Jardine minimiza placar após derrota: “Não reflete o que foi”

O técnico André Jardine minimizou a derrota elástica para o Ajax por 4 a 2 após o apito final. O comandante tricolor afirmou que seus jogadores tiveram algumas oportunidades de ampliar o marcador quando o São Paulo vencia por 1 a 0, mas admitiu a frustração de se despedir da Copa Flórida com duas derrotas na bagagem.

“Fica a frustração do resultado, porque o placar do jogo não reflete o que foi. A gente teve situações importantes até para aumentar o placar antes de tomar o primeiro gol, depois de tomar a frente de novo no placar. O 4 x 2 foi um pouquinho pesado com a gente”, disse Jardine.

De fato, o São Paulo teve boas chances para abrir uma boa vantagem no segundo tempo, quando Jardine acionou a formação considerada reserva. Nenê desperdiçou uma excelente oportunidade ao sair cara a cara com o goleiro, mas tentou encobrir o rival de maneira displicente e acabou dando a bola de presenta para Onana.

“Tivemos boas oportunidades para marcar mais gols, mas não conseguimos. E o Ajax, superior fisicamente porque está no meio da temporada europeia, soube aproveitar isso. Acredito que o mais importante, acima dos resultados, foi trabalhar a construção da equipe e consolidar algumas ideias. Pelo nível dos adversários, nós sabíamos que seriam jogos difíceis. Mas era exatamente isso que buscávamos para fortalecer a preparação da equipe”, completou.

Enquanto o setor ofensivo não deixou muito a desejar do primeiro para o segundo tempo, a defesa do São Paulo não conseguiu repetir o desempenho da etapa inicial. Com Rodrigo, jovem recém-promovido da base, e Bruno Alves na zaga, além de Araruna e Léo nas laterais, Jardine viu o Ajax chegar ao gol de Tiago Volpi com notável facilidade, o que culminou nos quatro gols dos holandeses.

Agora, o São Paulo volta o foco para a sua estreia no Campeonato Paulista, marcada para o próximo sábado, às 19h30 (de Brasília), contra o Mirassol, no estádio do Pacaembu. Até lá, André Jardine terá a missão de ajustar os movimentos de sua equipe na fase defensiva, um dos problemas que mais ficaram em evidência nesta pré-temporada.

“Treinamos com ritmo forte todos os dias e rodamos o elenco, como era a nossa estratégia, e assim conseguimos manter a intensidade em todos os treinamentos. Agora, complementaremos a preparação antes da estreia no estadual”, concluiu.

75 comentários

  1. Se o Nenê “biquinho” displicente, fizesse o gol que desprezou fazer, a dinâmica do jogo poderia ser outra.

    Gostei do 1.o tempo do SPFC.

    No 2.o tempo, desandou um pouco a “maionese”, mas no fim, não foi um desastre.

    #ReageSPFC.

  2. Pontos positivos:

    – Nosso time titular ganhou do time titular do Ajax. Empataram os dois jogos com o Bayern e estão classificados no mata-mata da Champions. E os caras não estavam pra brincadeira não, levaram o jogo a sério.
    – Baita ataque o nosso. Criamos inúmeras oportunidades. No final fomos castigados pq, como dizia Muricy: “quem não faz, leva”.
    – Helinho, Pablo e Hernanes, sem nunca terem jogado juntos, fizeram uma jogada de vídeo game no gol. Imagina quando entrosarem… Ainda tem o Everton, nosso motorzinho. E Diego Souza e Nenê são excelentes reservas, talvez até possam entrar de titulares no lugar de um dos volantes.
    – William Farias não é aquele pedaleiro horroroso que todos cantavam. Parece que vai ser útil durante o ano. Precisamos de elenco.
    – Molecada promissora: Brenner, Helinho, Liziero (e Luan tbm) ainda vão nos dar muitas alegrias, a seu tempo.
    – Jean muito seguro no gol. Volpi, apesar dos 4 gols, a meu ver, não teve culpa em nenhum deles e, quando foi exigido, fez as defesas necessárias.

    Pontos Negativos:

    – Nossa torcida. É cada comentário já desqualificando alguns jogadores por causa de dois –meio-jogo treino que minha nossa… Lamentável essa parte da torcida.

    • Caro Daniel:

      1) não achei nada demais esse time do Ajax, dominou parte do jogo e nem foi “tão” superior do SPFC.

      2) Torcedores torcem, apenas torcem, nada mais.

      Saudações, irmão.

      Com um time organizado, coeso e competitivo, bem distribuído em campo e decidindo títulos, a torcida melhora …, precisamos de presidente, cartolas, dirigentes, gestores e um time.

      Um pouco de bom futebol até ajudaria.

      Kkkkkkkkkkkkkkk.

      Estamos juntos na torcida incondicional pelo SPFC.

      • Caro Paulo:

        1) Esse time do Ajax está invicto há 21 jogos, desde setembro do ano passado.
        Nesse tempo de invencibilidade, venceram clássico contra o Feyernood com goleada, venceram o Benfica, o Dinamo de Kiev, empataram os dois jogos contra o Bayern (aliás, um deles foi um jogão de 6 gols e 2 expulsões) e agora enfrentarão o Real Madrid nas Champions.
        Um time que vem numa crescente, com uma forma padronizada de jogar e num claro entrosamento, como vimos hoje pelas boas jogadas que resultaram em gol deles. Não é pra se desprezar não.

        2) Torcedores torcem, mas também podem fazer um pequeno esforço para pensar. Não custa nada, é gratuito e faz bem, desenvolve entre outras coisas capacidade de raciocínio analítico, senso de proporção, análises equilibradas e isentas de paixão, etc.
        Mas, como disse, exige um pequeno esforço, coisa que a imensa maioria não quer fazer.

        Permita-me dizer que não me referi (e nem me refiro neste comentário) de nenhum modo a ti, meu caro amigo. Você embasa suas críticas e as faz com respeito e cuidado para não desanimar ninguém, bem diferente da sandice de certos comentários que lemos no primeiro e segundo jogos-treino do ano.

        Saudações, grande Paulo. Na torcida pelo nosso Tricolor, sempre!

        • Especificamente ao jogo de hoje, a superioridade deles não foi tão absoluta ou predominante.

          – impressionante foi o empate em 3×3 com o Bayern.

          Torcedor é paixão, apenas paixão.

          Basta deixar a paixão fluir …, a racionalidade desejada, nem sempre chega a ser “racional”.

          Torcida faz parte do cenário esportivo, e parte dela (apenas “parte”) é instrumentalizada por interesses de diretores / empresários ou “dirigentes” ou até mesmo agentes da imprensa, a serviço de cartolas ou outros interesses.

          Saudações, irmão.

    • Clap, clap, clap!!!
      Exatamente isso, fizemos dois jogos contra adversários duros em plena temporada tendo feito 6 dias de treinos, em sua maioria físicos.
      O povo já queria que o Jardine tivesse o time titular formado, com uma defesa intransponível, um meio campo com muito toque de bola e um ataque hiper criativo.
      Mas nem que o técnico fosse o Tele com o Muricy de auxiliar.

  3. Muitos aqui devem trabalhar sozinhos, não conhecem nada de formação de equipe, de adaptação ao ambiente, de cumplicidade e de respeito.
    Mesmo as grandes empresas não conseguem somente com dinheiro formar times de um dia para o outro.
    O que temos que ter é objetivo e estar claro para todo o grupo, estratégias mudam, ou se adaptam com o momento.
    Eu espero que nossa diretoria reuniu todos e mostrou o objetivo, qual campeonato ou quais quero ganhar, na reconstrução que estamos não dá para ganhar tudo.

    Eu fico contente com a Libertadores e com a copa do Brasil

  4. Saldo positivo na questão de acelerar a preparação física e tática. Jogos dificeis contra times fisicamente melhores, com mais ritmo e bem colocados em seus campeonatos. Perder é muito ruim, o torcedor tricolor está cansado de ser humilhado. Eu mesmo acho um desrespeito com a nossa camisa se colocar em condições de tomar 4 gols, mas creio que especificamente nesse torneio deveriamos olhar mais a questão do planejamento, que esta sendo seguido para que o time se torne competitivo rapidemente. Além da questão da preparação, deve rolado uma graninha pro São Paulo também. Vamos torcer pro time edtar acertado até o jogo contra o Talleres.

  5. Minha impressao: 1° tempo o time jogou sério e ganhou, no 2° tempo jogaram em ritmo de pelada e perderam. Destaque para Helinho, Pablo, hernanes, Everton e Brener. *** Nenê se não tivesse feito graça no lance que tentou encobrir o goleiro poderia ter ido melhor. E pra quem está aí reclamando ou que gosta de uma comparação, o Ajax jogou com o time titular, diferentemente do jogo contra o “cheirinho” e mesmo assim o “cheirinho” teve sorte, porque eles perderam um caminhão de gols. Só não entendi nao usar o Perri e o Carneiro, este ultimo ano passado nos jogos que teve sequência ele teve destaque.

  6. Caraca ,pelas opiniões de muitos pelas redes sociais, na quinta feira, o São Paulo já não iria para lugar algum, o Jardine não prestava , zaga ruim, e etc ,agora depois de perder para um time que vem de metade da temporada, física e técnica voando, contra um que está se ajustando e retornando aos trabalho, após a derrota de hoje ,muitos já decretam , não temos condições de ganhar nada, Jardine não serve e blá blá blá, queria parabenizar a todos, que pensem assim, afinal em apenas dois jogos amistosos , e 9 dias de trabalho pós o período de parada das festas e férias de final do ano, já não temos condições de ganhar nada ,na opinião de muitos ,arrisco a dizer que no jogo da libertadores, se chegar aos 15 minutos de jogo e o SP não fazer nenhum gol, a torcida ou boa parte dela, esses que vem aqui na rede social e blogs e só enxergam o apocalipse, com APENAS dois jogos, esses mesmos serão aqueles que irão vaiar o time criando um ambiente totalmente desfavorável.
    Peço a todos esses humildemente que não compareçam no estádio, precisamos somente daqueles que irão apoiar.
    E deixem o Jardine trabalhar, houve claramente um evolução do primeiro tempo do jogo de quinta feira em relação ao jogo de hoje, e titular x titular ,o SP saiu vencedor ,terminou o primeiro tempo vencendo , com muitos dos jogadores hoje especulados em equipes como Barcelona ,United , Real e tantos outros ,como os jogadores De Ligth e De Jong e por aí vai, claro que em termos de elenco ,não temos um elenco farto igual Palmeiras e Flamengo, mas tirando esses dois ,vejo a princípio, o São Paulo, no patamar de Cruzeiro e Grêmio, claro o tempo e o trabalho do Jardine dirá se estou ou não certo, mas certo eu digo,em apenas dois jogos ,não dá para cravar essa porcaria toda que estão pintando por ai, assim como em 2017, quando foi campeão dessa Flórida Cup, em cima do Corinthians, muitos torcedores acreditavam que o SP ganharía título naquela ano, bom, vimos no que deu, então nem tanto ao mar nem tanto ao céu.

  7. A questão não é o jogo em si ….mas as perspectivas de futuro do time com esses ingredientes que estão ai.Não temos meias quanto mais reservas pra meias. Não temos um mísero segundo volante de infiltração na área adversária. Ou seja o meio de campo e o cérebro de um time.Já antevejo um time amarrado quando pegar times fechados e com o Pablo morrendo de fome la frente.E não adianta só correr.garra preparo físico e entrosamento .Sem qualidade técnica e peças certas vai ser difícil ,só no acaso mesmo….

    • Para ganhar o paulista teríamos que ganhar dos gnomos verdes na casa deles. Voce acha que com esse treinador e esse time temos realmente alguma chance?

      • Pra ser campeao nao precisa vencer eles la. Se por ventura enfrentarmos as Peppas no mata-mata é fazer a nossa parte no Morumbi e tentar um empate lá. Acho que é possível sim Joaquin.

  8. O copo meio vazio ou meio cheio depende da psique de cada um.

    O fato é que um time campeão se forma com tempo de treino, testes e solidificação de ideias, equipe, objetivos.

    Se o Corinthians nos serve de algo, já que viveu a fase de maior conquistas de sua história após o rebaixamento, serve para nos ensinar que o que começa com resultados ruins, mas correto, colhe frutos.

    Acredito no trabalho dos profissionais e vejo o melhor elenco desde que fomos vice-campeões brasileiros.

  9. Há 6 anos é a mesma história:
    1)O SPFC está em fase de reconstrução;
    2) É só o início dos trabalhos;
    3)Os jogadores estão desentrosados, não podem ser cobrados;
    4) treinador de segunda linha, que nunca foi campeão por uma liga principal
    Como querem obter resultados diferentes se cometem sempre os mesmos erro?

  10. E o gol que o Brenner perdeu na cara do goleiro com passe de letra do Nenê “biquinho”. Ninguém fala?
    Nenê foi displiscente no gol que perdeu? Foi.
    Tem um monte de gente chata aqui no blog que só reclama? Tem.
    Ponto.

    • Eu falo isso aqui. Devia ser o nosso objetivo nesse ano. Ganha o Paulistão, em cima de um rival e vai avançando nos outros mata-matas. Se arrumar alguma coisa melhor que isso ótimo , mas só de sair da fila ja tá valendo. Eu ia comemorar igual a um Mundial.

      • Copa do Brasil não seria nada mal, porém muito difícil com porcas e urubus tendo elenco forte e numeroso, além de Grêmio e Cruzeiro com os mesmo treinadores e estilo campeão, copeiros, vão bem em mata-mata.
        Paulista seria ideal para tirar a zica, mas desculpem, nem nisso eu acredito

    • Melhor sugestão para esse elenco. Hudson no meio é muito ruim, quem sabe na LD ele possa render. Pior do que Igor e Bruno ele não é.

  11. Não refletem mesmo, e tão dando muita importância para partidas de pre-temporada, simples amistosos. Nosso rival perder para o Nacional enquanto nos ganhamos no primeiro tempo do time titular do Ajax que ta nas oitavas da Champions.

    Agora, precisa contratar. Ah, precisa. Precisamos de um lateral direito, um meio de campo criativo e um atacante para jogar do lado direito. O nosso segundo volante será o Liziero.

  12. Para o Flamengo, também era pré-temporada e os caras levantaram o título. Rodrigo Caio ganha o 1o caneco fora fora do SPFC, ahahaa. Outra que ele vai levantar logo será o Campeonato Carioca.

  13. Foi só o Paulo Scala voltar que as derrotas vieram juntos. Reparem que enquanto estava em férias vieram os reforços, mas agora que voltou não há mais reforços.

  14. Estou tranquilo com o São Paulo e com a administração do Leco, Rai, Lugano e agora com Mancini no comando. Eu sei que muitos desejam titulos, mas isso virá com tempo e não está longe de ocorrer. Não sei se o Paulo Scala sabe mas o clube obteve 150 milhões de lucro e obteve um superavity de 1 milhão algo que em outros anos sempre fechava no vermelho. É um bom sinal, sim claramente é.

    Além de obter também lucros com porcentagens em jogadores vendidos que o pessoal tanto reclamam daquela época das vendas. Se continuar assim o São Paulo vai chegar ao patamar de Palmeiras e Flamengo e logicamente com lucros e com as finanças nesse patamar contratações fortes virão de forma mais fácil. É só saber esperar e vcs vão ver um São Paulo forte.

    Quem diz que o Leco é pior presidente do SP não fala coisa com coisa, não dá o trabalho de analisar de forma imparcial. Nenhum “pior presidente” faria o clube obter lucros, obter patrocinios master, ter parcerias e acordos que dê vantagem ao clube para crescer.

  15. Balanço patrimonial ainda não divulgado.

    Alguns desses números referem-se à proposta apresentada no Conselho Deliberativo para o ano de 2.019 que teve início recentemente.

    Aguarde novas informações complementares Mitsuo, principalmente em relação à posições das dívidas.

  16. Agora que o cracaço Rodrigo Caio venceu a importantíssima Florida Cup pelo flamidia, parece que virou um título relevante… Então, levando em consideração essa análise de alguns torcedores, que essa coisa é considerada título, então a fila do SPFC não é tão grande assim, já que ganhamos essa imponente taça em 2017, e Sidão e o próprio Rodrigo Caio, são campeões pelo SPFC.. Título esse onde o gênio Sidão foi decisivo nas disputas de penaltis…O quintal do vizinho é sempre mais bonito….

  17. Entendo que trocou de tecnico , mais não vejo um um time ou um projeto começado do zero como foi o caso no inicio de trabalho dessa diretoria e da chegada do Aguirre , até apoie a permanência e efetivação do Jardine porque mesmo que não sendo como tecnico ele estava na comissão tecnica do ano passado tendo a missão mais fácil que qualquer outro técnico, acontece mudança no estilo de jogo mais não é um trabalho do zero , eu como acompanho futebol vejo que ele ja deveria ter quase que 100 por cento da equipe definida , ate porque ele participou da montagem do time para 2019, participando das escolhas dos reforços , então ele não pode ter duvidas a respeito dos problemas necessidades do time e das soluções , o time tinha que estar definido , zaga , meio campo e ataque e apenas encaixar os reforços contratados para ser titulares, foram contratados 7 jogadores mais so 3 com condições para ser titular os outros são para compor elenco e dar opção, a questão de mudança de estilo de jogo é até mesmo posicionamento em campo não significa um trabalho começado do zero mais sim pegar o entendimento do que vai aplicar nos jogos então era para ter uma previsão do rendimento do time e um patamar um nivel de jogo para alcançar até a pre libertadores , claro que rodando elenco mais agindo em cima de um planejamento e não pensando vamos ver oque acontece ate la , agora ritmo de jogo tirando esses amistosos contra os europeus estaremos no mesmo nivel fisico dos demais , a situação mais difícil e definir o lado direito o lateral e também o ponta , fora isso não vejo grande indefinições, centravante Pablo e Diego quem entrar da conta , meia Hernanes e Nene pode jogar um ou os 2 juntos , volantes tem varias opções e so ele escolher a dele , não e problema, o problema mesmo e a lateral direita , fora isso seria apenas pegar ritmo e o Jardine definir seu time e dar sequência até a estreia na pre , definir seu time titular e substituição, sem esquecer de estudar o adversário, são 2 finais pela frente na pre libertadores .
    Dentro de um planejamento não vejo esses 2 jogos como amistoso, foram treino de luxo sem o tecnico ficar parando para acertar , acredito que o Jardine ja tem definido o time que começa .

  18. Apenas lembrando amigos TRICOLOR que foram 2 jogos sem importância NENHUMA para as equipes e para o São Paulo MUITO menos até pela falta de preparação física e sem ritmo de jogo,sem entrosamento.
    Vamos começar a observar quando começarem as competições e o time estiver em condições físicas ideais para às competições…

  19. O que vi desse time do jardine até agora não me permite ter boas expectativas . Esse cara até agora só inventou desculpas . Qual será a próxima depois do próximo insusesso ? Não antevejo boa coisa contra o Mirassol.

  20. Ta na hora de montar um time titular e entrosar, chega de testes. Gosto do futebol do Nene, ate mesmo pela idade, joga mais que muitos novinhos. Foi um dos melhores no primeiro jogo, nao podemos ficar colocando a culpa só no cara, precisamos de elenco em 2019, Nene é fundamental.

  21. Gostei da opção do Jardine como treinador, mas começar com esse papo de no 1 jogo que o jogo foi muito produtivo, o segundo jogo o resultado não foi oq o jogo demostrou, pelo contrário… foi justo oq o jogo mostrou, como vem a muito temopo acontecendo, zaga bate cabeça, jogador que leva jogada na brincadeira e perde gol na hora que não pode, time que não segura resultado e se perde em campo, e varios outros problemas…..
    Sei que como dizem é muito cedo para tirar conclusões, vamos ver como vai estar até dia 03 de fevereiro porque ai quero vee as desculpas que vão dar…..

  22. Pato e Ganso chegando e quem sabe Vitor Ferraz , aumenta nosso patamar e as chances de títulos , presta atenção Raí não da bobeira Ganso e Pato no mercado não vamos deixar o mesmo que aconteceu com o Danilo e ai foi nosso carrasco por anos na gayvota

  23. Já mandaram todo mundo embora??? Afinal depois da vergonha de hoje pode mandar todo mundo embora, com esses 2 jogos treino já dá pra saber que não vamos a lugar nenhum. É melhor nem entrar em campo e perder por WO.

    Pelos comentários de alguns a grama do cheirinho e da porcada são mais verdes que a nossa.

    Antes tínhamos o Mito Futebol Clube, Fortaleza FC e agora o Rodrigo Caio Futebol Clube!

    Muitos aqui gostam de sofrer antecipadamente…

  24. Que o André Jardine e uma aposta de alto risco, o mundo sabe. Mesmo com uma participação muito fraca no final do brasileiro, não esperava uma desculpa tão cedo por parte dele para a fraca participação na Flórida Coup.
    PREOCUPANte

  25. É começo de trabalho, time desentrosado, novos conceitos e nova forma de jogar. Mas entendo a preocupação excessiva e a ansiedade da torcida. Eu mesmo tenho criticado o Jardine duramente, mesmo sabendo de todos os atenuantes. Só que neste momento, ele tem que ignorar nossas críticas e ansiedade e seguir trabalhando segundo seus conceitos e ideias. Se passar para a fase de grupos, será exaltado. Se não passar, bye bye Jardine.

O São Paulo precisa de nós! Vamos apoiar!