“Não sabíamos por onde ir ofensivamente” diz Nenê elogiando o trabalho de Jardine

Nenê voltou a brilhar com a camisa do São Paulo neste domingo, na vitória por 1 a 0 sobre o Cruzeiro, no Morumbi. Bastante participativo e protagonista de algumas das melhoras chances do Tricolor no jogo, o camisa 10 exaltou o trabalho de André Jardine, o grande responsável pela melhora da equipe no setor ofensivo, segundo ele.

“Tivemos pouco tempo de trabalho, mas Jardine conversou bastante com a gente, sabia o que o time podia render, soube posicionar a gente quando estávamos com a bola. Ofensivamente não sabíamos muito por onde ir e hoje já tivemos um grande avanço nesse quesito”, afirmou Nenê.

“Soubemos impor nosso ritmo, tivemos paciência na hora certa e chances de ampliar o resultado. Fico feliz pela vitória consistente, mas o mais importante foram os três pontos”, completou o camisa 10.

Quem também comentou sobre a importância do resultado foi o zagueiro Bruno Alves. Depois de empatar os três últimos jogos no Brasileirão, o São Paulo voltou a vencer neste domingo e segue firme na briga por uma vaga para a fase de grupos da Copa Libertadores com o Grêmio.

“Iniciamos bem o primeiro turno, mas a gente deixou cair, infelizmente, no segundo. Lutamos até o fim, mas, infelizmente, não deu o título. Agora é buscar essa Libertadores, queremos a vaga direta, então vamos lutar até o fim por ela“, concluiu o zagueiro são-paulino.

Gazeta Esportiva

22 comentários

  1. Esse Nenê é mais falso que nota de três reais… primeiro disse que tentou até ligar para o ex técnico. Agora, já vem com conversinha de que “não sabiam direito por onde ir”. Pra que inimigos quando se tem um amigo desses?
    Rsrs

  2. Puro oportunismo do Nenê, não precisava dar uma declaração dessa alfinetando o Aguirre ou o time tão elogiado pelos contra-ataques rápidos, pelas aulas de contra-ataque como o gol contra o Cruzeiro no primeiro turno, ele não sabia para onde ir também ofensivamente? Reinaldo sempre posicionado com lado contrario para pegar quem estivesse na ponta esquerda em velocidade, isso é não saber para onde ir? Menos nenê, bem menos… Vi o jogo ontem é para mim sua nota foi 4 talvez 5, errou passes bobos, não da combate e mostra que é titular hoje por conta da influência no elenco. Concordo que o Aguirre é limitado e ofensivamente ele não tem variações, mas falar que não sabia para onde ir é d+. Fala menos nenê e joga mais, Pôr que o seu saldo na temporada é negativo, 1 turno excelente, 2 turno pífio e ainda mais causando tumulto no ambiente junto com mais uns 3-4 biquinhos, então vai jogar bola e larga de ser mala…rsrsrs
    Jardine não vai impor sua forma de trabalho em 4 rodadas, esqueçam… O que ele vai fazer é usar jogadores que na visão dele, mesmo no esquema do Aguirre, poderiam jogar para poder termos variações táticas mais interessantes.

  3. Ainda que o que ele disse seja verdade (e eu até concordo), dizer isso agora, após a primeira Vitória pós Aguirre me soa oportunista.

    Até pq o time foi exatamente igual ao que esteve vencedor no primeiro turno…

    Exagero dizer que após 4 dias de treino já foi possível enxergar por onde ir no ataque.

  4. Discurso incoerente, quando estavam ganhando e liderando sabiam por onde atacar, bem organizados, não tinha problemas em posicionar no campo.
    Aguirre perdeu peças e escolheu mal os substitutos, porem na maioria dos jogos o conceito era o mesmo. Passou da hora desse cara treinar mais e falar menos, ontem perdeu um gol feito, mandou a bola na torcida.
    Sobre a notícia do Thiago Mendes, seria bom se voltasse sim, por ser um segundo volante veloz, recompoe bem e ao menos, chuta no gol. Formaria uma boa dupla com o Luan, ambos velozes, com bom passe.

  5. Thiago Mendes começou bem, mas depois seu futebol caiu muito. No final de sua passagem, estava deixando a torcida em estado de nervos. O Bruno Henrique teria sido uma melhor contratação, ambos jogavam no Goiás.

  6. Uma declaração oportunista, feita para gerar manchetes e comentários nas Redes Sociais, achei uma atuação de regular para boa do Nenê, numa vitória fundamental para nos garantir na Libertadores do ano que vem, agora é pensar nos reforços para 2019

  7. Em sendo verdade isso que disse o Nenê, me pergunto o porquê o Jardine não ter dado essas dicas antes pois ele era o auxiliar e imagino que não esteja proibido de dar orientações aos atletas desde que não contrastem com o que diz o técnico. Pra que servia o Jardine lá se não podia abrir a boca? Para mim parece mais mimimi do Nenê que quer colocar a culpa do seu mal rendimento no segundo turno a uma suposta falta de orientação do Aguirre…..

  8. Quanto mais o Nene fala ou se mexe, mais dá pra ver o caráter desse indivíduo.
    Quem lê, pensa que teve noite de Messi no Morumbi…
    Fica de olho Jardine e Raí !

Deixe uma resposta