Economista elogia o São Paulo e coloca Tricolor como único clube próximo de Flamengo e Palmeiras

Dentre os clubes mais ricos do Brasil, o São Paulo é aquele mais próximo de alcançar Flamengo e Palmeiras, que hoje ocupam o topo do ranking. A análise parte do economista Cesar Grafietti, consultor do Itaú BBA e responsável pela análise financeira das principais agremiações nacionais há oito anos.

“O São Paulo é o clube que está mais preparado para se equiparar a Flamengo e Palmeiras. Pode disputar, mesmo sem um patrocinador forte como o do Palmeiras ou a receita de TV do Flamengo, porque tem um estádio grande, torcida grande”, afirmou Grafietti, em entrevista exclusiva à Gazeta Esportiva.

Presidido por Carlos Augusto de Barros e Silva, o Leco, o Tricolor vem equilibrando suas contas graças a uma rigorosa política econômica, aliada aos novos contratos de publicidade. Um sintoma disso é a contratação de Pablo, a mais cara da história do clube.

A meta é sanar seus débitos com instituições financeiras até o fim de 2019 e se tornar independente da venda de atletas no ano seguinte. “Em 2018, não ouvi falar em atraso de salários e problemas relacionados à falta de caixa. Isso significa que esse processo que o São Paulo começou recentemente vem surtindo efeito”, atestou.

A reestruturação do São Paulo, ainda segundo o consultor, passa diretamente pelo executivo de futebol Raí. De acordo com Cesar Grafiette, o ex-jogador, com diploma da Uefa, aprimorou a gestão de recursos financeiros no departamento de futebol. “Até então, tinha muito diretor que fazia o papel de diretor e que não conseguia fazer da melhor maneira possível”, frisou.

FAMA DE EXPORTADOR
Num clube de futebol, uma parte importante da venda de atletas é para cobrir um buraco importante no fluxo de caixa. O primeiro grande problema é vender para fechar as contas. O orçamento que o clube divulgava de R$ 70 milhões em venda de atletas era única e exclusivamente para manter as contas em dia, e isso é muito ruim.

CICLO VICIOSO
É natural que o clube venda atletas dado que ele é um formador. Tem a questão do futebol europeu que atrai o atleta mais jovem, mas ele acaba vendendo mais do que deve justamente porque precisa fechar suas contas. Tem que repor com outro que às vezes é mais caro e nem sempre é uma garantia que ele irá desempenhar o mesmo futebol do atleta que foi vendido. O grande problema é vender para fechar conta.

MUDANÇA DE PATAMAR
Há três ou quatro anos, o São Paulo estava em uma situação extremamente complicada, muitas dívidas, custos altos, tendo que vender atletas para fechar as contas. O ano de 2017 foi o último que isso aconteceu, tanto é que em 2018 não ouvi falar em atraso de salários e problemas relacionados à falta de caixa.

AMORTIZAÇÃO DE DÍVIDAS
Isso significa que esse processo que o São Paulo começou recentemente vem surtindo efeito. Como transformar uma estrutura mais organizada de custos mais competitiva? Tendo dentro da estrutura esportiva do clube alguém capacitado para fazer isso. É preciso montar elencos bem equilibrados com atletas baratos para poder fazer esses clubes irem bem dentro de campo.

IMPORTÂNCIA DE RAÍ
O São Paulo passou dessa fase com a chegada do Raí. Até então, tinha muito diretor que fazia o papel de diretor de futebol e que não conseguia fazer da melhor maneira possível. O Raí é alguém do ramo, com conhecimento, e se não trouxe resultados ainda neste ano, teve um desempenho bastante equilibrado e coerente. Parte dessa venda de atletas serviu justamente para reciclar o elenco, abrir mão de alguns atletas, trazendo outros que se encaixavam no perfil do treinador. Alguém do ramo é o que faz a diferença para clubes com menos dinheiro fazer a diferença dentro de campo.

USO INTELIGENTE DO DINHEIRO
Com uma figura que coordena bem a parte esportiva e pagando as dívidas, o clube consegue ter mais eficiência no uso desses recursos. Acho que essa ‘eurodependência’ [termo encontrado na parte do São Paulo no relatório do Itaú BBA referente ao ano de 2017] vinha muito da necessidade de vender porque precisava pagar conta. Agora pode usar o valor de forma mais eficiente. Acho que faltava muito essa gestão esportiva eficiente no São Paulo que parece começar a acontecer desde a chegada do Raí. Há acertos, há erros. O que se espera é que ele corrija os erros cometidos no ano de 2018 e não os repita para conseguir um desempenho ainda melhor do que foi esse primeiro ano dele.

Gazeta Esportiva

29 comentários

  1. Magno Fernandes

    @Cf27Magno
    Follow Follow @Cf27Magno
    More
    Meia brasileiro naturalizado boliviano Thomaz, que pertence ao @SaoPauloFC, mas em 2018, jogou no @Paysandu (um dos poucos jogadores que se destacaram no elenco), onde foi campeão da @sigaCopaVerde, irá jogar no @Bolivar_Oficial, a temporada de 2019, inclusive a @Libertadores.

  2. É sério que estão cogitando o peladeiro Iago Pikachu? mais um jogador patético do RJ que a mídia carioca trata como craque…

    E esse Pablo Perez? jogador velho, que ñ se destaca em nada a não ser nos cartões amarelos, enfim… Se já contratou o Hernanes, para que contratar outro cara de 33 anos? é absurdo…

    Precisamos de juventude no meio-campo, não um argentino velho e superestimado só porque jogou uma final de Libertadores, na qual, inclusive, ñ se destacou…

    • Na boa, você só pode ser bi-polar cara !!! …

      Até outro dia, estava falando que tudo bem trazer Pablo Perez, hoje você mirou o canhão contra ele !

      E eu também não entendo o grau de virulências suas críticas como se a gente pudesse ter um leque de contratações infinitas – mais ou menos como um football manager !

      – Escolhe e vai atrás !

      Não é assim que a banda toca não !

      Tem valores, tem contrato, tem uma série de fatores envolvidos nas negociações !

      Queria eu poder descartar um “argentino velho, de 33 anos bla bla bla” e poder ir atrás do Modric !

      Eu hein !!!

      • Cara, nunca fui a favor da contratação do Perez… desde o princípio, pela idade, me pareceu um equívoco.

        Agora… para que contratar esse Pikachu peladeiro se temos o Helinho, que tem um baita potencial?

        B. Peres no ataque é melhor que ele.

  3. Feliz ano novo pessoal..
    que Deus abençoe a todos…
    2019 nos de algum titulo..
    pessoalmente não peço nada além de menos estresse
    fui

  4. Já falei aqui uma vez,se Raí trouxer Messi e CR7, ainda assim vai ter gente reclamando,acho que isso é um hábito, sei lá…os caras nunca estão felizes,até outro dia o Raí era lerdo,estava de férias. .nunca vai estar bom.

    • Se trouxer Cristiano Ronaldo vão falar que é mt velho 33 anos, q precisamos de juventude.
      Se trouxer Messi vão falar que é mt caro e que é jogador de um time só e pode não render aqui pelo preço q pagamos…
      Tem de tudo aqui, principalmente pessimismo KKKKK

  5. Adorei esta no twitter :

    Especulações dão conta de Alexandre Pato no SPFC e de um romance com a filha de Silvio Santos, Rebeca.

    –> Se o Pato voltar ao SPFC em 2019 por causa da Rebeca Abravanel, eu viro consultor Jequiti no mesmo dia !

    ahahahahahaha

  6. Esse Vieira é encubado só não sei se é sereia , pepa ou gayvota pois todos os jogadores especulados ele diz que não da certo no São Paulo , ao invez de criticar diga quem você gostaria no São Paulo , não critique a opinião dos outros , Quero que o Raí contrate Pato , Ganso , Miranda , e Daniel Alves

O São Paulo precisa de nós! Vamos apoiar!