São Paulo contrata 3º analista de desempenho do Corinthians em dois anos

O São Paulo contratou nesta semana mais um analista de desempenho do Corinthians. Na segunda-feira, Carlos Vargas se despediu dos colegas de Timão e começa a trabalhar no rival a partir de dezembro. Vargas é o terceiro funcionário que troca Itaquera pelo Morumbi desde 2016. Antes, Raony Thadeu e Luiz Felipe Batista também haviam saído do CIFUT, Centro de Inteligência do Futebol no Corinthians.

 indicação de Vargas, inclusive, foi dos dois antigos companheiros. A ideia do São Paulo é contar com uma equipe de analistas de mercado capacitada para mapear atletas em toda a América do Sul e na Europa. Os olheiros têm a missão de encontrar, por exemplo, jogadores em fim de contrato, revelações de clubes de divisões inferiores e atletas que se destacam em centros menos conhecidos.

O mais curioso é que a troca de emprego de Vargas ocorre na semana em que Corinthians e São Paulo se enfrentam pelo Brasileirão – há um acordo para que ele fique de férias até o fim do mês. O jogo está marcado para sábado, na Arena Itaquera, onde o Timão nunca perdeu: são seis vitórias e dois empates em oito confrontos.

Vale lembrar que os analistas também costumam ser aproveitados na avaliação dos próximos adversários. Detalhes como posicionamento na bola parada ofensiva e defensiva, padrão na saída de bola, estilo de marcação são todos apontados pelos profissionais.

Jorge Nicola

20 comentários

  1. Não acharam nada que preste para o curinthia e muito menos pra nós… Acho que estão mais ajudando eles que dando chapéu já que reduz o custo de quem não está trazendo nenhum resultado…

  2. Não lembro de nenhuma boa contratação vinda deste grupo. E lembro de vários investimentos feito pelo time gambá que foram perda de dinheiro. Apostas que não evoluíram e estão emprestados ou encostados.

  3. O sucesso do Corinthians se deu por conta do Tite e posteriormente do Carille.
    Esses analistas não contribuíram em nada, pois no final das contas quem indicou as contratações de sucesso foram os técnicos.
    Mais um balão de ensaio que acaba por gerar um aumento desnecessário de despesas.

    • Oq falta para o sp é técnico e isso faz anos que o sp não tem.. não é atoa que o clube não ganhou mais nada desde 2012.
      Olha a lista:

      2013 Brasil Milton Cruz[n.b. 28] –
      2013 Brasil Paulo Autuori
      2013 — 2015 Brasil Muricy Ramalho[n.b. 29]
      2015 Brasil Milton Cruz[n.b. 30]
      2015 Colômbia Juan Carlos Osorio
      2015 Brasil Doriva
      2015 Brasil Milton Cruz[n.b. 31]
      2016 Argentina Edgardo Bauza
      2016 Brasil André Jardine
      2016 Brasil Ricardo Gomes
      2016 Brasil Pintado
      2017 Brasil Rogério Ceni
      2017 Brasil Pintado
      2017 — 2018 Brasil Dorival Júnior
      2018 Brasil André Jardine
      2018 — Uruguai Diego Aguirre

      Obs: se tiver 2 técnicos que se salvam nessa lista é muito.

      • Boa tarde, Careca.

        Rapaz, interessante esse histórico que você nos trouxe. Dava para montar um time só com técnicos e por falar em time, quantos desses tiveram um time decente para mostrar seu trabalho?
        Não acho que nosso problema e técnico, acho que nós falta e jogadores. Nesses anos tivemos jogadores vindo até de série C.
        Em minha humilde opinião e respeito quem discordar, esse histórico só nos mostra que estamos errados em trocar de técnicos tantas vezes, assim.
        Não acho que Muricy, Osório, Bauza e Aguirre são tão piores quanto os treinadores que temos por este Brasil, acho que nos falta é elenco.

        Saudações tricolores.

  4. Não sei o problema está no scout ou na diretoria de boleiros, vejo que o resultado do ano passado para este melhorou. Faltou um título para comemorar, mas estamos no caminho e agora precisamos melhorar, contratando um excelente preparador de goleiros, que auxilie na escolha do melhor goleiro para o clube.

    Já sobre técnico, fiquei na dúvida sobre um post anterior que dizia sobre os jogadores da base e que Zanca, tem como verificar se isso refletia nas decisões na montagem do time ou se era teimosia do técnico? Porque dependendo como for, outros técnicos podem acabar reclamando, como é o caso do Cuca e Luxa, que preferem jogar pra galera do que ficar na conta deles.

Deixe uma resposta