Ricardo Rocha confessa que Nenê foi ‘mimado’ e aconselha Rodrigo Caio a sair do São Paulo

Quatro dias após deixar o cargo de coordenador de futebol do São Paulo, que terminou o Brasileirão 2018 na quinta colocação, o ex-jogador Ricardo Rocha falou sobre os bastidores do clube e problemas vividos ao longo de 2018.

Em entrevista ao programa Seleção SporTV, o ex-dirigente Tricolor admitiu que o meia Nenê foi mimado ao longo da temporada. “Houve algumas insatisfações. Vimos uma, o Nenê”. “Foi, foi, sim”, respondeu ao ser questionado sobre ser mimado ou não.

Depois, conversamos. Fomos nós (diretoria) que falamos de trazer Nenê, foi muito importante para a gente. Caiu de produção, como alguns caíram. Haviam insatisfações, uma dele. Mas você trabalha o ano inteiro e vem uma tempestade em copo d’água no São Paulo”, completou.

Outro jogador que terminou a temporada envolvido em rixa no clube foi Rodrigo Caio. O zagueiro críticou Aguirre, se disse perseguido pela torcida são-paulina e Ricardo Rocha o aconselhou a deixar o clube.

É uma opinião do Rodrigo, você tem que respeitar tudo. É jogador importante para o São Paulo, mas naquele momento o Aguirre achava que era o quarto zagueiro. Rodrigo ficou muito tempo parado. Ele teve proposta boa antes da Copa, ficou porque esperava ser convocado. Ele é ótimo jogador. E digo mais: por essa declaração dele, é bom ele sair. Ele tem que sair, ou emprestado ou vendido, porque tem muita bola. Voltar à seleção brasileira. Falei para ele. Ele precisa mudar a cabeça dele. É a pressão que é muito grande. Tudo que dá errado é Rodrigo. E não é assim. Tudo não pode ser ele“, finalizou.

Fora do Tricolor, Ricardo Rocha agora se dedicará a sua empresa que prestará serviço de assessoria aos clubes. O Criciúma se tornou um cliente e ele negou ter conversas com o Vasco da Gama.

Torcedores.com

23 comentários

  1. Pois é, o Ricardo Rocha voltou ao que faz de melhor: fofoca e declarações engraçadinhas…
    Onde ele estava quando poderia evitar estes problemas e nada fez?

  2. O cara ao invés de repreender o Nenê e o Rodrigo Caio passar a mão na cabeça dos 2 só mostra como ele de fato era incompetente para o cargo.

    Eu só fico p da vida que demitiram o Pintado que serviria perfeitamente para esse cargo.

  3. Nunca entendi sua indicação. Pra mim nunca foi aquele cara pra fazer a função que ele ocupava, me vem agora com essa declaração amadora…

    Raí, escolha melhor seus colaboradores…

  4. E o sigilo profissional, fica aonde, sr. Ricardo Rocha?

    A instituição que o sr. trabalhava atrasou alguma vez seu salário ou deixou de te dar as condições necessárias para o trabalho? Então como é que o sr. sai e na mesma semana já dá entrevista expondo a instituição desta forma?

  5. Primeiro: um incompetente a menos. Nessa reportagem se esclarece que o Sr. Ricardo Rocha não tem a menor condição de exercer o cargo que ocupava.
    Segundo: é por isso que eu quero Rodrigo Caio e Nenê fora do São Paulo! Também não quero Diego, Lucas Lima ou qualquer jogador mimizento, criador de caso, que coloque seus interesses acima da instituição. Será que esses idiotas não entendem que eles defendem os interesses de uma nação, a torcida tricolor, e não o deles?

  6. Traga o Mac e acabamos com essa historia de coordenador.

    Quando a Lugano criticou duramente nenê e disse se eu tivesse no vestiário isso não aconteceria.

    A quem ele mandou recado?

    A esse traste rocha…..cascateiro .

  7. infelizmente há anos estou vendo meu time do coração acabar. o que aconteceu com o SPFC? Entro nesse blog todo santo dia, 5,6 vezes por dia e só fico triste!

  8. Isso infelizmente é o desenho real do nosso clube nos ultimos anos: muito amadorismo e sem um norte! Devolvam a nossa grandeza perdida.

  9. Deveríamos analisar os fatos vendo a matéria completa e não um apanhado da mesma, sinto muito, esta tendênciosa, peço aos colegas que vejam a matéria completa ok… Depois vamos aos fatos!!!

Deixe uma resposta