Jardine, vendas de laranjas podres…o que Leco disse ao Conselho Deliberativo…

Nem Abel Braga, muito menos Cuca, tampouco Rogério Ceni. Na noite desta terça-feira, em reunião do Conselho Deliberativo do São Paulo, o presidente Leco assegurou que André Jardine é o Plano A do clube para a próxima temporada. O dirigente ainda prometeu uma limpa no elenco em dezembro para o caso de novos atos de indisciplina de atletas.

Durante um discurso que durou aproximadamente 30 minutos, Leco revelou que há um consenso entre os principais dirigentes do clube a respeito da efetivação, em breve, de Jardine. Os motivos: seu currículo extremamente vitorioso na base, o fato de ser um estudioso, conhecer o elenco e gostar de fazer seus times jogarem de maneira ofensiva, com posse de bola.

Ao menos entre os conselheiros presentes, a reação à notícia não foi das melhores. Tanto que alguns pediram a palavra e indagaram sobre a falta de experiência do treinador, de apenas 39 anos de idade. Mesmo assim, o presidente o bancou.

A demissão de Diego Aguirre, anunciada na noite de domingo, também rendeu perguntas. Leco admitiu que a dispensa do uruguaio passou pelo clima ruim no vestiário. Embora não tenha citado nomes, o Blog apurou que Nenê, Arboleda e Rodrigo Caio foram alguns dos que tiveram desentendimentos com o ex-comandante nas últimas semanas.

Leco ainda foi questionado sobre o que fará com os jogadores que teriam conspirado para derrubar Aguirre. A promessa, pelo menos em plenário, foi de que novos atos de indisciplina não serão aceitos. Algo como: quem não entrar na linha até o fim do ano fará parte de uma limpa que pode ser promovida pela diretoria em janeiro.

Diretor-executivo de futebol do São Paulo, Raí era esperado na reunião, mas não compareceu. Até por isso, o presidente precisou assumir a responsabilidade de informar sobre o departamento mais falado do clube. Leco, inclusive, afirmou que decidiu pôr fim ao ciclo de Aguirre depois de uma reunião com Raí e Alexandre Pássaro, na manhã de domingo.

A multa pela demissão do uruguaio vai obrigar o São Paulo a bancar seus salários até dezembro, quando acaba o contrato, conforme revelou o Blog nesta segunda-feira.

Jorge Nicola

62 comentários

  1. “O dirigente ainda prometeu uma limpa no elenco em dezembro para o caso de novos atos de indisciplina de atletas.”

    Isso é a única coisa que o Leco é campeão: limpar o elenco e contratar um monte de jogador meia boca pra ter que limpar novamente no próximo ano. E a consequência é um monte de dinheiro indo pra conta de um monte de gente e ninguém nunca vai ficar sabendo.

  2. Quem disse que foi só o R. Caio voltar que a maionese desandou foi chamado de corneta, o que dizer agora desse jogador nota 5 mimizento e paneleiro ?

    Leonardo leve de graça pro Milan esse encosto.

    • Mas vc está partindo do pressuposto de que a notícia seja verdadeira, amigo.

      Quem disse que foi o Rodrigo Caio que é paneleiro? Foi o Nicola… O Nicola, mano!!! Muita credibilidade, não é mesmo?! Tem a mesma credibilidade da Foice de São Paulo e Estadão lixo em matéria de política…

      Jornaleco brasileiro não tem credibilidade nenhuma. Solta as notícias sem provas só pra ganhar clique e venda e o pior é que brasileiro aceita… Não acredito nisso de jeito nenhum.

      O Nenê eu vi a panela dele, ficou nítido. Arboleda e Rodrigo Caio eu duvido muito que tenham feito panela, são éticos demais.

      • tenho dúvidas nesse ético demais, a quem diga que aquela greve de silencio lá teve dedo dele, enfim, que vá embora juntos com os perebas, Trellez, Sidao, Bruno Peres, Edimar, não dá mais a continuidade desses nota 5 pra baixo, que contrate jogador incontestável e preencha com a base

        • Mais uma vez, apenas boatos, caro amigo. “Há quem diga…”. Não sabemos, então não podemos raciocinar a partir de boatos infundados.

          E quanto a ser “pereba”, eu discordo muito de vc.
          Na minha opinião, Rodrigo Caio é nosso melhor zagueiro, com sobras. Disparado mesmo. Só acho que esteja num mal momento e, por isso, eu mesmo não o escalaria como titular. Mas vejo-o como um dos zagueiros top 5 do país, com facilidade.

      • RC sempre foi ético dentro e fora do campo. Também duvido que ele tenha participado dessa tal panelinha. Mas o povo pegou tanta birra dele que qualquer negativa relacionada ao nome dele já vem o “eu não disse”.

  3. o que o Leco fala não se escreve, já mudou tecnico, jogador, entra ano sai ano o problema é o mesmo, só ele e sua patota não mudam

  4. Nível do jornalismo brasileiro é pior que o nível da diretoria do Sâo Paulo.

    Os caras soltam a matéria sem fonte, sem pé nem cabeça, sem provas, sem a menor fundamentação ou base que a sustente, no maior nível João Bidu (do horóscopo) e o pior é que tem gente que aceita.

    Nicola, num país sério, jamais teria o espaço que tem na mídia esportiva. Assim como outros jornalistas.

    Mas mais triste ainda é constatar que gente esclarecida aceite o que eles dizem sem o menor senso crítico.

    • Ué, ontem e anteontem vc estava elogiando o Rodrigo Caio por ter contribuído para a demissão do Aguirre… Não acha que isso é uma incoerência?

      Se vc conseguir analisar os fatos sem referir `ad personam’, conseguirá bem mais clareza para enxergar as situações.

      Porque é nítido pra uma galera aqui do blog (o próprio Marcio falou isso ontem pra vc, se referindo ao Aguirre) que quando vc não gosta da pessoa, nada que ela faça servirá pra vc. Tipo o Aguirre fala “a…” vc já mete o pau no cara. Mesma coisa pro Rodrigo Caio,

      • Uma coisa não anula a outra.
        Obrigado, Rodrigo Caio, por ter ajudado a se livrar da anta do Aguirre.
        Agora que já se livrou, venha cá: qua a tua reclamação mesmo?
        O contexto muda quando a situação muda.

        • Ué, mano, mas a gente não sabe se ele ajudou mesmo a se livrar do Aguirre.

          Mas supondo que seja verdade, ele teria motivos pra reclamar sim.

          Quantas vezes Aguirre escalou Anderson Martins e este comprometeu? Enquanto isso, Rodrigo Caio, que é muito mais zagueiro que o Anderson Martins, ficava no banco, mesmo quando Arboleda estava servindo a seleção do Equador.

          E o argumento do Aguirre para a escolha do Anderson Martins era que o A Martins tinha “saída de bola”?! Ahn!? Sério, Aguirre? Foi aí que comecei a ver que o Aguirre não servia pro SP, além de ser covarde. Nenhum zagueiro no país tem a saída de bola do Rodrigo Caio, neste quesito (estou falando da saída de bola, antes que vc critique, ok?) ele é nível europeu.

          Anderson Martins comprometeu demais e Aguirre continuava dando chances pra ele. Se o R Caio tivesse comprometido o tanto de vezes que o Anderson Martins comprometeu, teria sido linchado pela torcida.

  5. E a notícia diz: alguns.
    Ou seja, tinha mais gente braba com o Aguirre.
    Perdeu o controle total…e me parece ser verdade. As substituições bizarras me parecem mais um tipo de punição aos “revoltados”. Tal qual o Lugano, colocou os interesses pessoais acima da instituição.
    Revoltante.

    • E a notícia diz: alguns.
      Ou seja: nada.

      É o Nicola, mano! o Nicola!!!

      Não tem credibilidade nenhuma. Ele é campeão de processos de jogadores movidos contra a imprensa esportiva, sabia disso? Ele simplesmente cria um fato e publica-o como se fosse verdade.

      E os torcedores aceitam sem o menos senso crítico e ainda fica revoltado com uma coisa que nem existiu… Lamentável.

        • Mas no caso do Nenê, eu concordo contigo, pq ficou nítido na comemoração do menino Brenner.

          O Nenê claramente impede ele de abraçar o Aguirre e o empurra em direção aos jogadores.

          Fora os vídeos do SPFC Tv que quem acompanha sabe que o Nenê é o líder das panelinhas. No caso dele, é indiscutível.

          Mas Arboleda e Rodrigo Caio estão longe dessa panelinha, estão sempre trabalhando em silêncio no canto deles em todos os vídeos que a gente vê.

          O Nicola é um fanfarrão, nem merecia ser citado num blog sério como este.

          • Torcida ta tao frustrada q nem se preocupa mais em filtrar nada, a cada especulacao, polemicazinha fabricada ja descarregam odio, acabam virando marionetes nas maos desses pseudo jornalistas

            • Exatamente isso, Paulo.

              E já criam uma alcunha e um rótulo para um jogador nosso em cima de uma notícia plantada. Aí, a partir disso, qualquer coisa que o jogador diga ou fale será julgada a partir deste “fato” que nunca existiu.

              É muita injustiça com o jogador, que fica marcado para sempre por uma coisa que nem fez, nem disse.

      • Pois é, Nelson.

        Eu tbm não gosto do Aguirre e queria ele fora do tricolor desde o jogo contra o Palmeiras.

        Mas daí a criticar tudo o que o cara fez ou disse, como se ele fosse o único culpado dos problemas do SP, existe uma grande diferença.

        Se chegar um técnico novo, vai ser refém do mesmo sistema que impede o SP de ganhar um título há anos e vai ser responsabilizado como culpado novamente.

        Se um jogador da base jogar 3 jogos ruins seguidos, Cotia vai ser responsabilizada pelos maus resultados dos anos e será refém do mesmo sistema. Mesma coisa com os jogadores.

        Enquando isso, Leco continua lá, sorrindo à toa por receber 30k por mês, o busto do JJ resplandece no CT de Cotia e Aidar está livre de processos na justiça, enquanto a culpa é do técnico e de outros.

        • Se discordar piora, então se não pode com eles, junte-se a eles… uma hora para… é só vir uma fase ruim que muda o foco e o próximo técnico passa a ser o cara que destruiu o clube, deixou terra arrasada…

          Se está dando “certo” nos últimos anos, porque mudar???????

  6. Vamos todos rezar pelo Aguirre e fazer ele pagar todos os pecados do plano mundano e trazer a desgraça para o SPFC, pois deixou uma terra arrasada como nunca antes nesse clube!!!

    Vamos todos odiá-lo e que ele queime nas chamas por ser incompetente e ter colocado o SPFC em 5º lugar no fraquíssimo campeonato brasileiro mesmo dispondo do melhor elenco do Brasil!!!

    O mal não pode vencer!!!!!!!!!!

  7. E o Nene parece ser um babaca, tem q ser chamado na chincha se for o caso ate dispensado, mas tenho q dizer q nos jogos q entrou o cara correu, lutou, esbravejou tentando motivar o time

  8. Ainda bem que amanhã tem jogo e o atual técnico é o Jardine e o atual pior técnico da história do SPFC (Aguirre, que antes era o D Júnior que antes era o R Ceni, que antes era o R. Gomes que antes era o bla bla bla bla), foi demitido…

    Que bom que a fila anda e seguimos todos olhando para frente!

    Vamos São Paulo, vamos botar a gauchada do Grêmio pra correr do Morumba!!!

  9. Oq se falou em relação ao Rodrigo Caio foi q após o jogo contra o Palmeiras, ele teria pedido pra nao jogar mais na lateral. Botei na condicional, pq realmente nao acredito q ele tenha feito isso.

  10. Não adianta especular. Quem queria buscar algo a mais e não se conformava com a preterição, evidentemente, estava insatisfeito com Aguirre. Simples e chega.

    Agora, é apoiar o Jardine. E, se houver algum boicote indevido, afastar a(s) laranja(s) podre(s).

  11. “Jardine deve usar R.Caio, Nene e Helinho no jogo contra o Grêmio. Jean mantido no gol, com Liziero ao lado de Jucilei/Hudson.” Vi no twitter do Raí Monteiro, jornalista da bandsports.

    Uma pena que estarei trabalhando e não verei o jogo. Os times do Jardine são muito agradáveis de assistir e vai jogar contra outro time legal de assistir. Espero que o Nenê e Liziero entrem com fome de bola, tava duro de ver os dois se arrastando em campo.

    Tem um pessoal que tem uma implicancia inexplicável com o R. Caio. Talvez Freud explique…

    • Nem Freud explica, Hugo rs

      O cara simplesmente nos salvou de 2 rebaixamentos, sempre honrou a camisa e peitou quem a desrespeitava (ex. Cueva), foi campeão olímpico jogando muito, sem nenhuma falha em toda a competição, respeita a todos e é exemplo de dedicação dentro do clube, é elogiado por todos os técnicos que passam por aqui, seria titular em qualquer outro time do Brasil.

      Mas só vão se lembrar da má fase dele, por ser recente, e associá-lo à fase sem títulos do clube, mesmo ele tendo jogado ao lado dos maiores perebas que já vi no tricolor (e dos piores goleiros, vide Sidão e Denis).

      • Da mesma forma que você acha exagero associá-lo a fase sem títulos, eu acho exagero você dizer que ele é nosso melhor zagueiro, e ainda que ele nos salvou de dois rebaixamentos…isso Freud tb não explica…mas blz…rss

        • 2013 a entrada dele como terceiro zagueiro com a chegada do Muricy arrumou a zaga e em 2016 ele era o único jogando bem do meio pra trás e tivemos uma das melhores defesas do campeonato.

          Exagero mesmo cravar que ele nos salvou de 2 rebaixamentos como se fosse tudo por conta dele, mas ele foi decisivo nas duas vezes sim.

        • Isso Freud não precisa explicar, amigo.

          Os números e o desempenho em campo explicam.

          Jogou demais em 2013 e em 2016. Nos salvou sim. E isso não é nem opinião, é fato.

          Que ele é nosso melhor zagueiro, isso sim é opinião. E não é só minha, muita gente que entende de futebol pensa isso. Inclusive os técnicos todos que passaram por aqui.

      • Pois é, mas até Telê Santana era chamado de pé frio até chegar no SP, não era?

        Em 2016 R. Caio tinha como companheiro de zaga o Maicon na sua pior fase, o Dênis no gol e nas laterais Bruno, Buffarini e Carlinhos. O Hudson era primeiro volante e também não tava jogando nada, tanto que ninguém reclamou quando ele foi pro Cruzeiro. Tivemos a 5ª melhor defesa do campeonato (apenas 4 gols a mais sofrido q a melhor defesa) única e exclusivamente por conta do R. Caio que estava cercado de gente jogando contra.

        • Telê Santana e Raí jamais teriam virado ídolos no Tricolor se àquela época houvesse internet e redes sociais.

          A torcida não teria paciência em esperar Raí se tornar o craque que se tornou durante 3 anos. Já teria sido taxado de pereba logo no primeiro ano e no segundo negociado por “não ter mais clima para jogar no SP”.

          Telê começou tomandodo Criciúma! e demorou pra encaixar o time. A torcida exigiria a saída dele depois das 3 primeiras derrotas rapidinho.

          Essa mesma torcida que pede técnico novo e que se use a molecada da base.

          • concordo, mas R. Caio não é nenhum novato no SP, mas respeito quem o defende, tranquilo, em relação a base eu sou a favor de usar sim os meninos promissores, esses eu não critico, gostaria de ver em mais ainda esse ano o Helinho em campo, já que o Luan parece que só ano que vem

            • Eu tbm gostaria muito de ver mais a base sendo usada, Black. Especialmente Helinho, Toró e Antony.

              E só, pra constar, não estou me referindo a vc quando falo da impaciência, ok?

              O que me entristece é a falta de coerência quando generalizam ou quando pegam um jogador injustamente pra Cristo por causa de uma má fase.

              Tem jogador que a gente sabe que é ruim demais e que não tem como melhorar, tipo Sidão, Edimar e outros. Mas tem uns que são muito injustiçados, na minha opinião.

  12. Quando esse Leco começa a falar e a assumir coisas, ai que a vaca vai para o bréjo….fala que vai manter, em outras palavras o Jardine já corre risco.
    Na boa quanto tempo temos ouvido que Jardine + cotia são a solução de td, na boa Cruzeiro e Grêmio são exemplos que precisa ter investimento e continuidade no planejamento, se vão manter o Jardine que seja da maneira correta não este estagio de 5 jogos.

  13. O Rodrigo Caio quer jogar para ser vendido, então não me admiraria se ele tomasse parte nessa panela também. A desconfiança aumentará se o Jardine colocar ele de titular contra o Grêmio e não teria porque visto que o Bruno Alves tá jogando muito bem e sendo o nosso melhor zagueiro.

    • Isso é suposição sua, Sidney.

      Não há absolutamente nada de concreto ou de objetivo aí.

      Mera suposição especulativa sem valor objetivo. Não dá pra formular uma ideia ou um pensamento aceitável a partir disso, não concorda?

        • Sim, o tempo mostrará.

          Mas já formular juízos de valores e conclusões antes do tempo a respeito de jogadores é muita injustiça, não concorda? Isso para dizer o mínimo.

          Vamos argumentar com o que temos de concreto e objetivo.

            • Mesmo porque, meu caro Daniel ,não há provas de que o Rodrigo Caio tenha feito parte dessa panela . Então não dá para tirar nenhuma conclusão. Eu até acredito que ele não tenha participado disso, mas,enfim,vamos aguardar.

            • Vc afirmou: “O Rodrigo Caio quer jogar para ser vendido”.

              Isso é uma afirmação sua, não uma suposição.

              E não tem nenhuma base objetiva ou fundamento que possa sustentar tal afirmação.

              Logo, vc não está supondo, está afirmando, tirando uma conclusão. Talvez vc tenha sido infeliz nas palavras, mas o fato é que sua frase expressa uma conclusão sim.

              • Esta frase sobre o Rodrigo Caio querer jogar para ser vendido na verdade não é minha. Foi apenas uma citação de um programa esportivo. Errei ao esquecer de colocá-lá entre aspas. No mais, as outras coisas que escrevi são realmente suposições, como você mesmo disse lá atrás , que foram baseadas nessa citação.

  14. O CANCER do São Paulo chamado LECO ressurge. Ano após ano o clube permanece na merda e ele age como se nada fosse culpa dele. E pra variar novamente laranjas podres aparecem no elenco. Qual o motivo? Primeiro porque temos uma Diretoria fraca, omissa e incompetente. E segundo porque o São Paulo só contrata técnicos fracos e perdedores. Isso só vai mudar quando chegar um técnico vencedor e respeitado.

    • Cancer da Diretoria pode ser o Leco, mas do time tem o nome de Nene.
      Safado, covarde e paneleiro, igual Michel Bastos e Cueva.
      Foi só dar aumento, renovar contrato e ganhar moral nos bastidores que já se acha dono do time.
      Tomara que o Lugano dê uma enquadrada nele nos corredores do Morumbi.
      Por isso é importante ter no elenco um Hernanes, Kaka, Lugano e ate um Kardec, que bateu de frente com a panelinha do M.Bastos naquela época.

  15. O Jardini é realmente muito bom profissional. Mas a série A é outra pegada, cada centímetro de campo é importante, pressão por resultado é enorme, pressão da torcida, atletas já consagrados jogando o mínimo e sem o menor comprometimento, atletas em balada ou falando bobagem na mídia, etc. Ser treinador de uma equipe profissional é mais sobre gerenciar conflitos do que a parte técnica mesmo.

Deixe uma resposta