Volpi diz que erro do São Paulo em gol é acidente por novo estilo de jogo

A quinta-feira marca a estreia do São Paulo em 2019. E, contra o Eintracht Frankfurt, na rodada de abertura da Florida Cup, o time já mostrou uma ideia de jogo diferente, que cobra paciência no toque de bola desde o campo de defesa.

Foi em uma dessas tentativas que o goleiro Tiago Volpi tocou para Bruno Peres, que dominou errado, foi desarmado e cometeu pênalti. Os alemães converteram. Segundo Volpi, o erro não passa de um acidente, já que o Tricolor ainda está se adaptando ao novo estilo e usa o torneio amistoso nos Estados Unidos justamente para colocá-lo em prática.

“Eles pressionam muito, então precisamos ser perfeitos na saída de bola. Tivemos uma pequena vacilada e saiu o pênalti. Faz parte para quem está trabalhando de forma diferente para ser protagonista do jogo”, explicou o arqueiro são-paulino, que estreou pelo novo clube na partida em São Petersburgo, ao SporTV. Volpi atuou durante o primeiro tempo e, como previsto, foi trocado por Jean no intervalo.

Na saída de campo, o goleiro que está emprestado pelo Querétaro, do México, fez uma avaliação positiva dos primeiros 45 minutos do Tricolor no ano.

“Por ser o primeiro jogo da temporada, com cinco dias de treino, mostramos muita posse de bola, agressividade. O Trapp (goleiro do Eintracht) nao fez nenhuma defesa, mas incomodamos, tivemos a posse e mostramos uma transição muito rápida da defesa para o ataque. foi um bom primeiro tempo. vamos ajustar detalhes”, destacou.

UOL

86 comentários

  1. temos que contratar um zagueiro galera.
    Só podemos contar com o Bruno Alves.
    Arboleda serve a seleção com frequência, Anderson Martins é sofrível e os zagueiros da base servem pra compro elenco, e tb com muita frequência estão na seleção de base.

  2. Eu confesso q não gosto desse estilo de jogo, não gosto de fortes emoções… sempre tem um q erra, são humanos…
    Mas se der certo fica bonito de se ver

  3. Começo de temporada e o time ainda vai se acertar, mas eu ainda acredito que precisamos de reforços. Zagueiro, meia e atacante que jogue aberto

  4. Jardine faça algo diferente. A torcida não aguenta mais Bruno Peres na direita, Hudson e Jucilei jogando juntos. Custa fazer uma única mudança?

    Obs. Bruno Peres não sabe jogar futebol

  5. olha so o tempo perdido com essa Florida Cup – o time se reapresenta dia 4… dia 5 viaja,, digamos que treine dia 6 a dia 8… dia 9 não pode treinar fisicamente por que joga no dia 10.. e e impensável fazer preparação física um dia antes do jogo. joga na quinta,, sexta e regereracao por que as pernas estão doloridas,, joga no sábado,,, digamos que volta no domingo,, ai o pessoal precisa ir pra casa pra ver a família, etc.. mais um dia de folga.. contem quantos dias perdidos,,,,6 ou sete dias perdidos,,, acham vocês que o preparador físico e magico? ele nem precisava ter ido pra Florida, ou podia ter ficado na Disney. e o Paulistinha começa logo.

    P.;s. volta Levi

  6. Meu time para o paulista seria assim:

    Volpi

    Reinaldo
    Arboleda
    Bruno Alves
    Hudson ou Igor

    Luan
    Liziero
    Hernanes

    Helinho
    Everton
    Pablo

    Enquanto o Luan ta na seleção, colocaria o Hudson de volante e o Igor na lateral

    • O meu tbm…

      Mas confio no Jardine, é período de testes ainda…

      Até o carnaval será assim, um time em formação se encaixando…

  7. Eu diretoria esse Bruno Peres (devolução sem custos para aa Europa), pois e péssimo lateral e erra fundamentos básicos.

    Acredito que três peças seriam necessárias para o time (prioridade):

    1) Um lateral direitou diferenciado (ou deixa o Hudson)
    2) um zagueiro para ser titulart ou em condições de disputar a titularidade.
    3) um segundo volante.

    E, se possível, uma quarta peça: um atacante pela direita.

    Volpi Jean – Perri

    Hudson – Igor – Tuta
    Arboleda – Anderson – Walce
    Bruno Alves – ??? – Rodrigo
    Reinaldo – Léo – Caique

    Luan – Jucilei – William
    ????? – Liziero – Araruna
    Hernanes – Nenê – Anthony

    Helinho – Everton F. – Biro Biro
    Everton – Carneiro – Brenner
    Pablo – DS – Trellez

  8. Eu acho legal quando goleiro não dá chutão e sai jogando mas odeio qdo fazem isso estilo Audax. Se o time está sendo pressionado dá um chutão e tira a bola pq é mto pior perder a bola e levar o gol do que tentar recuperar depois. Jogador precisa ter noção pra fazer isso.

    • É ridículo fazer isso quando o outro time ta pressionando. O time todo ta de costas pro campo de ataque, o outro time vindo no abafa. É certeza q algo vai dar errado.
      E o goleiro tbm nao pode dar um passe curto forte como foi ontem.

  9. Uma enoooooooorme diferença do Volpi para os goleiros anteriores ele já mostrou e nem falo da parte técnica, é a postura… O cara falou no plural “Tivemos uma pequena vacilada”, mostrou leitura de jogo e fala da equipe e não dele… O cara se preocupa com a equipe…

    Na minha visão isso faz muita diferença…

    • Eu estava vendo os melhores momentos de River e SP na Libertadores 2016, me deu desespero de ver os lances do Dênis no gol mesmo sabendo que era um jogo de 3 anos atrás, e o gol que tomamos que ele não segura, espalma pra frente bate no Tiago Mendes e entra, que bizarrice, começar o ano sem Denis e Sidao já é um alento.

  10. Na minha opinião, o goleiro mandou um tijolo pro Bruno Peres,,, Ele deveria assumir o B.O e aliviar o Bruno Peres,.

    Se o Jardine quer um goleiro que jogjue com os pes, devíamos ter segurado o Sidao….ahahahahahahaha……

    Outra coisa – Anderson Martins não começou ontem no futebol,, ele joga muito ,, porem esta visivelmente fora de forma..
    Mais uma observação – Nene com 37 anos joga muito,,,,

  11. Essa proposta de jogo do Jardine é bom pra time que tem qualidade com a bola nos pés. Desde o goleiro até o centroavante, se analisarmos bem ainda não temos qualidade. Metade do time não tem essa qualidade do toque de bola, será preciso muito treinamento, entrosamento e paciência da torcida com o time.

  12. Bruno Peres continua muito mal, Liziero briga por titularidade e Nenê mostrou vontade que bom.

    O que me importa é dia 6 de fevereiro, e até lá Habemus Pato !

  13. Insistir com Jucilei e Hudson é pedir pra ser cornetado logo no início do trabalho. Todo mundo fala que não dá certo,não entendo porque a teimosia com mais de um técnico diferente.

  14. Chega de seca pimenteira….precisamos de uma defumação para livrar-nos dos cornetas, até mesmo os mais velhos, pois se dependessem deles Dario Pereira, Careca e Raí não teriam dado certo, pois demoraram um pouco para engrenarem no tricolor.

      • Meu maior medo:

        Outlet de #OutLeco …, um dos dois (ou os dois) saírem.

        Luan e Lizziero seriam titulares em qualquer time do Brasil …, só para não dizer que no “meu” time seriam absolutos.

        Saudações, irmãos.

        • Do jeito q é, capaz de ficar o Jucilei e os dois irem embora.

          Bom retorno ao estado normal de vida Paulo. Feliz é o homem q nao tem acesso a internet por um período.
          2019 ainda promete grandes emoções.

  15. E o Rogério Ceni com aquele timinho de meia tigela e o Sidão no gol ganhou o torneio. O nosso meio de campo de hoje é simplesmente horrível – ou muda ou adeus às ilusões. As desilusões podem estar apenas começando – não é pessimismo, mas questão de enxergar a realidade..

  16. A dinâmica de jogo é o mesmo utilizado na base , quem viu o Tuta querendo da um chapéu dentro da área pra nao da um chutão e tirar o perigo do gol , e complicou nossa classificação em primeiro lugar do grupo , mas os erros de início iriam aparecer , não podemos deixar de levar em conta que o time adversário jogou muito em cima do nosso erro marcação forte e alta o tempo todo , coisa que não veremos por aqui , o que pude observar foi o seguinte 1 Anderson Martins de titular não da haja coração , 2 hudson e jucilei juntos não da , time fica sem criacao e lento , 3 precisamos de um meia criativo , (ganso cairia como uma luva nesse time ) para ajudar Hernanes , 3 temos que ter um plano b contra times fechados reativos Pato seria uma ótima opção para da qualidade ao ataque , quando fomos vice campeões tínhamos no meio campo , denilson , Souza , Kaká , Ganso , Kardec e Pato , poderíamos formar um sexteto novamente , Luan , Liziero , Hernanes , Ganso , Pablo e Pato e ganharíamos alguma coisa esse ano só tá faltando Ganso e Pato pra esse time decolar

  17. A trilha sonora do jogo de ontem para mim foi… “A mesma praça, o mesmo banco, as mesmas flores, o mesmo jardim, tudo é igual mas estou triste por que não tenho o troféu perto de mim… refrão…”

  18. Nene joga muito se não fosse ele sp teria perdido de 2 x 0, o problema é que ele fica muito sobrecarregado…o segundo gol foi um gol bizarro que o sp está acostumado a levar….fiquei puto

  19. Não vi o jogo, só os melhores momentos. O problema é que não existiram os melhores momentos. Contra o ajax, estarei assistindo e aguardo melhora do time. Mas, de antemão, eu já previa um time moroso com Jucilei, Hudson e Hernanes no meio. Eu testaria um 4-4-2, com Nenê, Hernanes, Liziero e Hudson. Na frente, Pablo e Everton.

  20. De Post anterior:

    marciotricolor
    Açougueiros, médicos, professores não dependem do físico para exercerem suas profissões… Qualquer um dos três pode ser até cadeirante que volta das férias em plena forma…

    Jogador de futebol depende muito do seu estado físico e uma volta das férias é um período crítico para eles desenvolverem suas funções.
    Junte-se a isso o fato de estarem desentrosados com os companheiros, mais o fato da.mudanca de mentalidade de jogo, implantada pelo novo treinador, mais outros fatores que limitam suas performances…

    O justo é cobrar alguma coisa a partir do mata mata da Libertadores… Até lá já terão adquirido o melhor em termos físicos e entrosamento.
    ——————————————————————————–
    Como o comentário do Márcio, abraço os comentários dos demais colegas que entendem
    que estamos iniciando uma nova temporada,
    com novos atletas, nova filosofia de jogo e fomos enfrentar uma equipe no meio de temporada, com jogadores que se conhecem e entrosado…

    Então, menos né galera?
    Já escrevi e repito: pouco me importa quais os placares até o dia 06/02. Ate lá me preocupo exclusivamente em ver um time bem treinado, coeso, funcionando dentro da nova proposta de jogo e com um, se não perfeito, bom entrosamento entre os atletas.

    Ficar resmungando em início de temporada é o fim da picada, pra mim…

    Bom dia a todos os Tricolores do Blog!!
    E um bom retorno, meu caro Paulo Scala! a

    • “Açougueiros, médicos, professores não dependem do físico para exercerem suas profissões… Qualquer um dos três pode ser até cadeirante que volta das férias em plena forma…” , falou o filósofo são-paulino do blog. Menos brother, menos…

        • Respeito!? Falar de profissionais como se fossem super-homens que não dependem das condições físicas para ganhar o pão de cada dia e de cadeirantes especiais é respeito? Por certo não estudamos na mesma escola.

          • Deixa de ser tolo.. sabe muito de interpretação de textos, heim… se vai se meter em conversa alheia, procure entender o contexto… se não consegue, ignora…

            De fato não estudamos juntos, pois te falta muito…

            E mesmo assim, não te dei o direito de vir com ironias sobre meus comentários. Quer criticar, fique a vontade, mas ironizar, não…

            Fica na sua e respeite…

            Nunca te dei liberdades aqui…

            • Xingando-me de “tolo”? Isso é linguagem que eu não usaria, nem uso. Pode ter certeza de que não estudamos na mesma escola. De que direito você se refere em um blog aberto ao público apara opiniões? Tudo está respondido dentro da urbanidade. É bom você moderar sua linguagem. Pense nisso.

              • Cara, vc está querendo confusão… não estou a fim…

                Fica na sua, melhor pra vc…

                Fez merda e agora quer dar uma de bacana, superior… assuma, desculpe-se, é mais bonito… interpretou errado, se meteu onde não foi chamado, ironizou meu comentário que vc não entendeu e misturou tudo… o que é claro para todos, vc teve dificuldades…

                E não te xinguei… falei o que eu vejo em vc…

                • Você continua usando palavras indevidas. E hoje é sexta-feira, dia de peixe. Nada como sair para um almoço e comer uma peixada. E se quiser esfriar a cabeça tome um bom vinho branco, bem gelado. Ou então fica aí todo atormentado pelo empate do São Paulo que eu estou saindo para almoçar. Até mais tarde, são-paulino, que vou em frente e volto depois para o condomínio.

          • Não querendo tomar partido aqui, mas ficou evidente pela postagem do Márcio que, quando se referiu a cadeirantes, quis enfatizar o fato de que o aspecto físico, para aqueles profissionais, em nada impacta, ao contrário do atleta, cuja condição física influi mais que qualquer outra coisa em começo de temporada.

            Acho que faltou interpretação de texto a ti, caro Pedro Neto. Mas é só minha opinião.

      • Estamos fazendo uma renovação completa no nosso “condomínio”, já abolimos o teste de Cooper. É a modernidade e novos métodos de treinamento. Breve daremos notícias e a nova receita para ser campeão. Aguarde. Bom retorno ao amigo e um abraço. kkkkkkk

  21. Nova filosofia de jogo? Jardine comanda o time desde novembro. E foi ridículo no brasileiro. E agora começa o ano com mais uma partida em que esta perdido.

    Eu não vou ficar passando pano pra esse estagiário que se acha gênio Pq a estrutura de cotia fez ele ganhar títulos na base

    • Ontem Muricy, hoje Jardine, qualquer semelhança não é mera coincidência:

      “Eu não vou ficar passando pano pra esse treinero que se acha gênio Pq a estrutura da barra funda fez ele ganhar títulos no profissional”

        • Só estou mostrando a simularidade entre os discursos. Não estou falando que o Jardine será um Muricy, mas é inegável a qualidade di primeiro como treinador da base. Se vai dar certo no profissional são outros quinhentos

          • Futebol de base não eh futebol profissional. Atacante de 1,80 na base consegue sair trombando e fazer gol. Não a toa, “revelamos” um monte de centro avante ze ngm que na base era um monstro.

            Boa parte dos times de base mal conseguem ter uma alimentação no nível necessário .

            Jardine tem se mostrado ridículo. E retrospecto na base não significa nada.

            Ou você justifica um desempenho pífio no trabalho com ” na quinta serie eu era o melhor da sala” ?

            Não existe nenhuma semelhança entre os discursos. Primeiro Pq o muricy é técnico de futebol e o jardine não.

  22. É um estilo de jogo bonito de ver, quando bem treinado e praticado.
    Masss… É necessário ter zagueiro com qualidade técnica com a bola nos pés. E pra time com restrição orçamentária como o nosso e com o futebol no nível que está, você tem que se contentar com o zagueiro que é bom na principal função do zagueiro: defender.
    Um ou outro vai ter equilíbrio entre defender bem e saber sair jogando. E os que o tem, logo são vendidos.
    Logo, é bem difícil a implantação desse sistema de jogo.

  23. Então o resumo da ópera deste comentario foi: dominamos o jogo, tivemos a posse de bola mas não incomodamos o goleiro adversário e para piorar tomamos 2 gols por erros individuais, alias dos 2 laterais direito, que beleza hein? Então começamos igualzinho terminamos 2018, tendo a posse da bola e perdendo os jogos? Parem de dourar a pílula que fica até ridículo, só acredita nesta conversa quem não entende nada de futebol! Jardine, vê se acha logo o time considerado titular para não ficarmos vendo estes vexames já de cara e o mais importante é que daqui a alguns dias teremos o Paulista e a pré-Libertadores e não dá para chegar no campeonatos tendo 2 times e não tendo nenhum…… !!!!

  24. Acho que todos tem direito de criticar, sem extrapolar. Não é um espaço de Polianas , acredito.

    Não sou e nunca serei uma Poliana.

    O time com Jardine terminou com Jucilei e Hudson em 2018.

    Recomeça com os mesmos Jucilei e Hudson.

    Não dá para fazer uma transição rápida com esses 2. Hernanes vai “morrer em campo” se tiver que vir buscar jogo.

    Jardine tem de colocar volantes rápidos com a bola.

    O melhor momento do São Paulo foi quando Jucilei ( uma grua ) se machucou e Liziero jogou com Hudson.

    Torço para que Jardine não se “incline” aos medalhões e mude logo.

  25. Sei que é o começo, entendo que o time do primeiro tempo não é nosso titular, o Jardine vai achar um time, eu quero acreditar.
    Analisando o jogo de ontem, nada mudou…….., o time não chuta para o gol, não faz jogada de meio, não mostra tesão, precisamos de jogadores que queiram ser campeão

O São Paulo precisa de nós! Vamos apoiar!