23 Relacionados para o clássico contra o Corinthians: Tabu e Vaga Direta da Libertadores em jogo

Por causa de um estiramento na região posterior da coxa esquerda, Everton perdeu os últimos quatro jogos do São Paulo. Agora retorna e deve iniciar o clássico no banco de reservas. Outros dois que vão à disposição de Aguirre vão iniciar como titulares é o goleiro Jean e o volante Hudson, que voltam de suspensão.

Os principais desfalques são Luan entorse no tornozelo direito) e Everton Felipe (aprimora forma física após um estiramento no ligamento colateral medial do joelho direito). Cabe também ressaltar que Joao Rojas só volta em 2019 após cirurgia no tendão patelar do joelho direito.

RELACIONADOS DO TRICOLOR PARA CORINTHIANS x SÃO PAULO

Goleiros: Jean, Lucas Perri e Sidão
Laterais: Bruno Peres, Edimar e Reinaldo
Zagueiros: Anderson Martins, Arboleda, Bruno Alves e Rodrigo Caio
Volantes: Araruna, Hudson, Jucilei e Liziero
Meias: Everton, Helinho, Nene e Shaylon
Atacantes: Brenner, Caíque, Diego Souza, Gonzalo e Tréllez

FICHA TÉCNICA – Corinthians x São Paulo – Campeonato Brasileiro

Corinthians x São Paulo: 33ª rodada, 2º turno
Local: Arena Corinthians, São Paulo – SP
Dia e horário: sábado, 10 de novembro, às 17h (de Brasília)
Árbitro: Rodolpho Toski Marques – Fifa-PR
Assistentes: Bruno Boschilia – Fifa-PR e Victor Hugo Imazu dos Santos – PR

Torcedores.com

14 comentários

  1. Everton de um lado e Helinho de outro com DS na frente seria de uma ousadia absurda pro Aguirre. Vamos aguardar. A questão é saber o que vai acontecer com o Everton, se terá condições de jogar 90 min. Se não tiver é possível que comecemos com Edimar e Reinaldo, pra ter o Everton o segundo tempo depois de cansar o time do Corinthians e rezar pra não estar perdendo.

  2. Não acredito em vitória infelizmente…não pelo time adversário, mas pela falta de objetivo de alguns jogadores nossos.

    Espero estar errado

  3. um time que joga no 352 nao eh necessariamente defensivo depende da proposta de jogo.
    alas rapidos e o diego bom de jogo aereo e o carneiro que ainda tem que produzir nas cabecadas nao eh necessariamente uma ma’ opcao. porque 3 zagueiros? porque estamos liberando os alas e precisamos de cobertura atras – eu ria de Robrigo Caio em vez do Anderson , mas opcoes do tecnico.

    o problema esta na ligacao de ataque – O carneiro se movimenta bastante mas o diego nem tanto – o lizieiro tem movimentacao, qualidade no controle/dibre, e velocidade, mas nao tem a visao de jogo do Nene. Eu iria de Nene.
    acho que everton entra no Segundo tempo com o Sao Paulo ja ganhando de pelo menos 1 gol de diferenca para matar o jogo num contra ataque mortal. e o Helinho (ou nene se nao comecar jogando) tambem entra no Segundo no lugar do diego ou carneiro.

    a jogada do curintians e’ pelas laterais principalmente com o fagner/pedrinho. a ideia eh bloquear esse avanco com alas nao eh de todo ma’ (com everton e rojas isso seria automatico). De novo a qualidade no passe seria importante – nao acho o Liziero pronto para o passe mas pode carregar a bola com mais velocidade do que o Nene -opcoes do tecnico.
    acho que hoje o sao Paulo quebra mais um tabu – primeiro foi em Curitiba agora vamos agravar a crise no time deles.

  4. Pode até dar certo, é futebol. Mas até agora, o resultando desse 352:
    * faz os zagueiros baterem cabeça ;
    * Anula o Reinaldo;
    * faz o Bruno Perez ficar sem função, mais perdido ainda;
    * faz o time tomar pressão o jogo inteiro;
    * gera um grande desgaste e cartões nos marcadores, pois o time tem uma posse de bola ridícula;
    * faz o Dsouza jogar sempre isolado e bem marcado;
    * Time fica muito lento;
    * coloca a armacao do time aos cuidados do Anderson Martins, Hudson ou Jucilei;
    * nesse esquema o adversário marca nosso melhor volante, Liziero, e deixa os outros com a bola. O passe perde a qualidade.

    Respeito e torço para dar certo, mas toda vez que Aguirre vem com este esquema, é isto que percebo no jogo.

  5. Com o esquema e escalaçao previsível do Aguirre , a única coisa que pode fazer a diferença é a atuação individual , alguém jogar muito e decidir o jogo , eu não jogaria com 3 zagueiros , sem um zagueiro como Militão atuar com 3 zagueiros limita o time , ai você tira o Nene mesmo não estando em grande faze você perde a bola parada e a criaçao e possibilidade de segurar o jogo , você adianta o Reinaldo e ele vai jogar marcado e perde apoio , jogador vindo de traz chega sem marcação, Bruno perez é um jogador que sua deficiência e fisica , ou ele atua como lateral mais parecido com o Fagner mais preso ou joga do meio pra frente ficar indo e voltando não aguenta você perde intensidade , se o Éverton começar no banco vai entrar no jogo sem atacante rapido de lado , você fica sem ninguém pra segurar a bola na frente e sem desafogo , dar chutao pro Diego Souza e Carneiro não é desafogo e nem segura o jogo na frente , vão ficar disputando bola com os zagueiro que são ruins e vai levar vantagens que tem mais sobra , os times que enfrentaram o curintia , o time do valdivia e em outros jogos levaram vantagem jogando do lado do campo , o curintia não marca as viradas de jogo , vira o jogo e poe a bola na area que a defesa deles entra em parafuso , tem que ganhar o time deles ta muito ruim , derrota nesse jogo vai ser vexame.

Deixe uma resposta