3 cores. Um sentimento!

Amigos Tricolores,

Eu sei que posso ser bem criticado nesse artigo, mas como sempre digo, artigos são opiniões, cada um tem a sua. Sou são paulino desde que nasci e não sei vocês, mas eu estou muito incomodado com o time do São Paulo. E não é de hoje…

Está difícil acabar o ano vendo os adversários disputando títulos e o São Paulo disputando vaga de Libertadores, ou se contentando com vaga de Sulamericana. Somos muito maiores do que isso! E outra, a vaga nessas competições, as vezes, podem só mascarar o que virá no próximo ano. Estamos vendo a mesma novela…

Encerra o ano, esperanças se renovam para o ano que virá. Começa o ano e vem aquele mês com mata mata de competições e o São Paulo perdendo todas. Chega jogador em meio a temporada, contratam errado, mas ok, o 2º semestre o time vai “dar liga”, renova-se a esperança para o Brasileirão!

Troca técnico, “caminho certo”. Oscilação, torcida empurrando o time, o time não reage dentro de campo, imprensa inventa (ou não) crise, torcida exige mudanças, o São Paulo não muda. E mais um ano perdido. E comemoramos apenas que a torcida enche o estádio. A torcida é importantíssima, sim, mas o São Paulo é muito, mas muito grande para encerrar o ano apenas comemorando torcida lotando estádio.

Até quando vamos perder ano?

O São Paulo foi o time que menos ficou na fila até hoje. Foram 13 anos, de 1957 a 1970, mas tínhamos um grande objetivo: construir a nossa casa. Depois, o São Paulo ficou poucos anos sem ganhar nada, mas ao menos disputava, entretanto agora, são 6 (ou 10, depende do peso que se dá para cada título) sem ganhar nada, e pior, nem disputar finais estamos.

O São Paulo virou alvo de piada e não assusta mais ninguém. Viveu uma boa fase nesse Brasileirão, é verdade, fez 9 de 12 pontos dificílimos, mas é pouco para quem quer ser campeão. Agora até o Paraná Clube, lanterna do campeonato, com todo o respeito, vem para o Morumbi e encara o São Paulo de igual para igual. Na época do Telê, até o Barcelona respeitava o São Paulo!!!

Agora, nosso tricolor, amarga uma sequencia nada positiva com uma série de empates, o que não só custou a liderança, como vê a vaga para a Libertadores ser ameaçada. São 6 rodadas, desde o 1X0 contra o Bahia, no Morumbi, que o São Paulo não comemora 3 pontos. Em uma reta final de campeonato, isso faz muita falta!

Nem todos os resultados foram péssimos

Na 24ª rodada, o São Paulo venceu o Bahia. Na 25ª, empate sem gols com o Santos. Esse é um resultado, aceitável, trata-se de um clássico, mas na 26ª rodada é que a coisa foi feia. Empate com o América-MG, em casa, diante de um estádio quase lotado. Não pode!!! Time que quer ser campeão, precisa dos 3 pontos em casa, independente do adversário, ainda mais, para um de menor expressão.

O Borafogo, que não está entre os melhores times, também tirou pontos do São Paulo, mesmo que na casa deles. Outra obrigação de vencer! Na 28ª, foi a gota d’água, para a torcida se revoltar. Perder de 2X0 para o Palmeiras, jogando, em casa, deixando eles quebrarem o tabu de 16 anos e ainda jogando um futebolzinho medíocre e sem alma, sem raça. Perder, faz parte do jogo, mas perder como o São Paulo perdeu, foi demais!

Ainda haviam esperanças, mas na 29ª rodada, de virada, o São Paulo perde outro “jogo de 6 pontos” – Palmeiras também era – jogando, novamente, um futebol medíocre, sem criatividade, sem raça. O que deixou a torcida ainda mais triste, preocupada e alguns torcedores já jogaram a toalha. Na 30ª rodada, 13 mil pessoas para ver o empate sem gols, no Morumbi, com o Atlético-PR. A torcida se encheu! O titulo já era e agora, temos que torcer para não perder a vaga para a Libertadores, pois o Grêmio está chegando, hoje, está apenas 1 ponto do São Paulo, o 4º colocado. Ainda…

Ninguém aguenta mais

Um termômetro que eu uso para os meus artigos são 8 grupos de WhatsApp que participo, todos de torcedores do São Paulo. Alguns com mais de 400 membros. Não é possível, ver tudo, mas sempre no pós jogo eu leio o que ali escrevem. Tem muitos revoltados, que extrapolam, mas no geral, a revolta é contra a apatia do time, que não reage.

A torcida vai no estádio, lota, compra camisa, torce, mas chega na hora do jogo, vê um bando de jogadores sem vontade, sem motivação nenhuma e sem poder de reação. Isso irrita qualquer um, e ter apenas 13 mil torcedores no estádio é apenas uma reação natural, a torcida não abandonou o time, apenas se cansou e mostrou seu protesto dessa forma. Acho válido, a torcida tem que mostrar que o time tem que reagir em campo, a torcida tem um papel importantíssimo, mas não somos nós que entramos em campo, não somos nós que conseguiremos reverter a situação, é preciso que os jogadores em campo o façam, a torcida, apenas apoia, grita, cobra, pede aquele “algo a mais” que muitos talentos ali estão devendo, como o caso de Nenê, Diego Souza, Jucilei… eles são os diferenciados do time, logo, são os que mais serão cobrados!

O sentimento

De fato, o São Paulo tem gerado, e não é de hoje, uma revolta em sua torcida. Como disse acima, lendo o que muitos falam, até extrapolam, mesmo aqui nos comentários em diversos artigos, porém, é isso o que esse time gera. Nenhum torcedor desacredita na camisa do São Paulo, no símbolo de 3 cores, na linda história do time, da mesma forma, que não mais acredita naqueles que vestem o manto sagrado! O sentimento é esse, revolta, pois o São Paulo é muito grande para disputar vaga de Libertadores, o São Paulo é time para disputar títulos, porém, 2018, mais um ano perdido…

 *Felipe Morais. Publicitário, apaixonado pelo São Paulo Futebol Clube. Sócio da FM Planejamento, Palestrante sobre marketing digital, comportamento de consumo e inovação. Autor dos livros Planejamento Estratégico Digital (Ed. Saraiva) e Ao Mestre com carinho, o São Paulo FC da era Telê (Ed Inova) – www.livrotele.com.br – facebook.com/plannerfelipe e @plannerfelipe

21 comentários

  1. Pra quem queria ser campeão, absolutamente todos os resultados foram ridículos.

    Nos resta tentar ir a libertadores. Mas com o Celso Roth da Ponte da Amizade no comando…acho bem difícil.

  2. Título é título e não tem essa de peso… são 6 anos sem levantar uma taça.

    Conheço time que ganha torneio de verão e eles entendem como Mundial… conheço outro que participa de torneio de inverno em 1951 e eles pedem a FIFA para reconhecer como Mundial… por que o nosso título Sulamericano de 2012 é muitas vzs considerado pouco importante pelo nosso próprio torcedor?

    • nao entendo esse descaso tbm marcio. titulo internacional. importante.

      o sp é respeitado na america tbm por causa desses titulos. sul americana, conmebol recopa, supercopa, etc

      mas os modas sao complicados.

    • A única coisa que estragou pra mim foi os bunda mole dos argentinos arregarem e fugirem do segundo tempo.
      Sabiam que iam levar uma goleada historica !
      Do resto, comemorei pra caramba, Lucas acabou com o jogo e a imagem do RC passando a taáca pro mlk esta na minha cabeça ate hoje.
      E digo mais, se formos campeões Paulista, pra mim vai ser mundial !
      Tem torcedor que vai na onda de torcedor rival …
      Agora um detalhe, com o Ney Franco kkkkk

      • Verdade…. se aquele jogo termina normalmenten , ninguém falaria nada desde título. .. argentinos malditos ! E concordo com vc, Paulista pra nós vai ter gosto de Mundial! Mas tem muitos arrogantes na nossa torcida, que ainda estão na onda do “soberano” e tem a pachorra de desprezar um campeonato que nao vem a 13 anos pra nós, chamando de Paulistinha.

        • É paulistinha sim. E pode ficar sem ganhar para sempre que não ligo a mínima. O que quero é título brasileiro, sul-americano e libertadores

          • Problema seu o que você quer. Time grande tem que querer todos os títulos possíveis. Seu pensamento é compatível com aqueles que destruíram o clube.

  3. Time deveria se esforçar ao máximo pra ganhar TODAS as partidas que faltam…. difícil? Muito. . Impossível nao pois ganhamos 7 dessas 8 no primeiro turno… nem se ganharmos todas não seria uma garantia de titulo, mas eu queria ver o SPFC ao menos com chances até a última rodada.

  4. Exatamente Felipe parabéns pelo artigo, o spfc parece doente, todos os jogadores que chegam ao tricolor com o tempo se tornam apáticos, acomodados e isso é o que mais irrita, até o Aguirre que vinha com esse discurso de atitude, raça uruguaia e tal se perdeu….mas pra mim o pior de tudo é que essa doença infelizmente já atingiu muitos torcedores também que “compraram” o eterno discurso do Leco de dívidas e reconstrução e que se acostumaram a comemorar vaga em libertadores, lamentável!

  5. “Agora até o Paraná Clube, lanterna do campeonato, com todo o respeito, vem para o Morumbi e encara o São Paulo de igual para igual. Na época do Telê, até o Barcelona respeitava o São Paulo!!!”.

    Simples assim…

  6. Um sentimento que muitos não tem…
    Infelismente pessoas lá de dentro não tem esse sentimento que nós temos aqui fora…o torcedor é o que mais sofre…
    Enquanto outros ganham salários astronômicos pra destruir e apequenar nosso Tricolor…

  7. Parabéns pelo Artigo Felipe.

    Falou tudo, sofrimento que não tem fim.

    Fui nesse jogo contra o América, fiquei com vergonha do que eu presenciei.

  8. de 94 a 2002 passamos a mesma situação.

    A diferença é q quem ganhou a libertadores na época foi o palmeiras

    e mesmo muito pior q os adversarios, não tomavamos 6 a 1, 5 a 0, 4 a 0, 3 a 0, gol do meio campo…..gol de cobertura….

  9. Sou sócio do SPFC e o que posso dizer é que há várias “facções” dentro do SPFC interessadas em poder.

    Já disse aqui que este é o resultado da gestão maléfica de Juvenal Juvêncio que no final dos anos 80 tentou arrasar o SPFC mas não conseguiu por conta dos cardeais que tínhamos à época.

    Na sua volta, lamentavelmente trazido por Marcelo Portugal Gouvêa, ele conseguiu “aparelhar”, destruir a oposição e deixar o que temos hoje.

    Um conselho envelhecido, mais interessados em ganhar ingressos dos jogos e outras coisas mais, porque por incrível que pareça alguns “dependem” disso. Se me entendem.

    Enquanto permanecerem, não vejo muita chance.

    Outro detalhe, muitos sócios não são São Paulinos e estão mais interessados no clube.

  10. Ah…mas quando eu li que Nene, D.Souza e Jucilei disseram que queriam se aposentar no SPFC, quase infartei. É esse o jogador que os diretores contratam??? Com alma de aposentados cansados?? (nada contra aposentados, um dia serei também). Mas beira o ridículo esse comentário deles, tem que contratar jogador como Rojas, Carneio, Everton Felipe (ainda sem ritmo) etc…

    Muitos de nossos jogadores são a cara do Presidente, inclusive Sr.Aguirre…Prefiro o Leão, com sangue nos “zói”.

    Jogadores de futebol de hoje em dia, estão que nem jovens na escola; eles que mandam e não obedecem a ninguém, só que jogador ainda é pior, porque ganham milhões por ano.

    Chega de gente negligente e irresponsável, chega de política suja e nojenta que se instalou em todos os setores do “brazil”.

    Quero meu SPFC de volta, quero agora, ano que vem é de ninguém.

    Acorda torcedor.

  11. O amigo Dan diz que de 94 à 02 o São Paulo passou pela mesma situação. Permita -me discordar pois a situação hoje é bem pior. Senão vejamos : em 94 ganhamos a Copa Conmebol e a Recopa, em 96 vencemos a Copa Master da Conmebol ,e em 98 e 2000, o Paulista. Não dá para comparar as duas épocas. Abraço.

Deixe uma resposta