Patrocínio Renovado no São Paulo! Acordo com a Urbano vale por mais 1 ano agora

O São Paulo e a Urbano renovaram o contrato de patrocínio iniciado no fim de 2016 e que já vai para a terceira temporada. A marca de alimentos, que desde julho ocupa as mangas dos uniformes do Tricolor, assinou o novo vínculo até dezembro de 2019, com possibilidade de extensão por mais um ano.

A diretoria, como de praxe, não divulga os valores do acordo. Mas o UOL Esporte apurou que as cifras já são duas vezes maiores do que as apresentadas no primeiro contrato do São Paulo com a Urbano. A empresa ainda mantém ações nas redes sociais e um camarote no Morumbi.

Nesta semana, o Tricolor também definiu que não renovaria com a marca de bebidas Poty. O antigo parceiro fechou com o Corinthians por dois anos para ocupar a parte de trás dos calções, mesma propriedade dos tempos de São Paulo, e queria manter os dois acordos. Os são-paulinos, porém, consideraram que há ofertas melhores no mercado.

O mesmo se aplica à empresa de material de construção Joli, que estampou sua marca nas costas da camisa e também nos números do uniforme. O contrato de dois anos se encerra neste mês e não será prorrogado. 

Agora, o São Paulo segue garantido com os patrocínios do Banco Inter, principal parceiro, MRV Engenharia e Urbano estampados nos uniformes. Há ainda a parceira com a Konami e o jogo PES 2019, que pode pagar por mais jogos com a marca exibida nas camisas do clube durante os dois anos de contrato.

UOL

34 comentários

  1. DS e EF: dois caras que vieram do Sport mas não renderam o esperado.
    Vamos ver o que vai virar em 2019. Carlinhos Nevez vai ter que colocar os dois em forma

  2. Eu comecei a comprar o Arroz da marca Urbano desde que começaram a nos patrocinar alem de outros produtos da marca, e a qualidade é muito boa, melhor que de varias outras marcas e com isso prestigio a marca, o legal que a Urbano tb combina perfeitamente com o uniforme, nao ficando aquela logo amarelas bizarras da Joli e poty, se mudassem a cor ficaria aceitável, mas amarelo ninguem merece

    • Eu não sei de qual estado vc é, mas aqui no Paraná a Urbano é uma marca muito forte e conhecida há muito tempo, realmente ela faz produtos de boa qualidade, independente ou não de patrocinar o SPFC, eu recomendo é muito boa.

      • sou paulista morando em ctba-pr a muito tempo, só compro o arroz deles agora, eu ja conhecia a urbano bem antes do patrocínio, só nao comprava pq achava um pouco mais caro que outros, mas agora só entra esse em casa, a esposa exige a compra dele agora depois que testou e aprovou e a qualidade é melhor que outros

  3. Eu sei que vai ter uma turma que não vai gostar do meu comentário, mas lá vai

    Que a camisa do SPFC em 2019 deixe de ser esse “macacão de F1” que virou e seja mais limpa, eu torço que o clube consiga vários patrocinadores, mas para os camarotes, placas no estádio, nas redes sociais, e etc.

    Por mim a camisa do SPFC só teria o patrocinador principal e só !

    • Certo mesmo era sem patrocínio, como já aconteceu, mas no Brasil não é possível se manter com apenas 1 patrocínio quem dirá nenhum.
      Austeridade financeira e conquistas de títulos permitem apenas 1 patrocinador master abaixo do escudo, o SP pode estar trilhando esse caminho, mas vai demorar.

      • Barcelona que não tinha patrocínio, acabou por ceder e ter um. Quem dirá os clubes brasileiros. Só os leitões com a “parceria”.

    • Você não viu na Itália, principalmente no Voley, uma poluição visual tanto na camisa como na quadra, Patrocínio sempre é bem vindo, a não ser que apareça um magnata e banque o time, ai sim, concordo em ter uma Camisa “Limpa”.

  4. Não podemos ficar pensando só no Profeta. Uma andorinha só não faz verão.
    Temos que montar um time ágil e compacto.
    Temos que buscar um segundo volante, meia e ponta direita titulares.
    Quero ver onde vão jogar DS e EF ano que vem.
    Será que algum deles tem potencial e forma física para ser o nosso 10?
    Investimentos ainda infrutíferos.

  5. Sobre o post anterior, essa história me fez lembrar do Renan, que jogava na lusa e foi num jogo no morumbi torcer pelo SPFC. A lusa rescindiu o contrato com ele por isso. Precisava?

  6. No outro post vi a galera reclamando que o Diego Souza “só faz gol dentro da área”. Meu Deus do céu. Eu não sei o que seria do SPFC se o Serginho Chulapa jogasse hoje em dia. E o que dizer do Romário então, que mal andava em campo? Não sou defensor do Diego Souza, mas a galera procura qualquer motivo pra reclamar e fala cada asneira….

    • Romário continuaria sendo o mesmo RomarRo, esse que mal andava em campo é o de final de carreira, se adaptou a jogar dentro da aáre, pois antes disso não era centro avante.

      • E mesmo andando em campo, fazia mais gols que os atacantes rápidos de hoje. O ponto é esse. Na ânsia de reclamar, a galera atira pra todo lado.

  7. Neste quesito o clube melhorou muito em referencia a outros anos.

    Ainda torço para um Sheik Arabe vir e tirar o clube das mãos do feudo que nos explora. hahahahaha

    • É o que eu sempre quis. Seria bárbaro ver nossos adversários olharem para nós e dizerem: olha lá o novo riquinho do pedaço!!!! E o spfc comprando quem bem quisesse. Chega de costela, eu quero é picanha..rs

      • Eu entendo o que você diz, mas ainda acho que o orgulho de poder bater no peito e dizer que nossos títulos só pertencem ao SPFC, e não a Parmalat, Hicks Muse e Crefisas da vida não tem preço.

  8. Legal…importante o estabelecimento de parcerias longas com patrocinadores que acreditam no potencial tricolor…só um detalhe…podiam mudar um pouco o esquema de divulgação…não sei…nas entrevistas colocar um banner…algum tipo de dispositivo publicitario…aquele saco de arroz e feijão na mesa enquanto o jogador, treinador, dirigente fala…é muito feio…KKK….muito…

  9. Tenho o maior respeito e gratidão pela Joli e Poty por terem apostado no clube em tempos difíceis, mas não posso negar que saber que a camisa nao terá aquele amarelão me dá um alívio…

    Agora é só dar um fim em alguns jogadores amarelões.

  10. O presidente da Poty disse isso: “A parceria entre São Paulo e Poty foi muito feliz, com bons resultados comerciais para a empresa. A ideia era renovar, mas, por uma questão de estratégia do clube, não houve acordo para um novo contrato”.

    Agora fica a curiosidade pra saber a que se refere essa “estratégia”.

O São Paulo precisa de nós! Vamos apoiar!