Nene desabafa por boatos com Aguirre, se diz chateado e revela que tentou contato com o ex treinador

Nene voltou ao time titular do São Paulo após a demissão de Diego Aguirre. Ao final do jogo de empate do São Paulo contra o Grêmio, o camisa 10 abriu o jogo ao falar sobre sua relação com o ex-técnico do Tricolor e revelou chateação com boatos de desavença com o uruguaio.

O São Paulo brigou pelo título durante boa parte do Brasileirão, mas caiu de rendimento e o foco hoje é o G-4. Apesar da queda de produção, Nene exaltou Aguirre ao falar da posição que o Tricolor se encontra no momento e falou do seu sentimento após a demissão do treinador.

“O Aguirre tem um mérito enorme por estarmos onde estamos. A direção quis adiantar (a saída) pelos resultados. Eu realmente fiquei chateado porque acabou caindo na minha conta uma coisa que não teve nada a ver comigo”, contou o meio-campista.

Alguns episódios aumentaram ainda mais os rumores de uma má relação de Nene com Aguirre. A última delas foi o possível vácuo em Aguirre na comemoração do gol de Brenner, contra o Corinthians.

“Todo mundo fala da comemoração do Nenê, mas eu nem fiz o gol. Eu ainda olhei para o Aguirre e falei ‘vamos!’. Sempre é com o banco (a comemoração), acabou que dessa vez ele (Aguirre) estava um pouco afastado. Eu não puxei o Brenner. Se eu tivesse feito o gol, beleza, mas eu estava acompanhando ele e a gente comemorou com o banco”, detalhou.

“Como aconteceu logo em seguida (a demissão), acabaram relacionando a isso. E eu fiquei realmente muito chateado, porque eu pensei: ‘pô, brincadeira… Ainda vai cair na minha conta’. Eu tenho minha consciência tranquila. Espero que o torcedor saiba que os veículos de comunicação vendem mais com polêmicas. Estou muito tranquilo, mas muito chateado, porque isso acabou criando uma verdade que não tem nada a ver. Daqui a pouco é racha, é panela… Nosso grupo é excelente, pode perguntar para qualquer pessoa do clube”, completou.

Nene ainda relembrou o episódio em que deixou o Morumbi mais cedo por não entrar em campo contra o Flamengo e se defendeu.

“Aconteceu isso uma vez, porque eu quero estar dentro de campo, ajudando, sou competitivo. Se querer estar ali ajudando é faltar com respeito… Se o cara está aqui e não está querendo ajudar alguma coisa está errada. Simplesmente isso”, ressaltou.

“Eu me sinto bastante chateado. Por causa de um ato meu, acredito que rude, de ter saído rápido (do estádio após o jogo contra o Flamengo), acabaram criando coisas que não são verdade, tentando desestabilizar. Mas não foi uma coisa desrespeitosa com ninguém. Foi em relação ao resultado mesmo. Estávamos jogando contra um grande adversário, bem no jogo, e tomamos o empate, quase tomamos a virada”, acrescentou Nene.

“Uma parte da torcida acabou acreditando nisso, levando em consideração. Fico bastante chateado. Não estou feliz pela situação, pelo Aguirre. Sempre tive uma relação muito boa com ele, antes mesmo do São Paulo. Acabou caindo em cima de mim, me relacionaram ao que aconteceu. Nunca desrespeitei ninguém. Espero que a torcida veja que isso foi inventado. O tempo mostra a verdade”, concluiu.

Torcedores.com 

13 comentários

  1. A comunicação anda muito ruim no SPFC.
    Raí tentou falar com Lugano e Nenê com Aguirre.

    Nosso time nem “fala” com a bola.

    #OutLeco fala sozinho.

    E o tricolor sofre com a falta de futebol.

  2. Sem elencos de qualidade, sem líderes, mercadores na direção, mercenários de aluguel, “bondes velhos, caros e cansados”,
    garotos que não jogam e vão embora “misteriosamente ” …, tempos difíceis que perduram sobre o tricolor.

    • Lautaro da selecao argentina e o Martinez, joga na inter milao. O Acosta q ta sendo especulado e outro jogador. Quem cairia bem no nosso time e o Meza do independiente, mas custa uma bolada

  3. Sinceramente, espero que a diretoria monte um elenco competitivo. Busque jogador comprometido, com liderança, exemplos: Hernanes, Calleri( Acho difícil, aceitaria até o Chaves novamente).

  4. Nenê, não precisa nem do VAR pra ver você puxando o Brener com o braço enganchado nele. Espero que não azede o clima com o Jardine também.

  5. Para mim o Nenê deveria pegar as coisas dele e ir embora, não por ser laranja podre, mas para ver o lado dele, o cara tem futebol para estar jogando em um clube que possa lhe oferecer mais que o São Paulo e sua torcida, aqui os caras querem velo pelas costas, então vai cuidar da sua vida, mete o pé. Pior coisa é ficar onde as pessoas não te querem. Eu agradeço pelo que fez aqui e desejo boa sorte… Que consiga um clube que possa te ajudar a mostrar o seu futebol, porque o nosso não quer isso, nem de você e nem de ninguém, é um time que quer viver do passado…

Deixe uma resposta