Mudança de postura de Raí chama a atenção no São Paulo

Fevereiro de 2018. Em meio a uma pressão que parecia insustentável, com direção e torcida sem paciência, Dorival Júnior ganhou uma ligeira sobrevida no São Paulo graças ao diretor-executivo de futebol, Raí. Nove meses depois, a decisão de demitir o sucessor de Dorival, Diego Aguirre, partiu do mesmo dirigente do clube, que tomou responsabilidade pela ação.

A mudança da postura de Raí foi evidenciada com a saída do uruguaio no comando do Tricolor. Com Dorival, o ídolo e agora membro da diretoria reforçou a ideia de que seria um erro demitir o técnico naquele momento e apontou os pontos positivos no que vinha sendo feito, apesar da então má fase do time.

O diretor-executivo chegou até mesmo a se reunir com membros do Conselho Deliberativo do clube paulista, reforçando o pedido de paciência com o então técnico e aconselhando calma quanto à situação.

Agora, com Aguirre, Raí alterou sua atitude. Em entrevista coletiva concedida no CCT da Barra Funda na última segunda-feira, o dirigente afirmou e reforçou que, apesar de receber o conselho de pessoas próximas, a palavra final quanto à demissão do uruguaio foi dele.

“Foi uma decisão encabeçada por mim, conversada com algumas pessoas que trabalham comigo”, reiterou durante todo o pronunciamento feito.

A justificativa da decisão foi a seguinte: já estava determinado que o treinador uruguaio não permaneceria no comando para 2019 – com a vaga na Libertadores garantida, diretamente ou não, o São Paulo queria um “fato novo” para chacoalhar os ânimos e retomar o bom nível de atuação, com o objetivo de alcançar o G4 da tabela de classificação da Série A do Campeonato Brasileiro. Para isso, realizou a mudança de comando.

No que diz respeito à permanência de Jardine na função, atualmente exercida de maneira interina, Raí não quis se comprometer. O dirigente não descartou a chance de efetivação, mas deixou claro na coletiva que o nome para 2019 não será discutido por enquanto e reiterou que, qualquer seja o futuro, André Jardine permanecerá sendo parte da comissão técnica fixa do Tricolor.

“Jardine é de uma comissão permanente. Não está descartado ele ser efetivado. Ele faz parte e vai continuar fazendo parte de uma comissão permanente”, finalizou.

Gazeta Esportiva 

44 comentários

  1. Se segura ta errado
    se dimite ta errado
    que coisa
    fato é que jogamos fora o título, seja por falta de elenco, jogador bunda mole, jogador ruim, tecino perdido… ou seja não foi um único fator…
    só não culpem a torcida..
    Vamos São Paulo

  2. Cara eu acho o Rai um cara extremamente sensato e equilibrado, por isso eu dou meu voto de confiança para a decisão dele. Acredito que ele tenha tido motivos fortes para demitir o técnico com 5 rodadas, e tenho certeza que ele como a pessoa discreta que é não jogaria isso na imprensa. Acredito realmente que ele vai segurar as críticas para si para proteger o clube e os profissionais envolvidos.

    • Demitir o Rai, por que?
      Não vai ajudar nada!
      Ele não tem um ano de trabalho, para você mudar tudo que havia de errado, formar elenco, formar time vencedor…leva tempo…não é cartesiano e 100% racional…lidar com pessoas é difícil…jogador de futebol então de ser um inferno!

      • Exato!
        Essa estorinha de tirar o Raí não tem cabimento, é exagerada.
        Erros são cometidos, seja por A, B ou C. Raí tem seus acertos e erros, mas no geral entendo que ele fez o que podia pelo clube.
        E ainda tem crédito.
        Mesmo que tenha que rever alguns pontos, o clube está se
        tornando mais organizado no
        futebol.
        Perfeição não existe!!

      • Uma das funções do Diretor de Futebol é justamente essa: comandar o futebol!!!
        Tá certo o Raí!!!!
        Mas deve ter algum motivo bem forte e que com certeza ficará nas internas sobre o porque dele não ter segurado o Aguirre até o fim do campeonato!!!

  3. não havia mais condições de melhorar equipe. Aguirre perdeu o grupo. A decisão foi correta em demitir já que ou demitia metade dos jogadores ou o treinador. Com a segunda opção não é possivel, tinha que ser o treinador.

  4. A verdade e so uma se nao tivesse inventado 3 volantes 3 zagueiros reinaldo e bruno perez de ponta volante na armação de jogadas e usado a base estava ai ate hoje foi quere fazer o mesmo que os outros tecnicos deu no que deu!

  5. Na vdd, Aguirre tava de aviso prévio…
    Desde aquela escalação horrorosa contra o temível America-MG que ele foi demitido. Estava apenas cumprindo partes burocráticas …

  6. Além do que, dá chance ao Jardine e de fazer uma avaliação efetiva dos jogadores da base.
    Manter o Aguirre 5 rodadas mais se já se tinha definido pela não renovação não tem nada demais. Especialmente nesse contexto: a) queda de rendimento; b) chances não aproveitadas de recuperação; c) perda do vestiário; d) escalações e substituições extremamente questionáveis; e) falta de ousadia ou mesmo de jogadas ensaiadas; f) preterição da base.

    • concordo, até porque com o aguirre não iriamos ver jogadores da base sendo testados… e outra os dois que ele colocou no ultimo jogo foi em uma fogueira terrive e mesmo assim os moleques aguentaram a pressão e ainda fizeram gols

  7. Quando ele empatou com o Paraná, na primeira rodada, mesmo saindo na frente…recuou o time…ali já começou…depois só ganhou de times da zona de rebaixamento…e um monte de empates…aí veio o empate com o América…saiu na frente…recuou o time…ali acabou…
    Não tinha o que fazer, o Raí fez o certo, senão iríamos acabar em nono, décimo lugar…

  8. Raí acertou em mandar o Aguirre embora e ponto, o resto é a imprensa gambá querendo criar clima no spfc…pra mim Lugano e Ricardo também têm que continuar ano que vem!

  9. Consertar tudo que vem errado há mais de cinco anos, não dá em um. Montar elenco bom, com jogadores comprometidos, time forte para ser campeão, leva tempo…sem contar que agora que as finanças do clube está melhor, antes não tinha dinheiro para nada, tanto é que tiveram que vender muitos jogadores.

  10. Jajá o Nicola aparece dizendo que a notícia do post anterior é cortina de fumaça, e que o Lugano estava na Argentina pra acertar com o Gallardo.
    (E eu vou torcer pra ele finalmente acertar uma)

    • disso eu não tenho a menor duvida e o Jardine tb nao, estão pintando que esse elenco é fraco, tenho serias duvidas em um campeonato nivelado por baixo (tanto que nenhum brasileiro vai ganhar uma competição internacional pode até ser o atletico paranaense)

  11. Vejo reavivar agora alguma esperança de terminarmos o brasileiro no G4 – a verdade nós vamos saber logo. Torço para que a filosofia de jogo de Jardine, colocando em campo jogadores jovens que ele conhece de longa data, consiga esse objetivo. Se montar rapidamente um time jovem ganhador, as coisas futebolísticas tomaram um novo rumo no Morumbi. Caso contrário, sou favorável à permanência de Raí e à volta de Rogério Ceni que mostrou sua capacidade no Fortaleza. Não dá mais para o clube suportar uma queda interminável. Espero que Leco tome jeito e seja de fato são-paulino não apenas de coração, que já sabemos que é, mas de cérebro.

  12. Eu ja vi esse filme abel braga nega ter sido procurado…não podemos deixar para o final do ano e esperar o jardine nesses ultimos cinco jogos…ta faltando pulso firme do presidente …manter o jardine e já negocia com o Abel e já deixar claro quem manda no clube

    • Não é. Se perder do gremio ainda não está tudo perdido porque o Gremio também tem jogos difíceis como contra o Flamerda.

  13. Boa tarde, nação!

    A Gazeta está empenhada em noticiar nosso tricolor, não é?
    Se não tivesse demitido o treinador, esses estariam veiculando notícias que desmerecem o treinador ou jogadores, como demitiu, sobrou para quem fez a ação.
    Não compactuo com as frequentes troca de treinadores e em meu entendimento, se for para contratar um, que façam uma análise do perfil desejado, que seja um nome forte para tal função seguido por um planejamento de no mínimo 2 anos (lembrando que a ideia de planejamento é planejar e seguir o que foi planejado).
    Logo após, pensar em elenco. Pode até em meio ao planejamento, fazer uma análise para ver se ocorreu como o esperado, tentar identificar a falha e após análise criteriosa, tentar melhorar o que não está dando certo (melhorar e não mudar radicalmente).
    Não acredito que fizeram tal análise para demitir o treinador neste momento, pois se olhar os o elenco, vamos ver que somos deficientes neste quesito.

    Saudações tricolores

  14. Sugestão para Jardine> Jean, Hudson (Bruno Peres), Aboleda, Alves, Reinaldo, Jucilei, Luan, Nene, Helinho, Everton e Diego Souza. vamo para cima do Gremio.

    Jardine: Hudson e Jucilei são primeiro volante o primeiro podendo fazer função de lateral.

    • Luan ta lesionado e nao acredito q ele va tirar o Bruno Peres pelo menos inicialmente. Mas acredito que a escalação sera bem por ai

  15. Só não esqueçam que ele já esteve no meio dos caras e sabe o que se passa …pra ele falar do jeito que falou alguma coisa aconteceu e o Aguirre não foi o santo da história ,!!!

  16. A verdade é que a imprensa esta descendo a lenha no Raí, mas vejo que ele fez o que tinha que ser feito.

    O recente quadro de demissões de técnicos, lembrando que deve ser mitigada essa rotatividade pois Bauza e Osorio saíram do clube para seleções nacionais, não é motivo para a manutenção do Aguirre que já deu várias mostras que perdeu o elenco.

    Aguirre aparentemente tem curto prazo de validade, foi no Inter, no Atletico Mineiro e no San Lorenzo.No Sao Paulo nao foi diferente.

    Vejo que se ele tivesse apostado mais na base, quando time perdeu a competitividade, teria vida mais longa no clube.

    Tudo vai depender dos jogos que ainda faltam pra encerrar o brasileiro. Se o Jardine deixar o time no G4 o Raí sera aplaudido, inclusive pela imprensa, se não der certo será execrado mais ainda.

Deixe uma resposta