Reforços? Tamanho do investimento, nível de reforços e velocidade de contratações dependem da posição final do São Paulo no G4

As duas últimas partidas do São Paulo no Campeonato Brasileiro vão definir como o departamento de futebol vai atuar no mercado da bola nas próximas semanas. A diretoria já começou a analisar as possibilidades para montar o elenco de 2019. No entanto, muito dessas escolhas passam pela classificação ou não para a fase de grupos da Copa Libertadores.

Nos últimos anos, Tricolor paulista esperou as últimas semanas de janeiro para contratar alguns jogadores – como Lucas Pratto e Jucilei,ambos em fevereiro de 2017, e Nenê, no fim de janeiro de 2018. Tal estratégia servia para o clube esperar a movimentação do mercado estabilizar e, em alguns casos, o valor dos atletas baixar.

No entanto, caso o Tricolor paulista fique com um lugar na etapa preliminar do torneio continental, a diretoria vai ter de acelerar o processo de contratação de reforços. O primeiro jogo do mata-mata no torneio continental será entre os dias 5 e 7 de fevereiro. Já a fase de grupos só estreia a partir do dia 5 de março. Muito antes, em janeiro, o São Paulo viaja para os Estados Unidos, onde fica até o dia 14 para a disputa da Florida Cup. Ainda em janeiro, a equipe do Morumbi faz a sua estreia no Campeonato Paulista. A primeira rodada do estadual deve acontecer no dia 20, sendo que o Tricolor está no Grupo D ao lado de Oeste, Ituano e Botafogo.

Outra preocupação do clube é com o perfil dos jogadores. Se tiver de participar da Pré-Libertadores, o São Paulo terá de disputar uma decisão logo no início da temporada. Por isso, há quem veja a importância de contar com atletas mais experientes, que saibam lidar com esse tipo de situação e precise de menos tempo para se adaptar ao novo clube.

Em um primeiro momento, o São Paulo não espera fazer tantas trocas no elenco. Até o momento, foram detectadas as necessidades de se trazer um goleiro – o presidente Carlos Augusto de Barros e Silva, o Leco, chegou a conversar com José Carlos Peres, do Santos, sobre Vanderlei -, um lateral direito, um lateral esquerdo, um armador e um atacante.

Com a derrota para o Vasco, na última quinta-feira (22), o São Paulo passou a não depender apenas dos seus resultados no Brasileirão para garantir a classificação na fase de grupos da Copa Libertadores, fato que mudou com o empate do Grêmio neste domingo. Agora, só depende de si.

O São Paulo já chegou a participar da Pré-Libertadores. Em 2016, o Tricolor disputou a fase contra os peruanos do César Vallejo e teve dificuldade para obter a vaga. Na ocasião, a equipe, então comandada pelo argentino Edgardo Bauza, empatou por 1 a 1 fora de casa e ganhou por 1 a 0 no Pacaembu para se classificar.

UOL

 

37 comentários

  1. time de craques para hj
    jean
    tuta
    rodrigo(base)
    arboleda
    re
    jucilei
    lizi
    nene
    brenner
    helinho
    pedro
    ctz q com esse time estariamos disputando o titulo

  2. quanto as contratações o rai nao pode errar.
    pro gol, oblak. lat direito auro. volante chega no real e traz o modric q esta em baixa. isco tbm, pra meia. bale pra ponta.
    pato nao q o pato nao marca
    de centroavante estamos bem servidos com o pedro

  3. Que argumento furado. Ou seja, se não estiver realmente na Libertadores pode contratar meia duzia de zé ruela barato pq esse é o nível que esperam pro SPFC jogar todos os outros campeonatos. Fica bem claro pq nunca saímos dessa zona e nunca entramos forte pra brigar por títulos. O pensamento pequeno começa lá em cima e desce pro resto do clube até chegar nos jogadores que acreditam que estar na libertadores “atualmente” é um passo incrível pra um clube como o Sao Paulo.

    E eu sei que essa “notícia” não tem aspas com algo que o Raí/Leco ou alguém tenha dito mas é uma notícia que se encaixa perfeitamente no modus operandi do SPFC.

  4. O que fizeram com o SPFC, muito triste, estão matando aos poucos esse clube por ego, se não tivermos mudanças profundas em um curto período de tempo, nosso futuro será catastrófico.

  5. Isso explica o momento de seca do spfc, não tem segredo se não investir forte e rápido visando coisas grandes ( títulos) o reflexo chega no time que se torna apático e aceita qualquer resultado! Por exemplo, duvido que esses vagabundos ganhem os dois jogos, se ganharem hoje já vão achar de bom tamanho e tomar um sapeco da chape domingo! Triste spfc

    • André, começo a achar que a culpa é nossa, a torcida do SPFC é muito cordeirinho. Depois desse fracasso era motivo de dar uma prensa nos jogadores lá no CT e uma prensa na diretoria lá no Morumbi. Não dá mais para ficarmos parados, assistindo á destruição do SPFC. pelo jeito raí, Ricardo Rocha sãoi da mesma estirpe de leco, nada estão fazendo para tirar o SPFC desse atoleiro

  6. enquanto isso Palmeiras trazendo Pablo, Raphael Veiga…tá pintando uma soberania o sp nem trazer um técnico cascudo consegue. time deve estar falido mesmo, alias há muito tempo…só fica trazendo técnicos decadentes, usando os interinos, fora os técnicos horríveis como Ricardo Gomes, Doriva. e desculpa sempre é elenco fraco…com esse elenco o sp vai disputar uma pré libertadores que ele nem merecia para segundo turno pífio de um campeonato com 2 turnos.

    #3patetas #vemabelão

  7. Bom dia, nação.

    Se essa matéria for verdade, podemos aguardar as próximas eleições para presidente no nosso tricolor (já estou na espera), porque não há esperanças.
    Quer dizer que só começamos a planejar um ano inteiro se for para a libertadores ou não? Decepção…
    Eu sou torcedor! Quero ganhar Brasileirão, Copa do Brasil, Paulistinha e ate futebol de botão! Não quero que meu time só se importe com libertadores.
    A maioria dos clubes que vencem tal competição, vem de um trabalho anterior, pensando no clube de sair bem durante todo um ano e não em UMA competição.
    Por isso estamos sem título a muito tempo, não há mentalidade vencedora no clube.

    Saudações tricolores.

  8. Jogador bom e perfil vencedor. São esses kras que devem ser contratados. Vms ver… A princípio, pelas especulações, mais do mesmo de 16,17,18, vem em 19…

  9. Vamos deixar o Raí trabalhar, mais um ano, pq ele merece credibilidade pelo que representa no clube e na nossa história. Mas ele caminha a passos largos pra se tornar mais uma decepção engolido pelo presidente derrotado. O Leco respeita tanto o Raí que no jogo do sub20 bancou o Jardine passando por cima do diretor de futebol que sequer havia se pronunciado sobre e que dias antes disse que esperaria até o final do ano pra decidir algo.

    Alias a discrepância do discurso do Raí depois da demissão do Aguirre, o discurso do Jardine depois dos jogos que fez e o discurso do Leco representam bem a zona que é o SPFC, que paga salário para “profissionais com reconhecida competência na área”.

    • Só completando: Raí é um cara que demorou pra engrenar no SPFC, se superou e virou ídolo. Chegou no PSG, demorou pra engrenar e virou ídolo. Ele é um cara que sabe da capacidade que tem e principalmente, carater não lhe falta. Tenho certeza que ele sabe que errou muito esse ano e vai tentar fazer algo diferente pra 2019. Só espero que dessa vez o pensamento seja grande.

    • Bom dia, Fabio.

      Não tem como jogar a culpa no Raí. O Raí chegou agora e essa história de planejamento ruim, más contratações e etc., são casos de anos e quem não vê isso, são torcedores de memória curta e que não falam com a razão.
      Acredito que o trabalho do nosso atual diretor possa ter críticas, pois, todos estamos sujeitos a mesma (assim como esse comentário pode haver críticas), mas pedir sua saída e culpá-lo por todo que aconteceu nesse período, é demais!
      Concordo contigo, vamos deixar ele trabalhar.

      Saudações tricolores

  10. “há quem veja a importância de contar com atletas mais experientes”. Experientes como Nene, Trellez, Bruno peres, Jucilei, Edimar? Socorro, meu deus, esses vermes malditos não vão contratar nenhum reforço verdadeiro, já no inicio de 2019 seremos eliminados da pre-libertadores, depois nas oitavas do paulistinha, depois no inicio da copinha do Brasil, aí o jardine será demitido e celso Roth chega para salvar o SPFC do rebaixamento no brasileirão. Fora leco, fora Raí

  11. Muita reclamação sobre o nível dos nossos jogadores, mas éo que dá pra fazer com bilheterias tão baixas, devido a ingressos de preços baixíssimos e públicos menores ainda. A receita que faz os rivais estarem bem na frente é de bilheteria, por mais que queremos fingir que é da patrocinadora. Acorda são Paulino! Não vamos exigir mais do que a nossa contrapartida

  12. Acho isso frescura demais…não importa…fase de grupo…pré libertadores….tá na libertadores e ponto final…é até melhor a pré…mais jogos…mais renda…visto a preferência da torcida por esse torneio…

    Frescura ..se tem que contratar ..contrata…e ponto…

  13. Cada post aqui a decepção com a diretoria só aumenta. Como assim, o peso das contratações depende do G4?
    O objetivo dessa gestão é reerguer o SPFC, financeiramente e tecnicamente, independentemente das competições. A porcada disparou lá na frente, e não sejamos simplistas na análise, relacionando tudo ao patrocinador, percebam a infraestrutura construída. Na base estão chegando em todas as competições, mais alerta que isso, impossível.

  14. Quer dizer então que não confiam numa classificação de mata mata e só vão fazer algo que preste em termos de contratações caso entremos direto na competição?
    Paulista, brasileiro e outras competições estão em segundo plano? Deixa para os outros ganharem?

  15. Torcendo para um grande do Rio ser rebaixado…ou Vasco ou Flu. sp não irá vencer a chape na ultima rodada brigando por rebaixamento. e Ceara não vai perder para o Vasco na ultima rodada. se cair os 2 seria lindo..Vasco e Flu na segundona é possivel hein.

  16. Os caras estão esperando a xepa,o final da feira,ficam olhando os rivais escolherem os melhores jogadores e vão contratar os refugos,pois esses são mais baratos.
    Espero que não seja vdd,pois não consigo entender a diferença pra formação do elenco em disputar a pré ou a fase de grupos.Diretoria pensando pequeno,se isso realmente acontecer seremos mais uma vez coadjuvantes e Jardine será fritado após a 1° ou 2° eliminação.

  17. Passaram o começo do ano inteiro falando “esse é pra ser o nosso último ano de reestruturação, vamos evitar vender nossos talentos, montar uma espinha dorsal e ano que vem teremos contratações pontuais pra de fato disputar título”. Final do ano chega e as especulações pra ~disputar título~ em 2019 são: outro ponta gringo que só corre e ninguém jamais notou o potencial, lateral do Bahia e outro da Série B, vender o único jogador com características de segundo volante do elenco (Liziero) pra terminar o ano no azul (depois de N notícias falando que as dívidas estão abaixando e chegando ao fim), e as contratações de alto perfil que exigem gastos “os valores assustam” e o São Paulo deixa de novo pros rivais diretos.

    Não queria ser pessimista, mas parece que 2019 vai ser mais um ano de mediocridade e zero títulos na galeria. Torçam pra que em dezembro eu esteja engolindo minhas palavras, por favor.

  18. Há jogadores que retornarão de empréstimo, somados a uns “10” do elenco atual, que pouco jogam. Se tentar trocar por jogadores pouco utilizados, mas em clubes que vem se destacando, tipo: Cruzeiro, Grêmio, Atlético MG, Inter e Flamengo. Porque não tentar oferecer 5 por 2, como fizemos, por exemplo em meados de “95” quanto contratamos ‘Belletti e Sérginho’? Não que dará certo da mesma forma, mas pra evitar gastos em contratações (Já que não tem); Use a “moeda de troca” afinal teremos uns 20 jogadores em Janeiro para tentar negociar neste modulo. Tem bons reservas nestes clubes, que não jogam por preferência do técnico ou porq tem muita gente pra jogar.
    Por outro lado, quem sabe, né Diretoria ? Contratar Dede (Cruzeiro); Cazares (Atletico MG); Pablo (Atletico. PR); Bressan ou o volante Michel (Gremio); Rever e/ou Uribe (Flamengo) mais ‘Hernanes, e Pato’ (com fim de contrato em seus clubes); e um lateral direito ‘marcador, iriam melhorar muito a qualidade do grupo, se uns 5 desses nomes surgir.
    E não digam que é impossível. Estamos falando do SPFC. Que “dentre os grandes, és o primeiro.”

  19. Se depender do desempenho de 2018 para fazer contratações em 2019, ja podemos imaginar que 2019 será novamente um fracasso. Nene, Diego Souza e toda a patota devem partir, inclusive o tecnico. Não sei se Jardine tem condições tecnicas para um time do tamanho do SPFC. Temos que contratar um tecnico vencedor. Que tal pensar em Rogerio Ceni. Se temos que engoli o Leco, entao que Rogerio engula seco e volte urgente para o Sâo Paulo. Pelo menos é saopaulino de coração e sabera exigir da Diretoria um time à altura a torcida que tem. Chega de sofrimento !

Deixe uma resposta