São Paulo perderá dinheiro e até vaga na Sul Americana se for eliminado contra o Talleres

Além da sobrevivência na principal competição do continente, uma eventual vaga na Copa Sul-Americana de 2019 estará em jogo a partir das 21h30 (de Brasília) desta quarta-feira, quando o São Paulo recebe o Talleres-ARG no Morumbi, pela partida de volta da segunda fase da Pré-Libertadores.

Explica-se: as duas equipes de melhor campanha entre as derrotadas na terceira fase preliminar da Libertadores serão transferidas à segunda fase da Sul-Americana. Ou seja, se for eliminado pelo Talleres, o Tricolor estará fora das disputas internacionais na temporada.

Além dos dois melhores times eliminados na terceira fase da Pré-Libertadores, todos os oito terceiros colocados da fase de grupos serão removidos para a segunda etapa da Sul-Americana.

Embora não seja o principal objetivo no ano, a Sul-Americana serviria ao menos como um consolo ao clube do Morumbi. Aliás, Flamengo e Junior Barranquilla-COL, vice-campeões do torneio em 2017 e 2018, foram eliminados na fase de grupos da Libertadores daquelas temporadas.

Derrotado por 2 a 0 em Córdoba, na semana passada, o São Paulo precisa vencer o Talleres no duelo de volta por três gols de diferença para avançar na Pré-Libertadores. Caso o time dirigido pelo pressionado André Jardine devolva o 2 a 0, a vaga será definida nos pênaltis.

Passando por Palestino-CHI ou Independiente Medellín-COL na terceira fase, o Tricolor integrará o Grupo A da Copa Libertadores, ao lado do atual campeão River Plate, do Internacional e do Alianza Lima-PER.

Gazeta Esportiva

Anúncios

61 comentários

  1. O São Paulo está virtualmente eliminado. Jardine não é técnico, Nenê não é jogador, Jucilei não é atleta e aposto que devido a primeira afirmação dessa sentença, os jogadores citados nas duas próximas entrarão como titulares. O foco é Cuca ou Ósorio e o Paulista.

  2. Orçamento prevendo até as 4as de final da Libertadores, previsão do absurdo valor de 120m de vendas (tem que rezar pro Militão e o Neres serem bem vendidos e ainda vender mais por aqui). Além de toda a humilhação ainda é capaz de nossa dívida voltar a explodir por causa do planejumento desse ano.

  3. De que mal de fato nos padecemos?

    Não resta dúvida alguma que somente modelos muito bem estruturados e organizados se sustentam e propiciam resultados igualmente duradouros.

    Modelos criados e implementados por meio de projetos com visão de futuro e ações de médio e longo, prazos, exatamente como ocorrido com a gente até os idos de 2005.

    Praticamente somente o SP tinha e desfrutava do diferencial e da superioridade competitiva que a diretoria e o departamento de futebol muito bem montado e gerido nos propiciava, sempre com ações estrategicamente planejadas e programadas.

    O SP criou o CT da BF, algo revolucionário para época.

    Desenvolveu o Reffis, um saldo gigantesco de estrutura de desenvolvimento e aprimoramento das condições físicas de seu plantel e da recuperação mais rápida e mais qualificada, de seus jogadores.

    Por muito tempo atraiu jogadores do país e também os que sofriam lesões atuando no exterior e escolhiam o SP pra se tratar e se recuperar.

    Criou o CFA de Cotia, estrutura impensável no país, na própria América do Sul e um dos mais expressivos, no mundo todo.

    O SP ganhou praticamente tudo o que disputou dos anos 1990 e até 2005 mais marcantemente, embora tenha conquistado também o tricampeonato brasileiro logo nos anos seguintes com o Murici, mas no meu entendimento já em processo de degradação, claramente provocada pelo completo desmantelamento protagonizado pela Trupe do JJ e grande elenco, tenho sido muito repetitivo, nisso, quando o egocentrismo e o autoritarismo marcantes do regime feudal que mantinha de cócoras praticamente toda essa casta composta por esses mesmos dirigentes atuais que lotaram o AeroLeco na semana passada, e que de forma omissa e irresponsável permitiram que a centralização do poder nas mãos do JJ devastasse tudo de inovador e funcional que existia.

    O SP atuava dentro de um modelo com projetos sólidos, com planejamento e ações de longo prazo, com visão de futuro, com estratégias estruturantes.

    A comissão técnica permanente tendo a ela agregada o que se tinha e conhecia de melhor em termos de profissionais ligados a area esportiva, além do próprio treinador, foi uma das grandes novidades adotadas.

    A comissão técnica permanente do SP era mantida e aprimorada continuadamente, independentemente do treinador que a conduzisse.

    O treinador era escolhido e vinha pra assumir o SP, se juntando ao time de primeiríssima linha que a compunham.

    A visão e a proposta de apostar nas categorias de base se materializaram com a visão de trazer um treinador firmemente alinhado com a molecada, resultado no estrondo conhecido como “Os Menudos do Cilinho”.

    A aposta era exatamente em novos conceitos, em uma filosofia vencedora, em um padrão e modelo de jogo diferenciado de tudo e de todos.

    Muito provavelmente, o SP adotava e praticava àquela época, exatamente o Projeto que o Raí estaria pensando e tentando resgatar agora.

    Um elenco e um time mesclado com jogadores efetivamente diferenciados e com a molecada formada dentro do próprio SP.

    Não me recordo se o time era exatamente esse: Gilmar, Zé Teodoro, Oscar, Daryo Pereira e Nelsinho, Bernardo, Silas e Pita, Sidnei, Careca e Muller.

    Craques e molecada, simples assim!

    Sequencialmente, a Era Tele, igualmente privilegiando o modelo com projeto, visão, estratégias e planejamento com ações e longo prazo.

    Muricy teria sido auxiliar do Tele em processo de preparação para sucedê-lo mais adiante.

    Tele como destacado outro dia por aqui, perdeu a sequência dos cinco primeiros jogos, foi mantido, montaram um elenco e um time com as características que o treinador pretendia.

    A diretoria da época, que atuava submetida a estrutura organizacional e ao modelo de gestão que existiam, agiam de forma proativa, antecipando durante a segunda metade de cada ano a qualificação e montagem do elenco da temporada seguinte.

    O SP tinha, presidente, vice-presidente de futebol, diretor de futebol, superintendente de futebol, gerente de futebol e inclusive supervisões de futebol.

    Além da famosa comissão técnica permanente tão exaltada enquanto durou.

    No início dos anos 2000 MPG criou a Diretoria de Planejamento do SP, à época sob a condução do JPJL.

    Depois do Tele, a época também vitoriosa com o próprio Cuca e com o Paulo Autuori cpm a conquista do trimundial.

    O SP ganhava tudo não exatamente e simplesmente em razão dos treinadores que tinha.

    Claro que eram diferenciados e foram de extrema importância, mas a gente ganhava tudo por conta da estrutura física logística construída às duras penas.

    Em função da estrutura organizacional e modelo de gestão, também pavimentado ao longo de muitos anos e muita dedicação, e infelizmente desmantelado.

    Em razão do modelo com visão de futuro, com projeto e estratégicas consolidadas, com uma identidade, conceitos e filosofia completamente diferentes e diferenciadas dos demais clubes brasileiros.

    Os trágicos resultados dos últimos doze anos, dispensável comentá-los.

    Absolutamente, não são o Raí e o Jardine, os culpados pela nossa situação nesse iníciozinho de temporada 2019.

    Não há necessidade de desenhar pra saber que o buraco é bem mais embaixo do que a nossa irracionalidade e insensatez, nos permitem enxergar.

    Acorda SP!

    • Uma pena que o Marminthians voltou atrás. A zaga deles já é nível série B, ficaria nível série C com o Lucão.

      “Mas para a alegria de muitos aí, já já eu estou saindo…” – Cadê toda essa marra agora, Sr. Lucão? Se pelo menos tivesse humildade…

  4. Sem prejuízo do vexame do SP nessa libertadores (mais um), fato é que essa pré-libertadores é uma solução ridícula criada pela Conmebol para fazer política com as federações locais (aumentar número de vagas por país).

    Ou vc tá na libertadores ou não tá, até mesmo para que os clubes possam se planejar. Veja: o SP gastou uma nota pra trazer Hernanes e o Pablo considerando a possibilidade pegar o Inter e o River na fase de grupos, mas, em um mata-mata logo no início do ano, isso tudo caiu por terra. Olha o prejuízo que o SP sofrerá.

    Lamentável essa situação.

  5. Se a eliminação se confirmar não faz nenhum sentido manter Diego Souza, Nenê, Jucilei, Reinaldo e outros no elenco, pois sem a classificação, o prejuízo causado por Raí e Jardine será grandioso financeiramente. E estes jogadores tem altos salários e pouca efetividade. Além de prejudicar a ascensão dos garotos da base.

    • Concordo, mas a unica forma de nos livrar da maioria desses é com emprestimo e pagando metade dos salarios, oq nao resolve o problema financeiro

  6. Só de pensar que aquele pênalti batido bisonhamente pelo Nenê ano passado, deixou o início desse ano tudo mais complicado, me dá ainda mais raiva do idoso mimado

  7. Deem uma olhada como funcionam as coisas no nosso SP de hoje.

    Vejam o cenário.

    Raí e Jardine com a corda enlaçada no pescoço, esperando a morte já decretada, chegar.

    A torcida ensandecida soprando enlouquecidamente pra ver se consegue derrubar os dois banquinhos, antes mesmo do dia e horário aprazados para o cerimonial executório.

    Fora. fora. fora. fora. fora. fora… fora…

    Desesperado, e despudoradamente entra em cena o Leco, em pranto e aos gritos:

    Parem, parem, parem, parem de soprar.

    Fizemos um grande levantamento encomendado para uma das mais renomadas agências de prospecção de profissionais interessados em tentar nos salvar, em não existe mais ninguém disposto a tal.

    Não cometam o sacrilégio de nos deixar sem diretor e sem treinador.

    Eu juro que vinha pensando no caminho até em renunciar em troca da salvação deles. …

    Mas pensando bem, acho que vou ficar mais um pouquinho.

    —–

    Assistam quarta-feira que vem, cenas do próximo capítulo.

  8. Muricy deu o melhor conselho que o Jardine poderia receber…

    “a pior coisa de ser mandado embora é quando você é mandado embora sem ter feito o que você pensa que deveria ter feito”…

    “Não importa se vai ser mandado embora se perder… tem que mudar”

    • Muricy é sensacional!

      Ah, que pena que ele teve problemas de saúde! Por mim, estaria aí até hoje… Certeza que nossa sala de troféus estaria maior.

      Adivinha quem tirou ele de lá? Sim: o Leco!

      • Mano…
        o que o muricy falou é o que todos queremos falar pro jardine…
        ele ressaltou todos os pontos que estão errados.
        além disso, lembrou aos jogadores que não tem esse papo de motivação… jogar no spfc é a motivação… se o cara não fica motivado em jogar aqui, pode parar de jogar bola…
        E, por fim, lembrou o que é spfc… que o Morumbi é um templo sagrado, que tem que ser respeitado… que tem que ganhar a 1, 2 todas as bolas… que tem que sentar a bunda no chão… não pode deixar o adversário jogar mais que nós, pq é SPFC, pq é Morumbi…

        sem mais…

        • Mano, o Muricy é o cara… Se vc para pra pensar, ele fala o simples, o óbvio, mas de maneira que todo mundo entende e quem não enxergava, passa a enxergar.

          Tem que dar um cargo vitalício pro Muricy no SP. O único cara que eu conheço que não gosta do Muricy é o Leco… Por quê será?!

  9. “O Jardine tem um pensamento, mas esse pensamento não vai pra campo. Ele gosta de um time rápido, mas o São Paulo é um time lento. Ele gosta de posse de bola, mas o São Paulo é um time que passa mal. Ele gosta de time compactado, mas o São Paulo está muito espaçado. O discurso não está indo para a prática. Ele tem de resolver isso. Tem de resolver como vai jogar. Se quer ser um time rápido, tem de colocar os meninos, o Helinho, o Antony. Eu sinto que ele não está satisfeito, ele está incomodado. A pior coisa para o treinador é quando ele é mandado embora e sai com a sensação de que saiu sem fazer as coisas que gostaria. O treinador fica ensandecido. Por isso eu falo para ele, “faça o que você tem que fazer””

  10. Eu tava já me confirmando com a vaga na sul-americana e a possibilidade de um técnico chegar e arrumar a coisa pra termos uma chance de título no ano. Agora acabou a esperança.

  11. Manda 80% da conta do prejuizo financeiro pro Rai e fora os entulhos que deixara no elenco.Pessoal preocupado com nomes pra treinador e a gente nao tem nem “treinador” qualquer um sera melhor que Jardine…Enquete quem foi .pior Jardine,Doriva,Adilson Batista e Sergio Baresi ????empate tecnico….

  12. Acabei de ler no UOL que o São Paulo era obrigado a comprar o Everton Felipe, já que ele bateu as metas estipuladas em contrato. Fico imaginanfo que metas difíceis foram essas: jogar 20 minutos por mês, entreter os demais jogadores contando piadas antes dos treinos…
    É cada uma!

  13. Independente do resultado, prefiro que o Jardine fique.
    Ele só precisa de um time jovem e uma boa temporada, para adquirir confiança e moral perante o elenco.
    Raí, tenha pulso e palavra, tiras as pedras Nene, Jucilei, Diego Souza e B.Peres do sapato do Jardine e o time vai funcionar. Reinaldo fica em observação …
    Deixa que os experientes Hernanes, Arboleda, Rojas, B.Alves e Hudson, conduzam a molecada dentro de campo.
    Tenho certeza que dessa forma o Jadine consegue ter paz e implantar seu modelo de jogo sem resistencias, panelas e mimimi.
    De futebol ele entende, e muito.

  14. Dizem que temos que apoiar, que temos que incentivar, que temos que olhar para frente! Mas como apoiar algo que está errado, como apoiar o que estão fazendo com clube, assim como na vida o São Paulo está pagando por aquilo que faz, o problema é que para eles estão fazendo o certo, que está tudo bem, que alguns torcedores que São modinhas e exigem muito, então como vou apoiar isso .. não apoio mesmo, errar é normal, mas não ver o que todos estão vendo e ainda alguns dirigentes achar que São acima do bem e do mau, isso não apoio! Triste ver o resultado! Mas que o São Paulo colha o que vem plantando!

  15. Quem deu o colete de treinador titular da Libertadores do Tricampeão do torneio com 10 semi finais disputadas e 3 vezes Vice-Campeão pra esse cara?

  16. “Tem de colocar a bunda no chão, ganhar a primeira bola, a segunda bola, todas as bolas. Morumbi tem história! Pra ganhar da gente tem de fazer demais! Acreditem! A torcida vai estar do seu lado! Eu vou estar lá também, vou comentar (pelo SporTV), e vou torcer, porque sou brasileiro e gosto do São Paulo”, diz Muricy.

    cara, olha essas palavras do Muricy…

  17. SP minha vida….. volta SP das glórias…. volta !!!

    #Takei muito bom o texto…. que possa inspirar plantonistas de jornais que cobrem o SP!!! pq ta osso !!!

Deixe uma resposta para Cairê Sodré Cancelar resposta