Diego Souza confirma homenagem a Bolsonaro após gol contra o Flamengo: “espero que respeitem”

O meia-atacante são-paulino Diego Souza roubou a cena no empate por 2 a 2 entre São Paulo e Flamengo neste domingo (4), no estádio Morumbi, mas não foi pelo gol marcado aos sete minutos do primeiro tempo.

Depois de abrir o placar, Diego Souza se posicionou frente à uma das câmeras de transmissão e homenageou o presidente eleito, Jair Bolsonaro.

“Aqui ó, pro capitão”, declarou o jogador após balançar as redes. No pós-jogo, Diego admitiu ter dedicado o gol ao novo presidente da República.

“Não, realmente. Cada um tem sua opinião em termos de política. Eu respeito a de todo mundo, espero que respeitem a minha. Só isso”, afirmou.

Ao fim do primeiro tempo, o jogador ainda reclamou da arbitragem.

Local: Morumbi, em São Paulo-SP
Data: 04/11/2018 (domingo)
Árbitro: Wilton Pereira Sampaio (GO)
Assistentes: Fabricio Vilarinho da Silva (GO) e Bruno Raphael Pires (GO)

Cartões amarelos: SPFC: Reinaldo (34min/1ºT), Liziero (25min/2ºT); CRF: Lucas Paquetá (35min/2ºT)

Público: 32.612
Renda Bruta: R$ 1.109.117,00

Gols: Diego Souza (7min/1ºT), Uribe (9min/2ºT), Helinho (5min/2ºT) e Rodinei (36min/2ºT)

São Paulo: Sidão; Arboleda, Bruno Alves e Anderson Martins (Helinho, intervalo); Bruno Peres, Luan (Araruna, 28,min/2ºT), Jucilei, Liziero e Reinaldo; Gonzalo (Edimar, 22min/2ºT) e Diego Souza. Técnico: Diego Aguirre.

Flamengo: César; Pará (Rodinei, 31min/2ºT), Léo Duarte, Réver e Renê; Cuellar (Diego, 14min/2ºT), Willian Arão e Lucas Paquetá; Éverton Ribeiro (Geuvânio, 14min/2ºT), Uribe e Vitinho. Técnico: Dorival Júnior.

Torcedores.com

52 comentários

    • É isso. O erro do jogador foi demonstrar preferência partidária em campo e com a camisa do SPFC. Se tivesse falado fora de campo, assim como fez o Raí naquela entrevista pro L’Equipe não teria problema algum.

      • Eu concordaria se fosse uma homenagem a um candidato ou algum politico… mas ele fez pro presidente eleito, e vc pode olhar isso como um voto de confiança por um Brasil melhor em 2019.

    • Não pode existir patrulhamento ideológico. Diego Souza, felipe melo, Jadson ( Small), Ronaldinho gaucho, todos eles têm o direito de se manifestarem politicamente, mesmo estando usando a camisa de um clube. Não há regra que os proíba. A censura é inaceitável.

  1. Favor não incorrer no erro de comparar tal situação por análoga à de Raí, pois em entrevista à imprensa Internacional, não consta que estava nas dependências do SPFC, Morumbi, Cotia ou Barra Funda.
    Nem no exercício do cargo que ocupa na direção do SPFC.

    • Mas aí é que está, Paulo.Todos sabem que ele é o diretor-mor do SPFC. Não interessa onde esteja, se Raí pode defender os esquerdopatas, os jogadores podem falar o que quiserem e onde quiserem

  2. A eleição acabou dia 28 de outubro….Ele homenageou o Presidente do Brasil.. Gostem ou não, ele é o presidente eleito pelo povo… Que eu saiba, homenagear o presidente do seu país em uma comemoração não é quebrar regra alguma…

    • Consulte o regulamento de competições / CBF e se por acaso persistirem dúvidas, consulte a FIFA.

      E poderá observar o tamanho do erro de Diego Souza.

      O resultado de seu trabalho pertence ao seu patrão, assim como o tempo dele decorrente.

      Diego estava trabalhando e não em passeio.

      Sua imagem em campo pertence aos seus empregadores, consumidores e patrocinadores …, não a ele mesmo.

      Simples assim.

      • Bom.. Seguindo esse teu raciocínio raso,poderia citar N hipóteses que acontecem em comemorações, e qdo o jogador dedica gols, xinga, fazem dancinhas ridiculas.. Mas sei bem o pq isso te irritou tanto…Então, nem vale a pena discutir

        • Especificamente em relaçao ao tema do post, não é meu “raciocínio raso” …, consta em regulamento.

          Se está previsto no regulamento (consulte efetivamente o regulamento), não é apenas “minha” opinião).

          E não estou “irritado”, caro amigo.

          • Segundo o seu raciocínio o regulamento proíbe de fazer gols e apontar pra cima e agradecer a Deus. Isso acontece na pratica?

            Fazer gol e passar a mão no corpo ‘tirando a zica’ é uma manifestação religiosa de origem Africana tambem, é proibido?

            O Chavez fazia Gols e um gesto de bater continência em homenagem e Hugo Chavez, um ditadir assassino, não acho q vou te ver reclamando disso no histórico do blog… ou vc reclama de todos os itens acima ou não reclama de nenhum.

            • Chavez, que era argentino, comemorava com continência para homenagear Hugo Chavez?? Me mostra alguma matéria que o próprio Chavez disse isso, pq eu particularmente nunca vi…

    • Bolsonaro ainda não tomou posse. O presidente ainda é o Temer. A gente nem sabe se o Bolsonaro vai fazer um bom ou mau governo para render qualquer homenagem assim tão cedo. E ninguém perguntou a opinião do DS, portanto ele poderia ter evitado.

      • Ele é o presidente eleito, vc goste ou não….. E ele pode homenagear sim o presidente eleito pós-eleição… E quem vai julgar se ele é bom ou mal presidente? Ele pode ser bom para vc e para o Diego Souza e ruim para mim… E por isso vou proibir ou fazer mimimi por isso?? Eu por exemplo sou agnóstico.. Tem jogador que comemora com a fé dele… E eu vou reclamar ou fazer textão por isso??? Por favor… Menos mimimi.. Isso se chama democracia

        • Claro que julgar se é bom ou mau é uma questão subjetiva, mas o que eu disse é que não cabe julgamento justamente porque ele não fez nada ainda.
          Também discordo que essa questão deva se tornar uma grande polêmica e opiniões devem ser respeitadas, mas ele estava em campo representando o São Paulo e fez uma manifestação política. Isso poderia ser evitado, pois ninguém perguntou a opinião dele. Não era em um dia livre, fora do local de trabalho. E acho que nem a instituição deva tomar partido, pois não esta em seu core de atribuições.
          Imagine outros profissionais prestando homenagem durante o exercício da profissão. Um professor fazendo isso em sala de aula, por exemplo.

  3. Se tivesse homenageado alguém da esquerda não ficariam de mimimi…. O problema é não aceitar opinião contrária e ainda dizerem que são a favor da democracia.

    • Nem tudo pode ser dito em nome da democracia ou da liberdade de expressão.

      Bolsonaro prega ódio e violencia contra as minorias e faz homenagens a militares torturadores, isso não e questão de opinião.

      • Nunca vi ele pregando ódio e violência contra as minorias. Isso é papo furado da mídia esquerdopata, a mesma que diz que lula é preso político. Quanto a homenagem a militares supostamente torturadores, é bom que se saiba que o Che Guevara era um torturador e assassino emérito a favor das esquerdas.

  4. Jogar bola que é bom ninguém quer. Agora ficar igual a um débil mental apontando o dedo para homenagear político isso sabe fazer. Faça uma homenagem a torcida do São Paulo que tanto apoia esse clube e pede para ir para o banco de reserva e dê espaço aos meninos da base.

  5. Muita patrulha e blábláblá.

    O período eleitoral passou, ele simplesmente homenageou o presidente já eleito.

    O Estado democrático de direito e a livre manifestação de pensamento valem apenas quando a balança está para um dos lados. Imagino que se ele tivesse gritado “resistência” muita gente que o acusa hoje, estaria se amparando nesses princípios constitucionais.

  6. Querendo ou não quem deu brecha pra isso foi o Raí. Dentro ou fora do morumbi ele ainda é funcionário do clube e emitiu preferência partidária quando meteu o pau no futuro presidente em tom agressivo. Se na hierarquia do clube a diretoria pode falar o que quiser e os jogadores não assumam isso e punam o jogador. Agora se o clube acha que é democrático emitir uma nota oficial dizendo que a opinião do jogador não condiz com a do clube mas não fez o mesmo quando o Raí se expressou e polemizou, paciência.
    Ninguem aqui é tonto de não saber qual a preferencia partidária do atual presidente do SPFC e agora sabemos sobre um membro da diretoria.

    Se o jogador quer fazer dancinha, apontar pro céu, ajoelhar ou cruzar os braços é um problema dele. A parte técnica quem cuida é o treinador. Se ele faz gracinha mas não joga bola a culpa não é da gracinha e sim do técnico e diretoria. Assim como a culpa não é do Sidão ser horrível e sim do treinador que mantém ele titular e da diretoria que investiu milhões num goleiro novo e crú.

  7. Se oque ele fez esta errado que seja punido pelo clube ou stjd,caso nao aconteça nada é porque estão exagerando ao critica-lo ….SEM MAIS …..

    • Ninguém pode punir Diego Souza. A constituição garante o direito de livre expressão. O que os dirigentes do SPFC precisam fazer é não roubar o clube como fizeram Aidar e o petista juvenal . Não tenho certeza de que a roubalheira terminou. Alguém tem?

  8. Demagogia com a camisa do SP. As eleições já acabaram e o cara ainda nem é o presidente do Brasil. Não governou para sabermos se vai ser bom ou ruim. E ninguém perguntou a opinião do DS. Poderia ter evitado…

  9. Sp saiu no lucro. ..o resultado mais justo seria a vitória. ..o medo do Aguirre perder é tão grande que mesmo depois do golaco do Helinho o time recuou. ..Bom quero ver na arena privada onde o sp é freguês, e olha que esse cor ê fraquinho se fosse de anos anteriores sp seria humilhado …já levou 6×1 que eu jamais vou esquecer. ..e o Grêmio jogando em casa vai passar o sp.

  10. Jogadores abaixo do esperado Sidao, Reinaldo muito individualiasta queria dar show porém nem o básico conseguiu fazer. ..Liziero tb foi mal não conseguiu um mísero chute ao gol. ..
    Jean, Bruno Peres, Arboleda, Alves, Reinaldo ou Hudson, Jucilei, Luan, Diego Souza, Helinho, Toro e Carneiro.

    #vemabelao

  11. Ver Sidao no gol é lamentável, primeiro gol é só ficar em pé que segura, mas ele gosta de firula, segundo gol bola passa a 2 metros dele, chega, peloamor, o Perri acho que defendia pelo menos uma, não é possível.

    Depois pra completar deixa Nene no banco e entra com o craque Edimar

    E a caneta que o tal Bruno Peres tomou ?? é muita vergonha…só o golaço do Helinho e o futebol do Luan pra acalmar os ânimos.

    • Acho que B. Peres já pode ser eleito a decepção de 2018, não? Chegou depois de boa passagem na Itália numa posição em que se ele fizesse o mínimo já seria melhor que 99% dos laterais direitos do campeonato. O cara é horrível no ataque, não acerta um cruzamento, é cheio de decisões erradas, prende demais a bola e na marcação ele malemá se esforça. Drible ridículo que ele tomou. Está lembrando muito o Buffarini. Régis seria titular fácil se não tivesse problemas extra campos. A lateral direita tem que ser uma das prioridades pro ano que vem.

  12. Se ele tivesse comemorado roubando dinheiro do povo, não teria todo esse mi mi mi… Daqui a pouco os “globais” lançam uma campanha “Diego Souza Não”..

  13. 1) Sobre a comemoração:

    Não gosto, mas não há sentido para essa discussão. Sabemos que quem está reclamando é apenas por ter se posicionado politicamente contra o Bolsonaro. Aliás, para quem foi contrário nem deve ter se importado, mas quem é petista ou ligado aos partidos mais à esquerda deve ter ficado com raiva pois simplesmente não aceitam o resultado democrático (democracia só vale quando ganham).

    Gostem ou não (eu não gosto nem do ato nem do homenageado), ele fez uma homenagem ao presidente eleito deste país. Não fez campanha, pois a eleição já acabou. E o São Paulo, tal qual qualquer outro clube, precisará de apoio da esfera federal (não estou falando do crime praticado por Lula/Dilma em favor do time dele, estou falando de apoio ao esporte).

    Jogador não ê máquina ou escravo, ele tem manifestação própria que não se confunde com a do clube, estando ou não vestido com o uniforme. Ele cede a exploração comercial da imagem, nunca sua liberdade de manifestação e ação (nessas horas os “defensores da liberdade” esquecem essas questões elementares).

    Rai se manifestou (e antes do pleito, o que poderia até indicar auxílio à campanha) e não vi a revolta dos mesmos. E não me venham falar que não estavam com roupa do clube ou nas dependências. Tanto faz, ele é Diretor do clube. Indicar que Rai é livre para falar e Diego Souza não é simplesmente ridículo. Ou ninguém pode (radicalismo) ou cada um é livre para se posicionar e identificar sua posição PESSOAL (prefiro a liberdade de expressão a censura ideológica pregada por alguns pseudodemocratas).

    Para quem acha que Rai, ao falar, não possui qualquer relação com o São Paulo, eu pergunto: e se ele falasse que admira o Palmeiras, que eles estão muitoi acima em termos de gestão (não estão) e devem ganhar muitos títulos. Alguém acharia que por não estar com a camisa tricolor ou no Morumbi isso não reeleitos refletiria no cargo que ocupa?

    Paremos com hipocrisia (ao menos no campo político), a eleição acabou e respeitemos o resultado das urnas. Infelizmente, meu candidato não foi eleito (e falo isso triste), mas JAIR BOLSONARO hoje é o presidente eleito do Brasil. E qualquer um pode homenagear o presidente, ou pode criticar, para isso existe a liberdade.

    2 Tornar relevante o que de fato é

    A comemoração do gol do Diego Souza é algo pessoal do atleta. Muito mais importante é discutir o gol do Helinho.

    Custa dar chances à base e em suas posições corretas?

  14. Blá blá blá. A galera que reclama de quem está reclamando é a mesma que estaria reclamando dele se a posição política dele fosse uma que eles não gostem. Como muitos que reclamam da posição do DS não reclamariam se fosse a mesma deles. Enfim, muita hipocrisia nesse post.

    Não gosto de ver a camisa do SP associada com essa laia que o DS homenageou, mas não entrarei em discussão política aqui. A discussão é outra.

    Não acho que o DS tá errado, sou contra o pensamento de que esporte e política não devem se misturar. Já tivemos tantas manifestações importantíssimas como a da democracia da galinhada, a do Tommie Smith nas olimpíadas, etc. E não adianta eu defender expressão política no esporte se for pra defender só expressão que eu concorde. Seria hipocrisia. E acho também que o clube está certíssimo em divulgar nota dizendo que essa é apenas a opinião do atleta e não condiz com a do clube.

    • Hugo, me desculpe explorar seu comentário, mas quando o clube solta uma nota na qual diz que a opinião do clube não condiz com a do jogador, automaticamente não está se colocando na oposição ao governo? Pode até parecer neurose, mas penso que deixaram margem para essa interpretação, se quisessem manter neutralidade teriam sido mais específicos na nota.

  15. O mais engraçado é ver o pessoal que temia pela democracia não aceitar a mesma, o jogador tem na comemoração de um gol o seu momento de extravasar, é o ápice do esporte, então o mesmo pode fazer o que quiser desde que não ofenda ninguém. E se por um acaso você ficou ofendido com a comemoração do Diego Souza, isso só mostra o quão babaca você é.

Deixe uma resposta