Nesta noite de segunda-feira, o Tricolor recebeu o SPORT para jogo válido pela penúltima rodada do Brasileirão.

Esse foi o primeiro jogo de André Jardine após a efetivação como tecnico do SPFC.

E podemos dizer que não “começou” tão bem.

Ambos os times precisavam da vitória. O Tricolor , para subir para a quarta posição e o Sport para fugir do descenso. O São Paulo parecia nunca ter treinado junto, tamanho o desentrosamento dos jogadores, falhas de passes e finalizações. Já o Sport, fazia o dele, jogando por uma bola.

O primeiro tempo foi isso: fraco. Destaque para um pênalti não dado em cima de Diego Souza.

Falando em pênalti, compensaram a falha na segunda etapa mas nosso camisa 10, Nenê, fez o favor de bater ridiculamente mal.

Reinaldo foi mal, Diego Souza idem. Helinho não irei criticar pois é um garoto mas exagera na vontade e é fominha. Precisa se controlar!

E assim seguimos tomando sufoco do Sport, jogando aquele futebol pra esquecer. Mais um empate, mais uma vez não vencemos no Morumbi.

Tenho sérias preocupações com o que teremos para o ano de 2019. Ou os nossos dirigentes enxergam que não temos time e o problema nunca foi técnico ou seremos eliminados na pré-libertadores (ou fase de grupo caso consigamos por um milagre divino).

Domingo tem Chape lá na Arena Condá, com ingresso a “10 pilas” pra empurrar o alviverde que luta contra o rebaixamento. Outra parada dura pela frente. E mais uma vez desperdiçamos a chance de nos classificarmos para a fase de grupos. Aliás, é o que mais fizemos nesse ano: desperdiçar chances!

Que Deus nos proteja!

 

SÃO PAULO 0 X 0 SPORT

Local: Morumbi, em São Paulo (SP)

Data: Segunda-feira, 26 de novembro de 2018

Horário: 20 horas (de Brasília)

Árbitro: André Luiz de Freitas Castro (GO)

Assistentes: Cristhian Passos (GO) e Leone Carvalho Rocha (GO)

Público: 15.235 torcedores

Renda: R$ 454.321,00

Cartão Amarelo: Reinaldo (São Paulo); Mateus Gonçalves, Jair e Matheus Peixoto (Sport)

Cartão Vermelho: Cláudio Winck (Sport)

Gol: –

SÃO PAULO: Jean; Araruna (Igor Gomes), Arboleda, Bruno Alves e Reinaldo; Jucilei, Liziero e Nenê (Tréllez); Helinho (Antony), Everton e Diego Souza

Técnico: André Jardine

SPORT: Maílson; Cláudio Winck, Ernando, Adryelson e Raul Prata; Marcão (Deivid), Jair, Michel Bastos (Hernane Brocador), Gabriel e Mateus Gonçalves; Matheus Peixoto (Marlone)

Técnico: Milton Mendes

Anúncios