Carneiro: “Estou mais confiante”

Escalado como titular no Campeonato Brasileiro pela primeira vez no último sábado, contra o Atlético-PR, o centroavante Gonzalo Carneiro comemorou o fato inédito com a camisa do São Paulo e sua evolução no futebol brasileiro. O uruguaio, que chegou ao Tricolor em abril e só foi estrear em julho, agora pretende ganhar mais minutos em campo.

– Para mim é uma evolução extremamente importente desde que eu cheguei aqui. Cheguei com uma lesão, com quase dez meses jogar, de pouco em pouco, minuto a minuto, partida a partida, sinto uma boa evolução e cada vez e sinto mais confiante. Ainda me falta mais ritmo de jogo. Pensava que seria mais difícil, por conta do tempo parado. Então voltei melhor que o esperado – pontuou o são-paulino citando as dificuldades para se recuperar de uma lesão no púbis, antes mesmo de sua chegada ao Brasil.

Gonzalo Carneiro participou dos últimos cinco jogos do São Paulo na temporada. O centroavante, contratado do Defensor, do Uruguai, ainda sente certa dificuldade para se adaptar ao ritmo de jogo do futebol brasileiro. Até aqui, o camisa 19 do São Paulo soma 322 minutos em campo.

– Para chegar ao nível ideal é preciso de uma sequência de jogos. Me adaptar melhor ao futebol brasileiro, que é muito diferente do uruguaio. Acredito que a sequência de jogos e os treinamentos vão me ajudar nisso – explicou o centroavante, uma das esperanças do São Paulo para os próximos anos.

– Meu objetivo pessoal é esse, jogar o máximo de tempo possível no campeonato. E o principal, que é ajudar o São Paulo a conseguir vitórias nessa reta final de campeonato – concluiu o centroavante.

L!

 

12 comentários

    • Joga muito, mas deu uma dormida no jogo e o Gallardo tratou de acorda-lo, diferente do Aguirre que ultimamente parece uma múmia a beira do gramado.
      Funcionou, e no final do 1 tempo se destacou.

    • única vantagem que vejo nisso é abrir mais uma vaga para a libertadores, pois se depender só de Aguirre estamos correndo risco de bem ir para a pré.

  1. É no mínimo curioso ver Cícero e Maycon titulares no Grêmio semifinalista da libertadores, ganhando fora de casa do River… Que será que ocorre no nosso time hein? Seria planeiamento? Ambiente? Diretoria omissa? Troca troca de técnico?
    Peguem o River como exemplo: Gallardo tá lá há 4 anos e meio.

  2. São Paulo precisa virar time empresa urgentemente.
    Licencia a marca são Paulo a uma empresa para gerir o futebol e deixa o leco e sua turma que está aí há 02 décadas só na parte social.
    Falo isso há mais de uma década fui sempre criticada.
    Foi isso que ergueu o Milan na década de 80 ( o magnata Silvio Berlusconi levou o Milan a 04 copas dos campeões da Europa )
    O mesmo ocorreu com o Chelsea e com o Manchester city.
    Ai me cobrem se o São Paulo não se tornar o primeiro das Américas.
    Temos que afastar do futebol esta turma que há décadas se apropriou do clube e está transformando o sp numa portuguesa.
    O projeto tem que ser profissional sem idolatria, independentemente dos nomes serem ex ídolos do sp.
    Mas fiquem atentos. Não pode ser o projeto do leco pelo amor de de Deus.
    O moderador deste blog poderia propor uma discussão sobre a viabilidade do São Paulo virar, no setor de futebol profissional, um clube empresa.
    Que tal este tema, hein, moderador ?

Deixe uma resposta