedes e Tchê Tchê. Logo o clube tem a obrigação de ir atrás de jogadores mais baratos pedidos pelo técnico.

  2. A respeito do Bruno Peres, obviamente que esse aí não serve para o SPFC.
    Mas quando foi anunciada sua chegada a maioria aqui aprovou.
    Às vezes é fácil xingar depois que a m* é constatada,
    Essa contratação não dá pra descer a lenha agora.
    Mas a do DS, Trellez, Everton Felipe, Biro Biro foram contestadas tão logo a torcida soube.
    Nessas, a diretoria poderia pensar um pouco mais a respeito. Mas…

      • Eu nem me lembrava dele, mas a imprensa inteira estava elogiando a contratação para repor o Militão. É fácil criticar depois que deu errado, mas ele era um dos melhores nomes ventilados para a LD.

    • Desculpe mas se o cara ganha 150.000,00 pra exercer essa função presume-se que ele saiba um pouquinho mais do assunto doque todos nós. Apesar de que todo mundo tem uma opinião sobre tudo hoje em dia isso não deve ser de maneira alguma utilizado pra justificar um trabalho mal feito, no máximo serviria pra comprovar que ele realmente entender tanto quanto nós e não deveria estar recebendo o salário bem ocupando o cargo de diretor de futebol.

      • O Barcelona contratou Douglas… depois contratou Malcom!!! E quanto Marcelo Mattos não torrou no Palmeiras em negociações caras sem resultado esportivo… ou o Flamengo gastando fortunas com Vitinho e Diego Alves? Errar nas contratações faz parte e não faz dessa diretoria um lixo. O pecado grave para mim foi a efetivação do Jardine e o empréstimo ridículo do DS.

    • Pois é!! Não só ele, mas Diego Souza, Nenê, Jucilei…hj todos pedem Pato e se o Pato não render…R$1 milhão de salario + Luvas. Sou mais errar numa contratação que não envolva alto custo como Biro biro, Calazans, Arboleda, Bruno Alves, Igor Vinicius, do que investir toda essa grana sendo que já tem o Pablo. Agora Everton Felipe foi demais…

  3. Esqueceu de mencionar que boa parte da torcida e certos conselheiros pediram a efetivação do Jardine e a demissão do Aguirre.

    O presidente é um banana e foi lá cumprir esses desejos. Deu no que deu.

    O que está feito, está feito. Agora, precisa resolver. O Cuca é parte da solução. Vão deixá-lo trabalhar e escolher o que precisa para fazer esse elenco mal montado funcionar pelo menos razoavelmente?

    Por exemplo, ficar choramingando pelo Pato não ajuda. O Pato só deveria vir se o Cuca achar alguma utilidade.

    Ainda teremos a parada da Copa América caso tudo dê errado.Portanto, alguns deveriam sossegar as tendências suicidas. Não seremos rebaixados.

  4. Quer dizer então que no ato da contratação, repito, no ato da contratação e não depois: jucilei tbm era esse padrão horrível do Raí de contratar. Pablo a mesma coisa. Bruno Peres tbm era odiado e ngm queria que viesse. Hernanes tbm é padrão Raí.
    Alguém com uma análise realista sobre o jogador Calazans? Pois não dá mais essa má vontade com o Raí.

    • Justamente, análise rasa e totalmente tendenciosa em relação ao Raí ,como se ele fosse a causa de todos os problemas do clube. E sem levar em conta um detalhe importantíssimo, desde que se começou a falar em Calazans por aqui foi falado que seria uma indicação do Cuca , e independente do histórico dele o Fluminense tinha a intenção de renovar seu contrato , e inicialmente nem queria envolver o jogador na negociação só admitindo a inclusão dele no negócio a partir do momento em que o jogador declarou que não renovoria com o Fluminense.

  5. Bla bla bla… mais respeito com o nosso camisa 10. Com esse discurso você atende justamente aquele cujo nome não deveríamos mais falar! Não queimem o Raí! Não queimem o Lugano. Não queimem o Ceni! Respeito por favor!

  6. Saudações tricolores a todos !!!!

    Sabemos de todos os problemas do clube , corrupção , comissão , tudo é errado , mas vamos pensar assim , Jean goleiro destaque , um futuro enorme , o clube foi lá e trouxe , Bruno Pérez , jogando na Europa , ótimo lateral , o clube foi e buscou , aborleta zagueiraco , jogador de seleção , o clube foi e buscou , Reinaldo jogou muito na chapecoense, tem q voltar , o clube trouxe de volta , Hudson o Cruzeiro queria , ahh não pode liberar , foi campeão lá , o clube não liberou e trouxe de volta , o São Paulo foi e trouxe nosso profeta de volta , Diego Souza Falso camisa 9 , vai pra copa , o clube foi e buscou , neném saiu do Vasco , todo mundo falou q deveria ir para o São Paulo , o clube foi e buscou , o grande destaque e motorzinho do Flamengo , o clube foi e buscou , Pablo todo mundo queria o São Paulo fechou a contratação mais badalada do país , precisamos de outro goleiro , ahhh o Volpi e o destaca no México , o clube foi e buscou , e varios exemplos .’será q o Raí e o culpado mesmo ??? E só pensar um pouquinho

  7. O grande erro do Raí nem foi ter demitido o Aguirre, foi efetivar um técnico sem nenhuma experiência no profissional esperando que um milagre acontecesse.
    Errou também fechando as contratações do Diego Souza e do Jean por valores irreais mas as outras foram apostas que poderiam ou não vingar.
    Esse Calazans, eu não conheço mas se foi indicação do Cuca, tem de trazer. Tem de tentar trazer todos os que o Cuca indicar e parar de “jogar prá torcida”. Pato se vier, deveria ser o último a vir porque o time hoje precisa de bons operários e não de celebridades.

  8. Pra mim o Rai erra ao tentar contratar jogadores, infelizmente não é do ramo, não tem experiência, e estava afastado do futebol, desde a aposentadoria ria. Vi vários programas nesse tempo, onde ele apresentava sua fundação social e seu alto conhecimento em gastronomia e chapagnes. Estudou, fez cursos da UEFA, mas chegar e ser gestor em negociações, aí acho que é muito, por todos esses motivos, pilotar um Boeing, com pouco tempo de vôo é insano. Gastou muito e errou muito. Vários jogadores comprados com salários longos e altos salários: Jucilei 750, Edimar 350, Trellez 400, 6 milhões + 2 milhões em 4 anos, espero que seja só despreparo.

  9. Outra boa colocação, só não me lembro quem foi: a má fase do SPFC não é um ciclo. Atribuir a má fase o que acontece com o SPFC é aceitar que esta situação será superada naturalmente, com uma ajuda divina.

    • Pode até voltar a ser util, mas numa austeridade, o qual o clube também precisa, um contrato de 4 anos, ganhando R$ 750 mil por mês, com 30 anos, jogador que não decide jogo, é um exagero de péssimo negócio. Em 2017, já não era unanimidade, chegando a ser reserva. Só o SPFC, estranhamente não faz análise do próprio elenco, com relação a contratos.

  10. o Raí cometeu erros isso é inegável, mas esse problema do SPFC ficar contratando jogadores com histórico de viver no DM, já é muito antigo no clube, desconfio que esse tipo de ordens vem de cima, são favores a empresários que o alto escalão do SPFC vem fazendo, não que o Raí não possa tbm estar metido nisso já que teve o caso do Fabio mello, não vou afirmar, mas a desconfiança não pode só cair em cima dele, há muita gente lá dentro que pode estar envolvida.

  11. Nossa esse texto parece de um torcedor, com seria tendência de perseguição ao Raí. Ė verdade que Raí errou em várias coisas, mas a maioria dos jogadores que ele trouxe a torcida achava boa contratação casos de Everton, Hernanes, Pablo, Bruno Peres, e outros que ninguém conhecia mas fizeram um bom papelaria até então como João Rojas e Bruno Alves, claro que Everton Felipe foi uma bola fora, mas era uma aposta que poderia ter dado certo.

  12. Exagero! Até o Adherlan está entrando na conta do Raí. O Hernanes quando contratado, não estava machucado e sim, na reserva e sem jogar. Continua sem jogar até agora. Todos nós queríamos o Hernanes, sem exceção. O Jean, assim como o Diego Souza, o Raí apenas concluiu os negócios que já estavam feitos e dependendo apenas de detalhes. Todos pediam o empréstimo do Lucas Perri, para dar “rodagem” ao 3o. reserva de goleiro do time. Quanto ao Bruno Peres, quando contratado, ninguém questionou, inclusive eu, pois tratava-se de jogador com passagens boas pelo Santos e Roma, como titular. O Everton Felipe precisa de mais tempo para ser melhor avaliado. No último jogo, já foi melhor. O próprio Raí quando foi contratado, demorou mais de 01 ano para se tornar o grande jogador que foi e um dos melhores de todos os tempos. Lembro-me que o Telê teve paciência com ele, quando muitos pediam a sua saída. Concordo entretanto, a respeito do Mancine, sem histórico no clube e reconhecida competência para o cargo. O Juninho seria uma bela contratação, mas será que toparia deixar o clube dele para cuidar do São Paulo? Com relação à demissão do Aguirre, concordo que foi precipitada, deveria ocorrer ao final do campeonato. Porém, tentou-se na época, mexer com a equipe que não vinha jogando nada já há algum tempo e ninguém mais aguentava lateral jogando nas pontas, essa é que é a verdade. Todos nós também queríamos o Jardine, que foi uma decepção. Analisar os fatos, fica muito mais fácil. Não tenho procuração para defender o Raí, acho apenas que estamos sendo muito injustos ao criticá-lo da forma que estamos fazendo, sem conhecer as entranhas do clube e as dificuldades que deve estar passando. Muitas vezes deve ser voto vencido nas decisões. Quero acreditar que ele, sendo uma pessoa honesta, difícil de se encontrar nesse meio, como bom são-paulino, dará a volta por cima. O Cuca vem aí e voltando as vitórias, tudo irá melhorar. Saudações tricolores!

  13. O Rai continua com muito crédito;em todas participações,como jogador,como dirigente e como administrador sempre se comportou com uma correção e um caráter inabalável;desde que assumiu o dpto.profissional o time melhorou consideravelmente,basta ver que em 2017 estivemos ameaçado pelo rebaixamento ate as ultimas rodadas,já em 2018 mesmo com elenco médio chegamos a liderar o campeonato no primeiro turno;este ano ,o Rai teve a grande infelicidade do hernanes,nossa principal contratação e que ainda nos dará muitas alegrias ter chegado muito fora de forma física e o nosso depto.médico o Juvenal Juvêncio sucateou completamente;quanto à fluência na oratória,apesar da ótima cultura nunca foi seu forte,e é bom lembrar que ele não foi convidado para ser palestrante.Deixem ele trabalhar sossegado chega o LECO para lhe atrapalhar!!!

  14. Jogador bem fraco, e não acredito que realmente seja um pedido de Cuca, esse cara vem sendo ventilado desde janeiro, o nome dele deve ser o melhor entre todos que tem lá no Fluminense, se for pra trazer ele, melhor dar espaço para nossos jogadores da base, tragam jogadores que já chegam e possam resolver, eu confio no Cuca, mas duvido que esse Calazans seja um pedido real dele, no máximo ele concordou em trazer.

Deixe uma resposta para Vermelho e Preto no Branco Cancelar resposta