São Paulo não faz um gol no Palmeiras pelo Paulistão há 7 anos

A última partida em que o São Paulo marcou contra o Palmeiras no Paulistão foi em 26 de fevereiro de 2012. Um 3 x 3 pela 10ª rodada, em Presidente Prudente. Os gols do Tricolor foram marcados por Cícero, Willian José e Fernandinho. Daniel Carvalho e Barcos (2) anotaram para o Verdão.

Desde então, foram seis partidas pelo Paulistão entre as duas equipes. Cinco vitórias do Palmeiras e um empate por 0 x 0. O Alviverde marcou 12 gols.

2018 – Palmeiras 2 x 0 São Paulo (Allianz Parque)

2017 – Palmeiras 3 x 0 São Paulo (Allianz Parque)

2016 – São Paulo 0 x 2 Palmeiras (Pacaembu)

2015 – Palmeiras 3 x 0 São Paulo (Allianz Parque)

2014 – Palmeiras 2 x 0 São Paulo (Pacaembu)

2013 – São Paulo 0 x 0 Palmeiras (Morumbi)

Relembre

Escalação do São Paulo: Denis; Iván Piris, Paulo Miranda, Rhodolfo e Bruno Cortez; Denilson, Casemiro, Cícero e Jadson; Lucas e Willian José.

Técnico: Emerson Leão

Escalação do Palmeiras: Deola; Cicinho, Leandro Amaral, Henrique e Juninho; Márcio Araújo, Marcos Assunção, João Vitor e Daniel Carvalho; Maikon Leite e Barcos

Técnico: Luiz Felipe Scolari

Anúncios

36 comentários

  1. Willian Jose, quem diria que esse moleque iria destruir na Europa.

    Fico feliz por ele, todos sabiam que sua timidez o prejudicava.

  2. Nada motiva nossos jogadores. São todos descompromissados com a instituição. Vamos ver se vão suar sangue hoje ou vai ter a costumeira tremedeira.

  3. Vencer ou fazer contas.

    Classificar na fase de grupos do paulistão é obrigação.

    Caso contrário, o céu cairá sobre nosso SPFC.

    #Renúncia OutLeco

  4. Contratações sem planejamento, é apenas um amontoado! Queria que deixassem o Cuca montar o estilo de jogo e as peças necessárias. Tem experiência e capacidade pra isso, posições essenciais pra ontem: Meia atacante e lateral direito.

  5. Importante observar que dos 6 confrontos listados somente 2 foram com mando do SPFC.
    Olha que interessante? Mais um fato que demonstra como diretoria medíocre age além de tudo o que já sabemos e vemos.
    #RENASCESPFC

        • Márcio.
          Com o time em campo, jamais torci contra.
          Assim tem sido pelos últimos 46 anos!!
          Como eu disse, na hora do jogo, o papel da torcida é torcer.
          O que mata é esse extra-campo… Alguma coisa tem que acontecer…

  6. Acho nosso time atual, melhor que o do último gol marcado.
    A questão, e que o “Parmera”, graças a Crefisa, hoje tem um Time fora da curva.

  7. Cara… Que estatistica vergonhosa para um time do tamanho do SPFC… NEm um mísero gol???
    Que esses jogadores tenham o mínimo de dignidade e respeito com a camisa desse clube que os paga tão bem, e quebrem esse tabu…

  8. Já estão fazendo com o Pato o mesmo com o Ganso… Ai ele vai pra outro time e arrebenta, depois criticam a diretoria. Ele é diferwnciado e jogou muito aqui.

    Volta, Pato!

    Hoje vou rezar mais do que torcer. Estou a espera de um milagre!

    Vamos, São Paulo! 1 x 0, gol contra no último minuto!

  9. To achando que o Pato vai é pras Peppas mesmo. Se nao torrassem dinheiro em jogador mediano/fraco era pra vir tranquilamente. Mas como ? Que jeito vai pagar os 700 mil do Jucilei, pagar o salário do Maicossuel , do Sidao, do Edmar ,etc etc etc.

  10. 7 anos sem marcar um mísero golzinho em um dos nossos maiores fregueses em Paulistas?
    Aquele que cansou de apanhar da gente em mata-mata?

    Vergonhoso!!!

    #GanhaHojeSaoPaulo

  11. O dia é hoje de quebrar esse tabu. Acordei confiante na Vitória do tricolor hoje, 2×1!!! Dois gols do Pablo… Vamos tricolor ganhar nosso primeiro clássico do ano!!!!!

  12. Caro Márcio
    Tem um ditado que diz “Água mole em pedra dura tanto bate até que fura”. Por isso fui repetitivo nos meus comentários. Tenho 75 anos e amo o São Paulo desde quando me conheci por gente, isso por volta dos 3 anos de idade. Já sofri muito com o clube, já perdi alguns amigos mas, em contra partida tive muitas alegrias.
    Você não sabe, mas ajudei construir o Morumbi comprando o carnê Paulistão aos montes. Sou sócio torcedor desde 1999 e quando morava em São Paulo não perdia um jogo do clube. Minha crítica tem um único objetivo. Salvar o nosso querido clube que está definhando paulatinamente. Não vejo outra alternativa sem sua libertação. Juvenal, Aidar, Leco e outros que virão são o efeito. A causa é a forma de escolher o presidente. Hoje, somos uma Venezuela piorada. Lá tem aproximadamente 10 anos de chavismo. Nós estamos com 15 anos com 160 vitalícios escolhendo o presidente. Não sou contra os vitalícios, mas é uma classe que deve ser composta por pessoas muito especiais. Laudo Natel, Júlio César Casales, Marco Aurélio Cunha e alguns outros não ultrapassando 30. Lá os 160, são somente para manter o “status quo” que está levando o clube a extinção.
    Talvez você não saiba, mas um dos maiores presidentes de nossa história, Dr. Marcelo Portugal de Figueiredo Gouveia era da oposição. Ali no bairro do Brooklin em São Paulo, tinha uma pequena casa que ele se reunia com um grupo de sócios do clube nos idos anos 70 chamada Legião Tricolor. Lá conheci dois jornalistas são paulinos ilustres. Eli Coimbra e Roberto Petri. No clube, era proibida a oposição se reunir. Anos depois, para ser eleito foi obrigado a engolir sapo colocando Juvenal Juvêncio como vice na sua chapa.
    Quanto a diversos Nick name que você abordou tirando o Tigelinu que foi capanga do Nero na antiga Roma todos os demais são meus antepassados que já foram para o mundo espiritual. Avós paternos e maternos, meus pais e irmãos. Tive que apelar para o mundo espiritual, pois meus mais de 30 dias batendo na mesma tecla não foi suficiente para ao menos sonhar com alguma mudança. Aqui em casa todo mundo é palmeirense. Estou ilhado, passando vergonha desde quando essa quadrilha assumiu o poder no clube. Seu blog é muito importante para o nosso querido clube. Considero todos os são paulinos do mundo, meus irmãos. Contudo, posso lhe garantir que não vou mais participar do mesmo com meus comentários. Quero queimar minha língua, mas com essa gente que lá está dentro de mais 17 anos em 2036 não teremos clube para torcer.

  13. Caro Márcio
    Tem um ditado que diz “Água mole em pedra dura tanto bate até que fura”. Por isso fui repetitivo nos meus comentários. Tenho 75 anos e amo o São Paulo desde quando me conheci por gente, isso por volta dos 3 anos de idade. Já sofri muito com o clube, já perdi alguns amigos mas, em contra partida tive muitas alegrias.
    Você não sabe, mas ajudei construir o Morumbi comprando o carnê Paulistão aos montes. Sou sócio torcedor desde 1999 e quando morava em São Paulo não perdia um jogo do clube. Minha crítica tem um único objetivo. Salvar o nosso querido clube que está definhando paulatinamente. Não vejo outra alternativa sem sua libertação. Juvenal, Aidar, Leco e outros que virão são o efeito. A causa é a forma de escolher o presidente. Hoje, somos uma Venezuela piorada. Lá tem aproximadamente 10 anos de chavismo. Nós estamos com 15 anos com 160 vitalícios escolhendo o presidente. Não sou contra os vitalícios, mas é uma classe que deve ser composta por pessoas muito especiais. Laudo Natel, Júlio César Casales, Marco Aurélio Cunha e alguns outros não ultrapassando 30. Lá os 160, são somente para manter o “status quo” que está levando o clube a extinção.
    Talvez você não saiba, mas um dos maiores presidentes de nossa história, Dr. Marcelo Portugal de Figueiredo Gouveia era da oposição. Ali no bairro do Brooklin em São Paulo, tinha uma pequena casa que ele se reunia com um grupo de sócios do clube nos idos anos 70 chamada Legião Tricolor. Lá conheci dois jornalistas são paulinos ilustres. Eli Coimbra e Roberto Petri. No clube, era proibida a oposição se reunir. Anos depois, para ser eleito foi obrigado a engolir sapo colocando Juvenal Juvêncio como vice na sua chapa.
    Quanto a diversos Nick name que você abordou tirando o Tigelinu que foi capanga do Nero na antiga Roma todos os demais são meus antepassados que já foram para o mundo espiritual. Avós paternos e maternos, meus pais e irmãos. Tive que apelar para o mundo espiritual, pois meus mais de 30 dias batendo na mesma tecla não foi suficiente para ao menos sonhar com alguma mudança. Aqui em casa todo mundo é palmeirense. Estou ilhado, passando vergonha desde quando essa quadrilha assumiu o poder no clube. Seu blog é muito importante para o nosso querido clube. Considero todos os são paulinos do mundo, meus irmãos. Contudo, posso lhe garantir que não vou mais participar do mesmo com meus comentários. Quero queimar minha língua, mas com essa gente que lá está dentro de mais 17 anos em 2036 não teremos clube para torcer.

  14. Caro Márcio
    Tem um ditado que diz “Água mole em pedra dura tanto bate até que fura”. Por isso fui repetitivo nos meus comentários. Tenho 75 anos e amo o São Paulo desde quando me conheci por gente, isso por volta dos 3 anos de idade. Já sofri muito com o clube, já perdi alguns amigos mas, em contra partida tive muitas alegrias.
    Você não sabe, mas ajudei construir o Morumbi comprando o carnê Paulistão aos montes. Sou sócio torcedor desde 1999 e quando morava em São Paulo não perdia um jogo do clube. Minha crítica tem um único objetivo. Salvar o nosso querido clube que está definhando paulatinamente. Não vejo outra alternativa sem sua libertação. Juvenal, Aidar, Leco e outros que virão são o efeito. A causa é a forma de escolher o presidente. Hoje, somos uma Venezuela piorada. Lá tem aproximadamente 10 anos de chavismo. Nós estamos com 15 anos com 160 vitalícios escolhendo o presidente. Não sou contra os vitalícios, mas é uma classe que deve ser composta por pessoas muito especiais. Laudo Natel, Júlio César Casales, Marco Aurélio Cunha e alguns outros não ultrapassando 30. Lá os 160, são somente para manter o “status quo” que está levando o clube a extinção.
    Talvez você não saiba, mas um dos maiores presidentes de nossa história, Dr. Marcelo Portugal de Figueiredo Gouveia era da oposição. Ali no bairro do Brooklin em São Paulo, tinha uma pequena casa que ele se reunia com um grupo de sócios do clube nos idos anos 70 chamada Legião Tricolor. Lá conheci dois jornalistas são paulinos ilustres. Eli Coimbra e Roberto Petri. No clube, era proibida a oposição se reunir. Anos depois, para ser eleito foi obrigado a engolir sapo colocando Juvenal Juvêncio como vice na sua chapa.
    Quanto a diversos Nick name que você abordou tirando o Tigelinu que foi capanga do Nero na antiga Roma todos os demais são meus antepassados que já foram para o mundo espiritual. Avós paternos e maternos, meus pais e irmãos. Tive que apelar para o mundo espiritual, pois meus mais de 30 dias batendo na mesma tecla não foi suficiente para ao menos sonhar com alguma mudança. Aqui em casa todo mundo é palmeirense. Estou ilhado, passando vergonha desde quando essa quadrilha assumiu o poder no clube. Seu blog é muito importante para o nosso querido clube. Considero todos os são paulinos do mundo, meus irmãos. Contudo, posso lhe garantir que não vou mais participar do mesmo com meus comentários. Quero queimar minha língua, mas com essa gente que lá está dentro de mais 17 anos em 2036 não teremos clube para torcer.

O São Paulo precisa de nós! Vamos apoiar!