O São Paulo não cansa de maltratar o seu torcedor ao praticar um anti-futebol

Mais uma derrota para um time apático, medíocre e sem gana nenhuma de vencer. Esse é o São Paulo de 2019, parte de 2018, 2017, 2016 e todos os anos anteriores. O time de André Jardine perdeu para a Ponte Preta por 1 a 0 no Moisés Lucarelli e vai ainda mais pressionado para o jogo de volta da Libertadores.

Um jogo que serveria para buscar respostas, só trouxe ainda mais desgosto aos já desgostosos torcedores tricolores. O São Paulo continua praticando um anti-futebol que virou marca registrada do time. Mesmo com milhões gastos em contratações, o Tricolor continua sendo mais fraco que os adversários fraquíssimos financeiramente.

Na partida deste sábado, Antony foi o único jogador que buscou algo no primeiro tempo. Os 45 minutos restantes não tiveram destaques e após o gol foi visível a cara de desolação de Jardine. Um dos, senão o maior, responsável pela grande fase de Cotia, esperança da retomada de grandes dias tricolores, mostrou-se ainda despreparado para o cargo no time principal. É claro, não é apenas o comandante que tem culpa. Vale colocar jogadores, diretoria, conselheiros e o presidente, nessa conta de vexames e temporadas horrorosas que o time acumula. E que tem grandíssimas chances de aumentar já na próxima quarta-feira com a possível eliminação contra o Talleres.

A idéia proposta de jogo por Jardine e estupidamente ignorada pelo elenco, acaba resumindo os jogos em inúmeras tentativas falhas de cruzamentos que não chegam em ninguém.

Atuações são-paulinas contra a Ponte Preta: Hernanes fora de forma, Nenê e Reinaldo sem vontade de jogar, Antony tentou algo no primeiro tempo e os outros não merecem menção alguma pelo fraco futebol.

Torcedores.com

Anúncios

23 comentários

  1. Jogo de quarta deveria ser no Caninde. Começar tudo de novo, desde as origens. E concentrar na Igreja da Consolação.
    Pena que não temos mais um Paulo Machado de Carvalho…

    • O super trunfo do São Paulino hoje em dia é se gabar que nunca caiu, nas discussões com outros torcedores só temos esse argumento. Claro que somos tricampeões da libertadores e do mundo, mas são glórias que estão ficando tão distantes, que mal podemos falar de titulos, já que nossos rivais ganham quase que todo ano algum. E viramos saco de pancadas deles também, todo ano somos humilhados em clássicos, nos vêem perdendo clássicos aos montes, vêem o SPFC ser eliminado de tudo que disputa e muitas vezes por times sem tradição nenhuma e com elencos fracos, mas que passam por cima de nós, como se corressem o dobro, tivessem o dobro de vontade e nós fossemos um catado de jogadores de fim de semana, desses que tem aos montes nos campinhos por aí. Estamos numa fase muito difícil mesmo, cada ano a esperança se renova, mas já é contida ou zerada até antes mesmo do carnaval.

  2. Colocaria aí destaque ao Carneiro também, teve raça, lutou muito, mas como todo centroavante do São Paulo morre de fome… mas esse não tem chances, não tem pedigree né Jardine…

    Beira o absurdo as entrevistas desse rapaz, mas não me surpreende essa arrogância não, quando ele assumiu o lugar do Aguirre tratou de falar mal do trabalho do cara…

  3. Olha o Rai ja ta pau a pau com o Pinoti e o tal de Porshe Batista.me admiro um meio campista fazer um meio de campo tao escroto assim…E o Lugano hein????serve pra que???Sera aue colocarsm o Mancine la por que ja viram que o Rai nao e do ramo mas ninguem tem peito de demiti lo pois ele tem nome???Planejamento do primeiro seriamente comprometido e nao sei se vai ter competencia pra salvar o ano.A esperança era ter um tecnico competente que batesse de frente com essa diretoria amadora e projetasse um time.Mas essa diretoria so gosta de tecnico em baixa pois sera pau mandado e aceitara qualquer tranqueira sem reclamar e se vira nos trinta….Que decepçao Rai….

  4. Os gênios diziam que o Pinotti não tinha capacidade para ser diretor, pois o mesmo não conhecia o meio futebolístico. Aí foram atrás do Raí, que foi um excelente jogador e conhecia o meio futebolístico, e o time continua dando vexames. É cada ideia de girico que aparece.

    #Fora Raí, Lugano, Mancini, Jardine

  5. Na segunda-feira Raí deveria fazer uma reunião e dizer: Bruno Peres, Reinaldo, Nenê e Diego Souza a partir do próximo minuto os Srs. estão sendo encaminhados a treinar em separado do grupo em definitivo lá no CT de Cotia. Ficarão lá até alguém querer contratá-los ou acabar os contratos. E Sr. Everton abra seu olho se não quiser ter o mesmo destino
    Sr. Jucilei vc vai treinar em Cotia provisoriamente junto com esses daí mas terá uma chance de voltar caso se comprometa a perder os 80kg a mais que o Sr. está.
    E Jardine…afastando esses caras aí agora te vira e trata de fazer essa p…. de time jogar bola. Pelo menos isso. Sua última chance será na quarta-feira sem os cidadãos aí de Cotia.
    Nem exijo a classificação já que a vaca já praticamente foi para o brejo no primeiro jogo mas faça o time jogar bola e dê esperanças de dias melhores para a torcida. Só isso. Mostre que tem realmente capacidade de ser técnico.
    Se não conseguir, na quinta-feira tchau…obrigado por nada.

      • Sim amigo….isso já deveria ter sido feito. Contra a Ponte já poderia ter sido diferente. Ou não.
        Mas alguma atitude drástica precisa ser tomada para o resto do ano.
        O quarteto ir para Cotia seria a primeira coisa que eu faria.
        Aí poderiam resenhar, soltar pipa à vontade lá, fazer biquinho.
        Se algum time quisesse emprestado algum deles com salário pago pelo SPFC a resposta seria não.
        Pagolaria pra eles ficarem soltando pipa em CotiaCotia m pagaria pra ajudá-los a ir pra outro time. Quem quiser paga ou propõe troca com algum jogador ou ficarão mofando em Cotia. Simples assim.

        • Feito isso, meteria um 3x5x2 pra quarta com Volpi, Arbo, Alves, Anderson, Antony, Luan, Hernanes, Helinho, Everton, Pablo e Carneiro

          Triste pensar que ele não tenta nada diferente, tira nossas esperanças pro jogo

          Aproveitaria talvez o Bruno Peres de ala pela última vez

  6. E essa semana teremos novidades:

    -> mesmo esquema furado;
    -> Jucilei e Bruno Peres voltam ao time;
    -> Nenê titular no meio ao lado do Hernanes que deu muito certo contra a Ponte;

    Aí vamos de Volpi, Peres, Arbo, Alves, Reinaldo, Jucilei, Hernanes, Nenê, Antony, Pablo e Everton

    Mesmo o Everton mal, Nenê mal, Reinaldo mal, Jucilei mal, Arboleda mal, Hernanes mal, Bruno Peres mal… titulares

  7. Se não libertar o clube dentro de mais 17 anos não teremos mais time para torcer. Eleições livres e diretas já com votos dos sócios torcedores. O São Paulo é o único clube do mundo que sócios não votam. Será que todos estão errados e só o São Paulo está certo?

  8. Na gestão do Adalberto dívida foi a estratosfera e lutamos para fugir do Z4 em 2013. A dívida monstra começou na era JJ.Adalberto.

    Na Gestão do Pinotti voltamos a lutar para fugir da Z4. Em 2016 e 2017. Mas ele botou $$$ do bolso dele para encargo trabalhista.

    Na gestão do Raí, lutamos pela liderança do brasileiro 2018.

    Esse time está a 30 dias da temporada.

    Quando vc mantém esquema de anos anteriores e só aguardar a recuperação física que tu e assimila rápido o tático.
    Quando vc quer implantar esquema novo leva mais tempo

    Os travecos são uma fonte para estudar o que dá certo e o que não dá quanto a esquema. Esquece o resto.
    Todo técnico deles que veio com novidade no meio da temporada não deu certo. Porquê? Porque leva tempo para esquema novo se consolidar.
    Cristóvão e Oswaldo de Oliveira tentaram mudar esquema Tite Nao deram tempo. Trouxeram de volta Carille e time se adaptou rapidamente.
    Sai Carille e vem Jairzinho. Tentou mudar e não deram tempo. Até elenco assimilar acabou campeonato Qual a soluçao deles? Traz o cara para manter o mesmo esquema desde 2007. Mano, Tite, Mano, Tite, Carille e Carile novamente. Isso e conceito.

    O Sao Paulo de 2004, 2005, 2006, 2007, 2007 jogava igual e foram contratados jogadores esperando esquema 3.5.2. Ganhou vários títulos mantendo o conceito, a estrutura de time e elenco.
    Muricy sempre tentou o 4.4.2 mas logo voltava ao 3.5.2 porque não tinha hogadores para trocar de esquema, nao tinha meia.

    Quando vc muda esquema, as vezes jogadores do elenco nao servem de imediato para o modelo. Precisam ser retreinados ou trocados.

    Quando vc troca técnico sem critério fora do modelo anterior, vc traz caras que querem implantar esquema cujo elenco nao consegue executar. Aí fica a eterna troca de jogadores até acertar. Como demora para achar e contratar, temporada é perdida.

    O que o Raí quer fazer? Sair desse futebol reativo do Mano, Aguirre, Tite, Felipão, Roth, e velha guarda. Quer implantar um futebol propositivo de Ceni, Fernando Diniz, Sampaoli entre outros. Conceito, projeto.
    Qual o problema? Leva tempo. E precisa de jogadores para implantar esse esquema
    Qual a culpa do Jardine para ter exigência de resultado em 30 dias? Nenhuma. Desde que analisados com razão e não excesso de emoção.
    Para mim, mudar esquema colocaria em risco a libertadores. Esquema propositivo exige intensidade e preparo físico. Nao temos ainda.

    Sabem a diferença de um sênior e de um Júnior ou Pleno em qualquer atividade? Buscar soluções, porque problema todos tem. O mais experiente normalmente acha solução mais rápido.
    Sabíamos que início da temporada seria punk, com jogos de quarta e domingo. Não daria para muitos treinos.

    Quando vc fala em projeto, vc traz profissionais com perfil adequado ao tipo de jogo que vc quer.
    Se troca, traz alguém aderente ao tipo de jogo que se quer Se troca de jogador ou técnico fora do perfil, então não tem projeto, tem puxadinho.

    O projeto de time propositivo começou em novembro de 2018. Nem começou ainda.
    Férias e recomeco em janeiro.
    Acabou de começar e vem a onda fora Raí (???) Fora Jardim né (????)

    Esses puxadinhos do Leco e Aidar levam a eterna ciranda de troca de jogadores e treinadores.
    E torcida inteligente e bem instruída embarca nessa. E fica essa pressão insana. Não dá tranquiludade para trabalhar e atrapalha evolucao.

    Ao demitirem Cristóvão e OO e colocarem Carile Eles voltam ao projeto, conceito bem sucedido deles. Aí demitirem Jairzinho e colocar Carile eles voltam ao modelo bem sucedido. Jogadores titulares e reservas com contratos longos já estão acostumados e modelo assimilado.

    Aí vem gente: Ahn mas eles demitiram também e deu certo. Cara pálida, a demissão não é a questão, a manutenção de um conceito ou projeto É a questão. Trazer ou trocar perfil segundo esse desenho ou projeto de time e jogo é o núcleo da decisão.

    Detalhe 1: Tem pouco técnico propositivo experiente no mercado. Nenhum que tenha grandes títulos.
    Detalhe 2: O Fortaleza do Ceni ganhou brasileiro mas na segundona, tinha sido só um jogo por semana. Sera que mantém pegada com jogos quarta e domingo. Quando tinha jogos seguidos quarta e domingo desempenho caiu.

  9. No jogo contra a Ponte Preta, os jogadores esconderam o futebol, para enganar o garfo e faca, aliás eu acho que vem fazendo isri desde o início do ano, e acho que não sabem onde foi.

O São Paulo precisa de nós! Vamos apoiar!