São Paulo promete pagar salário de Daniel até fim de contrato

Com vínculo de empréstimo com São Bento até final do ano, meia foi assassinado em Curitiba

Emprestado do São Paulo ao São Bento até o fim do ano, Daniel Corrêa foi assassinado no último fim de semana, em São José dos Pinhais, e mesmo com a morte precoce do jogador de apenas 24 anos, o clube paulista prometeu pagar sua parte do salário à família do meia.

“Teoricamente, o contrato é rompido. O clube não é responsável pelo o que o atleta fez em um momento que estava fora das atividades profissionais. Não dá para exigir, mas é sempre legal que ele cumpra o contrato e ajude a família de alguma forma”, disse Martorelli, presidente do Sindicato dos Atletas Profissionais de São Paulo.

Contratado pelo São Paulo em 2015 como uma promessa, Daniel não rendeu o esperado. Tendo de conviver com problemas físicos, o meia registrou apenas 16 partidas oficiais pelo clube e não marcou gols.

Goal.com

7 comentários

  1. Muito triste.
    Lembro que entrou num jogo contra o Joinville e quase fez um golaço.
    Se tivesse feito, acho que ganharia confiança e mais chances com o Osorio, na época.
    Descanse em paz.

  2. É triste,mas a lei da vida é a mesma para os pobres ou milionários,casa semente plantada será aquilo exatamente que será colhido,portanto tenhamos muito cuidado com as sementes que vamos derrubando pelo caminho

Deixe uma resposta