Jardine evita expor vontade sobre o comando técnico do São Paulo: “Não vou criar expectativa”

Apesar do São Paulo já estar na Libertadores 2019, André Jardine evitar falar sobre o comando técnico do Tricolor no próximo ano. A informação da diretoria são-paulina é que o treinador interino fica no cargo até o fim do Brasileirão, mas uma definição será dada após a temporada.

Jardine prefere não criar expectativa e quer fazer seu trabalho como interino, assim como já havia acontecido em outras duas oportunidades no São Paulo.

“Sobre o ano que vem já respondi na outra coletiva, mas reforço que não quero criar nenhuma expectativa. Eles (a Diretoria) estão observando o meu trabalho, o mercado, e vão fazer o melhor para o São Paulo no ano que vem”declarou. 

Mesmo não sabendo qual será seu futuro, Jardine tem cobrado o São Paulo para melhorar o rendimento. Foi assim após o empate contra o Grêmio e assim, segundo ele, permanece para os jogos finais do Brasileirão.

“Nós continuamos com esse pensamento de sempre melhorar, mesmo com o pouco tempo que temos de treino. É ir pontuando. Contra o Grêmio era controlar o jogo, ficar mais com a bola e assim não permitir se impusesse. A partir dessa ‘fotografia’ contra o Grêmio, a gente procurou contra o Cruzeiro manter isso, mas conseguir ‘machucar’ mais. Era esse o objetivo”, revelou.

“Em cima de uma posse que bola que teríamos, que eu imaginei, era produzir um volume maior de situações. Transformar o time em uma equipe mais perigosa. Agora é um desafio tremendo, porque são pouquíssimos treinos, por mais que tenhamos jogadores experientes… eu sou um cara que acredita demais que a ferramenta treino ela é decisiva para ter transformação”, completou.

Torcedores.com

18 comentários

  1. Joaquim Paulino Leite Neto
    19 de novembro de 2018 às 15:33

    O que o Jardine tem a aprender com Abel Braga?

    Técnico experiente, reconhecido no mercado e multicampeão. Será que não tem nada a ensinar a quem nunca treinou uma equipe profissional?

    Sobre gestão de grupo, batalha de egos no elenco e postura em jogos eliminatórios ele vai aprender sozinho? Vamos mais uma vez ser a cobaia do nosso próprio laboratório.

    Parece que a passagem do Rogério Ceni como técnico não deixou nenhum ensinamento.

  2. Falta experiencia ao Jardine.

    A experiencia ensina ao Técnico, que ele tem que ser retranqueiro, pois se ele tenta algo diferente e o time começa a perder os jogos, a torcida começa a pressionar.
    A experiencia mostra ao Técnico que ele tem que buscar jogar fechadinho, só sair de boa, tentar não tomar o gol, jogar para não perder.
    Esse negocio de querer jogar para a frente, é coisa daqueles que estão começando, coitados.
    Precisam adquirir experiencia, para saber que na teoria é o futebol dos sonhos, mas na pratica para não perder o cargo, você tem que Não dar espetáculos, é jogar pelo resultado.

  3. Técnicos Trabalhadores.

    O segredo do sucesso do Telê Santana, é que ele colocava os jogadores para treinar.
    Mesma coisa o Bernadinho do Vôlei, ele coloca o pessoal para treinar.
    Uma vez eu ouvi uma história de um Setorista que acompanhava os treinos do Palmeiras. O Palmeiras estava muito ruim. O Setorista conta, que o Palmeiras estava ruim porque o Técnico não treinava o time. O Técnico chegava, pedia para os jogadores darem chutes no gol, depois dava meia hora de rachão e encerrava o treinamento.
    Uma outra coisa foi o Corinthians não ter demitido o Tite mesmo após a eliminação para o Tolima. O Corinthians não demitiu o Tite na época, porque os Dirigentes do Corinthians viam que o Tite treinava muito o time, não era um Técnico preguiçoso.
    No São Paulo sempre era preciso o São Paulo ser eliminado da Libertadores, mais o Juvenal Juvêncio cobrar do Muricy, para o São Paulo começar a melhorar o desempenho.
    O São Paulo poderia ter um Departamento de Futebol, que esteja preparado para avaliar Treinadores.
    Investigar quais são os Técnicos Trabalhadores.
    Os Técnicos que colocam os jogadores para treinar.
    O São Paulo através do seu Departamento de Futebol, buscaria informações dos Técnicos.
    Aqueles que não ficam esperando o tempo passar, as derrotas se acumular, para começar a treinar o time.
    Mas aqueles que não dão moleza aos jogadores.
    O São Paulo a partir dessas informações, só contrataria Técnicos que tenham esse perfil, aqueles que treinam bastante as equipes.
    Que o Departamento de Futebol tenha competência para fazer isso.
    Buscar informações dos Treinadores, saber quais são aqueles que são Trabalhadores.

  4. Pelo discurso, é sinal de que a diretoria vai pelo menos avaliar os nomes disponíveis no mercado e eventualmente até abrir negociação.
    Pra mim, ela está sondando a situação de Abel, e aguardando as definições do futuro de Cuca e Mano (este parece que está renovando contrato, não sei, me corrijam).
    Eu tentaria trazer o Abel Braga, que é um técnico vitorioso, linha dura quando preciso, incentiva a molecada. Sabe lidar com o elenco.
    Enfim esse seria meu nome.

  5. Vem um Técnico Experiente e não usa as categorias de base.
    Como Diretor de Futebol, o Raí não pode fazer nada.
    Se o Técnico Experiente não quiser usar as categorias de base, o Raí não pode escalar o time.
    O Jardine vai usar as categorias de base.
    No meu entender isso é de um ganho para o São Paulo.
    Você não precisa ficar trazendo um Pacotão de reforços.
    Sou mais o Jardine que vai usar as categorias de base.
    do que
    Um Experiente que pode não usar e não tem nada que o Raí possa fazer.

      • Não vai apostar tudo nas categorias de base.
        Pode ficar tranquilo.
        O São Paulo já está de olho no mercado para trazer os reforços pontuais.
        Alias, nunca o São Paulo usou 100% a base, nem na época dos Menudos.

  6. Se vier um técnico experiente, daqueles que vive reclamando do futebol brasileiro, estilo o Abel em sua entrevista, o que vai acontecer?

    1. Falar que os garotos precisam de trocentos jogos pra serem titular, aí já era;
    2. Se for o Abel, vai pedir o Gum;
    3. Vai exigir jogador caro… Aí vamos entrar no plano B, C, D, E.
    4. Continuo torcendo pelo “inexperiente” e ofensivo Jardine.

    Me devaneio : se o Santos ficar fora da libertadores vai ter que reduzir a folha, logo eu tentaria negociar Carlos Sanches. Envolve jogador na negociação.

    • Acho que depende muito de como for a derrota.
      Existem derrotas com honra e outras por descaso, preguiça.
      Tem empate que pode ser pior que uma derrota, como foi aquele com os Travecos com 1 jogador a menos … ah, aí a torcida não perdoa e ate o Raí ficou louco.

      • Verdade.
        No Paulista o Dorival perdeu para o santos, jogando mil vezes melhor.
        Depois perdeu para o Palmeiras lá na casa deles, onde todos os Técnicos estão perdendo lá, onde eu vejo que o Palmeiras dobra o bixo em vitórias contra o São Paulo ($$$$).
        O Aguirre trucidou o Corinthians no primeiro turno.
        Depois no segundo turno foi um fiasco com esse futebol horroroso.
        Mudou muito o futebol.
        Quis ganhar no primeiro turno.
        Teve medo de ganhar no segundo.

  7. Pode até apostar em Jardine por causa de todo seu conhecimento do elenco. Mas, se for para trazer alguém, que seja TOP. E Abel Braga, me desculpem os iludidos, não é TOP nem de longe. Perguntem a qualquer torcedor de Fluminense e vejam qual vai ser a resposta. Sou torcedor dos dois times e sei do que estou falando. Ele é uma versão “Paizão” do próprio Aguirre, conceitos táticos e futebol são para aqueles que gostam de: “Faz 1×0 e retranca para não tomar o empate.”

  8. Será que vale realmente o risco?

    Deixamos de trazer alguém experiente que faça uma pré temporada e molde o elenco para apostar no Jardine que pode ser demitido depois do Paulista na véspera da estreia da libertadores, Depois disso, não tem mais critério, vão atrás de quem estiver sobrando no mercado.

    Não que isso seja novidade, o looping parece eterno,

  9. Esta é a Hora Certa para o São Paulo contratar o experiente ABEL BRAGA para ser o técnico TRICOLOR e manter o Jardine na comissão fixa.
    Com a classificação garantida para a Libertadores precisaremos de reforços de qualidade se quiser ter chances de título em 2019,já passou da hora do São Paulo voltar a ser proragonista nas competições que disputar. ..

Deixe uma resposta