Perdido, Raí dá entrevista deprimente, fala gaguejando sobre momento do clube, possível volta de Jean, hierarquia e evita falar de Pato

Em entrevista após a partida contra o São Caetano, Raí comentou principalmente sobre Jean e seu afastamento:

“Foi uma punição. Tivemos uma conversa com ele. Ele já tinha um ato de indisciplina. Foi um momento tenso do grupo. A gente sabe que acontece. Ele acabou ainda não reconhecendo. Cabe a ele recuperar o seu espaço”

Perdido, olhar fundo e gaguejando, Raí evitou responder de Pato e divagou sobre o momento do time, novamente prometendo o futuro.

Deixou claro que Jean pode retornar se respeitar hierarquia e treinar duro, que reconhece mau momento e primeira fase negativa, que espera ver o time crescer e preparar para uma transição que já está em andamento.

Deu apoio a Mancini e seguiu evitando falar de Pato e pedindo para falar de quem está no grupo.

Blog do São Paulo

43 comentários

  1. Dói dizer, mas o maior ídolo de minha infância está arranhando sua imagem a cada nova atitude à frente do futebol (?) Tricolor.
    A cena é triste.
    Espero estar errado, mas desse mato não sai cachorro.
    Só mesmo o apego ao cargo para justificar a permanência de Raí…

    • Raí está perdido. Não pode um dirigente em uma situacas dessas demonstrar tão abatimento. Isso e sintoma de pessoas com a mente fraca. Não aguenta pressão. Infelizmente, a tendência é piorar.

      • O problema é que ele sabe com quem o SP está negociando e quem pode contratar. Risco de cometer os mesmos erros e não resolver o problema do meio e das laterais, que marcam mal e são inofensivos no ataque.

        Esquecem dos meninos que pedem passagem na base e falam em contratar um meia atacante reserva do Fluminense, que sofreu 2 cirurgias no joelho e nunca marcou um gol. As notícias são de que vão dar o Nenê de graça com boa parte dos salários pagos pelo SP e ainda pagar milhões por parte dos direitos de um atleta que pode assinar pré-contrato daqui a 4 meses e sair de graça. Se rolar o negócio, para qual intermediário o Fluminense pagará comissão?

    • Leco demolindo mais um ídolo, primeiro foi Ceni agora Rai, te cuida Lugano.
      Triste ver Rai nesta situação, errou no planejamento e nas contratações, acerto mesmo só no Hernanes, Pablo e Volpi de resto do equívocos. Ainda sim prefiro Rai do que Vinicius Pinotti, Ataíde Gil Guerreiro e Adalberto Batista.
      Uma pena Rai ter sua imagem arranhada e associada a Leco e Passaro

  2. Vagner Mancini falou q foi uma decisão do Jean ser afastado do grupo… foi uma decisão do JEAN ser afastado do grupo! Rai disse q foi uma punição…

    Ta tudo errado, todos perdidos… ainda bem q é começo de ano

          • Amigos, concordo que há infantilidade da parte dele, tanto no lance da expulsão ao final do jogo quanto ao usar redes sociais pra falar groselha (inclusive eu disse isso na postagem específica sobre). Mas, mesmo essa atitude ainda é alguma coisa. Melhor que se esconder em porta malas e fugir de entrevistas.
            De verdade, o Raí nessa deu muita mancada. Não tem moral pra cobrar ou punir ninguém.
            Justifica o rompante juvenil do Jean? Não.
            Mas continua (como diretor de futebol) sem moral pra nada.

  3. O Raí sempre fala gaguejando, até quando estava na boa ele falava assim. O momento é muito chato, que a pressão dos conselheiros aumente para frear as cagadas diretoria.

  4. Visivelmente com medo e perdido. A voz trêmula dele me deixou convicto que esse ano o rebaixamento é uma realidade. É hora de alguma ação firme da torcida. Pq se quem comanda está absolutamente perdido, todas as decisões futuras serão trágicas.

  5. Que o Jean não é flor que se cheire todos sabemos já, mas o SP adora fritar gente que nem jogando está. No passado foi assim, jogadores que sequer jogavam sendo afastado enquanto quem se arrastava em campo era prestigiado. Sem contar que acusar o Jean de voltar gordo das férias e manter intocável o Diego Souza é uma hipocrisia sem tamanho. E sobre o Rai, mantenho a torcida mas nem sei porque…motivos não existem…que fase….

  6. Enquete no Blog do Zanca.
    Quem é o pior jogador que tem jogado no time do São Paulo?
    A. Everton Felipe
    B. Anderson Martins
    C. Hudson
    D. Carneiro
    E. Bruno Perez
    F. Outro

  7. Gaguejando? O Raí me pareceu meio aflito na entrevista, mas a “gagueira” dele é natural. Não vi nada de mais. Acho que foi um extra dar ênfase para esse ponto. Já já vão colocar “Despenteado, Raí chora sobre situação do clube”.

  8. Rai foi um lider como jogador. Mas na administração de um time como o SPFC tem fracassado. Ele tem que admitir isso. Admitir passando essa liderança para outra pessoa com mais competencia. Time precisa de uma reformulação completa, a começas pela fislosofia de jogo. Precisa de alguem que injete fibra, vontade de vencer….coisa que nao vemos com o time atual. Mudança ja….antes que seja tarde !

  9. Muito triste ver o SP e Raí nessa situação. Tem muito, mas muito mesmo, são Paulino que não viu o Rai jogar e não tem a dimensao do monstro que esse cara foi dentro de campo. Triste em pensar na imagem que o Raí está deixando pra muito tricolocor.

    10graça de Leco

  10. Como diretor o Raí já era. A partir do momento que você cria essa imagem de covardia não dá pra recuperar no mesmo ambiente que voce atua. Já perdeu totalmente o respeito dos jogadores.

  11. Alias, é o Mancini que precisa vir ao publico pedir respeito dos jogadores e mostrar nossa grandeza como Instituição já que o Raí, idolo, e Leco, presidente, são incapazes de dar a cara pra falar algo.

  12. Meu Deus. Por favor, alguém precisa tirar o Rai, o maior idolo do clube está sendo destruído. Olha a cara dele, parece um zumbi que esqueceram de enterrar. O cara está mega estressado, apavorado e acuado. É muita carga para ele, ele só não saiu ainda porque acha que tem que contribuir com o clube nesse momento terrível. Será que não tem alguém que veja que o Rai não tem o perfil que o cargo exige? Na verdade seria mais adequado o Lugano estar como diretor de futebol e o Rai no cargo atual do uruguaio.

  13. Raí falou como sempre, não discutiu sobre jogadores “não contratados” e evitou desvalorizar quem e do elenco (Jean), indicando que ele pode voltar se treinar bem e se desculpar pelo que fez.

    Particularmente, gostaria de um diretor mais seguro nas entrevistas e mais eficiente na montagem do elenco, mas entendo que essa entrevista não teve nada demais, mas a fase é de olhar qualquer coisa pelo viés negativo e potencializar. Então….

  14. Raí não vai deixar de ser meu ídolo. O que ele fez em campo não pode ser destruído pelo Leco.
    Leco, para criar escudos, usa nossos ídolos. E assim vai tocando seu projeto de não só destruir no presente e nosso futuro, mas também nosso passado.

  15. Vi parte da entrevista e não vi essa gagueira Raí sempre falou assim desde quando era jogador. Fala mansa, pausada sem arroubos efusivos.
    Quem falava grosso e alto era o Ceni.

    Me pareceu com semblante sério e sóbrio.

    Com esse viés político há uma perda de lucidez nos comentários. Alguém fica repetindo o tempo todo, como que fazendo campanha publicitária e acaba pegando.

    Fake.

    Ano passado encheram de mensagens políticas repetitivas que pegaram. Fakes.

    • Massa, confesso que vou te bloquear se insistir em acusar que as críticas à gestão tem viés político. Qual é meu intuito político para você alegar uma asneira dessas?

      O clube está maravilhoso e há tendência política, não há fundamento nas críticas, certo?

  16. O SP demorou para reconhecer o erro nas contratacoes de Nene e Diego Souza, mas nao aprendeu e agora fala em Pato.
    Qualquer um percebe que o problema do SP e administrativo.
    Nao ha planejamento, nos parece que a vaidade dos dirigentes esta acima do grande clube que o SP sempre foi.

  17. Com todo respeito ao ser humano e ao ex-jogador e ídolo já passou da hora do Raí pedir demissão e ir embora, pois é notória sua incapacidade de conviver com crises (vide o episódio lamentável do último sábado que ele saiu escondido pelo vestiário adversário).
    Ao longo de sua gestão cometeu mais erros do que acertos agravado pelo fato de associarem seu nome ao de um empresário e ex-jogador do próprio clube numa “suposta” sociedade.
    Trouxe o Ricardo Rocha que serviu mais como bobo da corte e geriu pessimamente conflitos no grupo e agora aposta no Mancini que nunca teve experiência nessa função e também não possui nenhum vinculo com o clube.
    A propósito há mesmo necessidade desse cargo de coordenação no clube?

O São Paulo precisa de nós! Vamos apoiar!