“São Paulo está apático e deu adeus ao título”

É isso aí, pessoal. Acabou para o São Paulo em 2018. Por mais que ainda tenham sete jogos (21 pontos em jogo) o time já jogou a toalha e agora luta por uma vaga pela Libertadores. Quem, 40 dias atrás, diria uma coisa dessas?

Quem me conhece e acompanha meus textos aqui na Gazeta Esportiva desde 1998 – sabe de minha luta pela valorização da Psicologia do Esporte como ciência no futebol. Sobre o São Paulo, digo isso há pelo menos 10 anos.

O tricolor paulista não irá reagir enquanto não olhar essa questão com mais seriedade e contundência. Entra técnico, sai técnico. Muda-se os presidentes, jogadores e diretores e o fantasma que derruba o São Paulo há tanto tempo ali continua: a FRAGILIDADE PSICOLÓGICA E EMOCIONAL.

De nada adianta “mandar” os jogadores para a psicóloga cuidar quando não estão demonstrando equilíbrio psicológico nas partidas. Você sabia que Psicologia Clínica é diferente de Psicologia do Esporte? O trabalho da Psicologia do Esporte se dá ali, no dia a dia, em reuniões com  a comissão técnica, com presença em treinos e jogos fazendo observação de comportamento individual e coletivo. O psicólogo precisa ser considerado como mais um integrantes das comissões técnicas e não uma espécie de diretora de colégio que conversa com os alunos quando eles não se comportam bem!

Desde 2010, a cada ano, venho aqui dizer a mesmíssima coisa : a presença de psicólogos não garante a vitória mas a ausência desses profissionais pode ser crucial nas derrotas. Até a seleção brasileira começou, tardiamente, a apostar nesse trabalho.

O São Paulo sofre de uma tal “síndrome do fracasso neurótico” e, se assim continuar, ficará mais 10 anos nesse prejuízo crescente para o clube e sua torcida.

Procure falar sobre a Psicologia do Esporte com os cartolas do clube. O máximo que eles atingem cognitivamente é “procurar apoio em casos de indisciplina ou crise pessoal”. O São Paulo ainda vive nos tempos jurássicos nas áreas administrativa e da preparação psicológica. Ainda vive, de forma vexatória, sob a égide de um “Soberano” de um passado já bem distante.

Antes de atacar esse colunista, por favor, reflitam sobre o comportamento emocional dos atletas. Pensem em como o time amarela literalmente quando está próximo das decisões. Tenho certeza que, com o mínimo de bom senso, concordarão que a fragilidade psicoemocional é a grande vilã do time.

Até mesmo o treinador e atletas entendem que o time carece de força mental e emocional. O problema maior é que eles pensam que, ao chegar nessa conclusão, o problema já está resolvido, como num toque de mágica.

E não está.

João Ricardo Cozac

 

55 comentários

  1. Tenho dúvidas se é apenas problema mental. Concordo que muitos não tem a mentalidade vencedora, e são extremamente medíocres, começando do Leco e alguns jogadores que não tem noção onde jogam e termina no covarde do Aguirre. Acho que o principal problema é a forma de jogar, e só chutao pra frente, sem jogo pelo meio, sem tabelas, infiltração dos volantes, enfim, uma pobreza técnica sem fim. Finalizo pra dizer que o CAP não tem a folha de pgto que temos é apresenta hj um futebol agradável de se ver. Pq eles conseguem e nos não?

    • Justamente o nosso próximo adversário no fim de semana. Tenho até medo de dizer, mas estou prevendo um novo desastre em pleno Morumbi.

      • Já que jogamos a toalha para o título, sugiro começar a trabalhar com a molecada da base, tirando alguns medalhões, com DS e colocando o Brenner e para o lugar do Everton o Toró.
        Tá na hora de mudar a postura, pensar num planejamento para o ano que vem. Testar tb o goleiro Lucas perri.

    • O CAP joga um futebol de dar gosto…. mas outros times hoje jogam melhor que nós…. América MG ontem seu trabalho pro GALO só nao venceu pq o Victor fez uns 4 milagres. Bahia, Vitoria…. todos esses o ataque cria mais que o Tricolor …. no momento só jogamos melhor que o Paraná (não a toa empatamos com eles)

  2. Não é possível que não vejam o histórico do Aguirre em todos os clubes por onde passou. Cara não tem dna vencedor, não monta times campeões, nunca. Tragam Abel Braga pra ficar 3, 4 anos e montar um time. Aguirre encontrou um time no SP, armou sua única forma de jogar e deu certo por um período. Só. Muito pouco pra ser treinador do maior clube do Brasil.

    • Eu disse isto quando contrataram o Aguirre. O cara não é e nunca foi vencedor. Não o seria aqui. Não sei se concordo com o Abel, mas com certeza concordo que o Aguirre não dá, assim como não deu em outros times.

      • Pois é, cara… agora sobre futuro treinador, dos que estão no mercado não vejo opção melhor que Abelão, vitorioso, cara que coloca elencos fracos pra jogar um futebol aceitável. No SP, com bom planejamento, acredito que montaria um time pra ser campeão de algo grande. Qual seria sua ideia para treinador?

        • Neste momento não faço idéia. Acho que estamos com a paciencia meio curta para colocar o Jardine. Ele poderia ser queimado muito rápido. Acho o Abel um bom treinador. Só tenho minhas duvidas se ele daria certo aqui em SP.

  3. Time de idosos, diretoria de idosos média 80 anos, técnico fraco. O que salva no São Paulo é sua enorme torcida, seu belo estádio e principalmente seu nome. Maior apóstolo de Cristo, Estado mais forte da união e também mais populoso, e terceira cidade do mundo.Infelizmente esse bando de velhos gagás que se apoderaram do clube não tiram proveito disso tudo. Libertação já do clube com eleições livres e diretas para presidente com votos dos sócios torcedores. É mudar ou morrer.Jucilei a meu ver é ex atleta. Ninguém o tira. Rodrigo Caio de médio volante no lugar do Jucilei poderia recuperar um bom jogador e todos sabem que a posição dele é médio volante onde se destacou inclusive na seleção brasileira.

  4. Não inventa dizendo que o problema é psicológico. O problema é técnico e tático. Técnico com jogadores abaixo da média ou em fase de carreira. Tático porque o treinador nunca demonstrou poder de formar um time que ganhe por mais de 2 ou 3 gols por partida. Um zero e retranca. Manter o Hudson, Juscilei e Liziero em campo com 2 sagueiros e 2 laterais … vai é queimar alguns jogadores: Nenê por exemplo. Não tem como o meia jogar se o time não tem meio de campo. Se tem o Diego Sousa na frente e só.

    A defesa vai sofrer sofrer até tomar um gol, e depois outro, … aí vai recair a culpa sobre a defesa e o goleiro.

    • Você está fora do tempo, caro missivista. Até o Real madrid e Barcelona fazem esse trabalho psicológico. E a qualidade dos jogadores deles pode ser comparada com a dos nossos? Se eles precisam de trabalho psicológico, os do SPFC precisam muito mais

  5. Pra mim esse “problema mental” está muito mais relacionado com o exemplo que vem de cima pra baixo do que com grupo abalado. A várzea que ficou instaurada na Barra Funda, a mentalidade de derrota, o clima de SPA, o perfil dos jogadores, a falta de ambição, de foco e de objetivos claros são alguns pontos que certamente contribuem pra nada dar certo.

    Acredito que Raí e Lugano fizeram um bom trabalho tentando mudar esse perfil mas não se transforma 10 anos em 1. Mesmo assim eles tem parcela de culpa em contratações erradas, gasto excessivo de dinheiro com jogadores inúteis (que já se sabia que eram desnecessários antes mesmo da contratação), mas nada chega perto da parcela de culpa do Leco que não tem um pingo de noção de futebol e de gerenciamento de um clube gigante como o SPFC. Desde que virou presidente ele já mostrou isso transformando em “título” a diminuição da dívida pq talvez soubesse da sua incompetência pra ganhar campeonatos.

    E por mais que doa pensar nisso acho que o Corinthians mostra bem como a mentalidade é capaz de coisas inacreditáveis já que mesmo com times medíocres e várias vendas, além de dívidas, eles beliscam um ou outro campeonato quase todo ano enquanto o SPFC se contenta em ser coadjuvante e “não passar vergonha”.

    • Isso que deixa a gente nervoso mesmo…. os caras devendo pra todo mundo , time medíocre e podem ganhar a 2 taça do ano. O que acontece no SPFC é inexplicável.

  6. Me veio na cabeça agora aquela matéria de quando o SPFC era líder, que dizia que um matemático calculava as chances do SPFC ser campeão serem menores do que a do Inter…

    galera em unissono xingando de mídia gambá, contra tudo e contra todos… enfim…

    no final das contas, a matéria estava corretíssima.

    ontem o SPFC tomou um verdadeiro baile de bola.

    azedou meu domingo de feriado prolongado…

  7. O João Cozac tem sua parcela de razão. Esse time do SPFC é , no mínimo, amarelão e pipoqueiro. Deveriamos ter acendido o sinal de alerta sobre o time depois da vergonhosa derrota para o Colon , no Morumbi. Um time como o SPFC só perde do Colon porque tem medo de vencer, tem medo de jogar e a culpa aí são dos treinador e dos jogadores. E os jogadores são todos vividos e experientes, mas amarelam, não têm espírito vencedor. Esse tem sido um dos principais problemas do SPFC. Claro, muitos desses jogadores, mesmo com bom trabalho de psicólogo nunca vão jogar bem porque são medíocres: Anderson martins, Bruno perez, Sidão, jean, Edimar. E Jucilei e Hudson, são pesados, não podem jogar juntos, o único que não sabe disso é o treinador e por isso, só por esse motivo, já merece o olho da rua. Ou seja, precisamos de trabalho psicológico sim ( vejam o caso do amarelão do Brenner, a apatia do Shaylon), mas também precisamos de um presidente honesto, de um treinador que tenha mais repertório de jogadas e de jogadores de mais qualidade. Conclui-se que falta tudo no SPFC. E um alerta: a classificação para a libertadores ( G4) está em sério risco. Com a palavra, Raí.

    • Tambem acho que está em sério risco. Eles vão suar muito contra o Atlético PR. O Vasco começou a ganhar, Flamengo e Vitória tambem. Ainda vamos pegar todos estes. A questão é : será que com este time deveremos ir para a Libertadores ou passaremos vergonha ?

    • Estou lhe estranhando, meu amigo Paulino… Você era muito mais fanático… Chegando até a me chamar de “torcedor modinha” (ou ‘coxinha’…) quando eu expunha, justamente, o que agora você expõe… Até parece um texto meu, esse por você publicado… “Tirante” isso, é por aí… Não há psicólogo que resolva, se os “pilares” de um elenco / time forem dois jogadores como DS e Nenê, ambos ‘ciganos da bola’, sem parada, sem identificação alguma, com clube algum, e sem títulos significativos na carreira… Se são “amarelões” eu não sei, mas ganhadores de títulos é que não são… Assim como não o é o Sr. Aguirre, que pode ser muito honesto, direto, e etc., mas também não tem “cheiro de título”… Como ressalva, cite-se o grande Telê, que até chegar ao SP, também não o tinha… Como já expus, inúmeras vezes, o SP precisa se reencontrar, como clube, com a sua história e grandeza… De nada adianta uma camisa linda, representando um clube com tamanha magnitude, tendo, a vesti-la, jogadores comparáveis aos de, com todo o respeito, Chapecoense, Figueirense, Avaí, Sport, Vaixxxxxco (o atual, frise-se…), e etc… Continuo a ostentar, com todo o orgulho, essa camisa, para cima e para baixo, independentemente das gozações de amigos, familiares, e até de desconhecidos… Sabe qual a razão?!… Esse clube, para o qual torço, desde que me conheço por gente, é muito MAIOR que esse mar de mediocridade que o assola… Abraço! / Boa semana!… SMILE TADEU.

  8. Nada a ver com o psicológico é falta de bola mesmo e corrupção na diretoria.

    – Todo ano a diretoria vende promessas pra Europa e trás uns aposentados caros pra substituir a molecada.

    – Todo ano trazem um técnico fracassado e submisso. Pode nunca ter feito um trabalho decente na carreira, mas sendo capacho e obedecendo a diretoria está ótimo.

    – Sidão tem dificuldades absurdas em fundamentos básicos. Mal sabe bater um tiro de meta.

    – Arboleda, melhor zagueiro do time, pegou banco porque discutiu com técnico. Enquanto isso Anderson Martins é titular absoluto. Se bom pro Vasco nunca credenciou ninguém pra ser titular no SP. Valdir Bigode era ídolo lá e aqui era contestado. Aqui camisa pesa.

    – Bruno Peres é uma avenida. O cara parece o Mestre dos Magos, o cara desaparece em campo. Rojas vira praticamente o lateral direito.

    – Hudson e Jucilei só dão passes laterais.

    – Jucilei sempre achei medíocre. Jogador pesado que não distribui bem o jogo e não tem capacidade de lançar não tem função hoje. E pra piorar, o cara é gigante e não divide forte, não usa os braços. Pode ver que contra o Hudson o adversário tem medo de dividir, mas contra o Jucilei que é muito maior os caras vem na boa.

    – Nenê já estava em decadência no VASCO por conta da idade. Não servia pro Vasco e serve pra ser ¨o cara¨ no SP =/

    – DS nunca foi protagonista. Na hora que o bicho pegou amarelou como sempre. Deu uma bica no argentino, foi expulso contra o Fluminense, apaziguou a briga quando o Reinaldo tomou um chute na virilha do zagueiro do Botafogo, perdeu gols decisivos. Cara que só joga jogo baba, esquenta o jogo na hora errada e apazigua na hora errada, pipoca em lances decisivos. Auge do cara foi consagrar o Cássio.

    É muito jogador ruim.

  9. É natural que cada um de nós procure uma justificativa para a queda do time.

    Talvez, todos tenhamos razão, afinal, são muitas variáveis em jogo: corpo técnico, compêndio emocional, arbitragem (O SPFC foi prejudicado pesadamente em jogos contra times mais fracos), queda de rendimento de atletas chave, contusões…são muitas possibilidades.

    Não costumo me meter em sistemas complexos com muitas variáveis, são discussões longas demais que suplantam a parte prática, e acabam desencadeando soluções pífias.

    Aquele que se mete em tudo nada faz.

    O que vejo de prático é um grande trabalho até aqui, haja vista que o torcedor do SPFC/imprensa não sonhava com uma mísera vaga na Libertadores, a expectativa era de mais um ano desgraçado.

    É preciso lembrar que o SPFC começou do zero, e, na minha modesta opinião, Raí e Cia faz um trabalho bom.

    Agora, é preciso manter o foco para nos classificarmos para a Libertadores e fazer as modificações necessárias para 2019.

    Para um clube que não via a luz há anos, entendo e confio que nossa diretoria de futebol aprendeu muito nesse “retorno” ao protagonismo do tricolor, ainda que tenha sido por algumas rodadas.

    O próximo ano há de ser melhor.

    Avante, tricolor!

    • Concordo com tudo.

      Mas o que importa para muitos é apenas o resultado imediato.Criam juízos com base nisso, para o bem ou para o mal.

      Se o presidente não for corajoso, nunca sairemos do ciclo atual e nunca iremos estabelecer um trabalho sério, consistente e, acima de tudo, vitorioso de novo.

      Se trocarem o técnico, daqui a 6 meses ou menos irão pedir a cabeça do próximo.O presidente precisa ter coragem, ter um norte e acreditar nas próprias decisões.

  10. A 10 anos q o problema do São Paulo são 2 coisas: 1- jogo decisivo qdo realmente vale alguma coisa…..o são Paulo não disputa mata mata e sim morre morre…final então?!?!….a 4 rodadas atrás diziam q faltavam 13 finais, pois é, já perdemos as 4 que disputamos….se continuar tratando os últimos 9 jogos como finais dos 27 pontos restantes não ganha 10…..2- o são Paulo não impõe respeito em mais ninguém, até o america mineiro e o Paraná vieram pra cima da gente, esses dias contra o curintia com o time reserva o america jogou recuado e em marcha lenta, contra o são Paulo com time titular vêm pra cima……todos os times sim, jogam contra o são Paulo como se fossem finais

  11. O trabalho do treinador não se mede pelo primeiro acerto do esquema e sim pelo que ocorre depois que os adversários se adaptam a ele. Os bons acham soluções. Os fracos se perdem até a demissão.

  12. Não há fator psicológico que ajude quando o lider do campeonato enfrenta o América em casa de forma covarde e retranqueira com 3 zagueiros, 3 volantes e 1 lateral. Patetico! Inadimissivel!
    Fora Aguirre!

  13. Psicólogo vai fazer o time trocar 4 passes no campo de ataque ? Psicólogo vai escalar um meio campo que saiba jogar ou vai deixar 2 brucutus que só tocam de lado? Psicólogo vai escalar lateral de atacante?

  14. Torcida do SP está criando uma mentalidade perdedora, se contentando com vaga de Libertadores, etc.

    Olha como o SPFC era gigante, é só ver os tabus:

    – Ficou uns 35 anos sem perder em casa na Libertadores.

    – Ficou uns 6 anos sem perder do Inter.

    – Não perdia pro Palmeiras em casa desde 2002.

    Todo ano algum tabu positivo caí =(

    SPFC tem a 3 maior torcida do BR, esse ano lotou estádio o ano todo, deve ter sido o 2º ou 3º que mais gastou grana em contratações, paga salário em dia, é a maior vitrine do país.

    Com esses dados, é aceitável termos um time que joga pior que CAP, Atlético MG, Santos, etc?

    SP na época da Parmalat (que tinha Rivaldo, Roberto Carlos, etc) dava trabalho pros caras. Hoje saí dando entrevista falando que é normal perder pra porcada.

    Daqui a pouco se ganhar um paulistinha vai ter carreata pra Aparecida =/

    • Assino embaixo. Ah mas ano passado disputamos rebaixamento, está ótimo ficar em 4 lugar esse ano ! O Inter estava na B e disputará o titulo até o final, com boas chances de ganhar. Galerinha aqui parece que torce pra Ponte Preta…. pelo amor de Deus! Manter esse treinador fracassado não é garantia de nada ….

      • Assino embaixo. Ah mas ano passado disputamos rebaixamento, está ótimo ficar em 4 lugar esse ano ! O Inter estava na B e disputará o titulo até o final, com boas chances de ganhar. Galerinha aqui parece que torce pra Ponte Preta…. pelo amor de Deus! Manter esse treinador fracassado não é garantia de nada …..

  15. Uma correção ao texto, ao invés de 7 partidas na verdade sao 9…vejo uma equipe que perdeu a confiança em seu potencial ao perder ou empatar jogos onde o elenco curto teve papel importante nesse processo da perda de confiança…
    Temos um elenco de jogadores experientes, vejamos: Sidao(36 anos), Bruno Peres (28 anos), Anderson Martins (+ de30) Jucilei (29 anos), Hudson (29 ou 30) Nene (37anos), Diego Souza (33anos) ou seja todos tarimbados e a maioria com passagens pelo exterior.
    Vejo que a psicologia ajuda num trabalho a longo prazo, mas a deficiência maior desse elenco está sendo a diferença de nível entre titulares e suplentes…

    • Não concordo.

      Primeiro, não sao jogadores experientes, são jogadores velhos.

      Sidão só jogou em time pequeno, foi de Botafogo pra baixo.

      Bruno Peres a Roma tá doida pra arrumar um trouxa pra comprar.

      Anderson Martins jogou nos Catar da vida.

      Jucilei nem a China quer mais.

      Hudson teve a sorte de um dia vestir a camisa de SP e Cruzeiro.

      DS foi uma das piores contratações da historia do Benfica, foi reserva no Metalist da Ucrânia.

      O único que teve protagonismo em time grande foi o Nenê que jogou no PSG (lembrando que o PSG daquela época não é o PSG milionário de hoje).

      A maioria não tem experiencia de grandes jogos em grandes times. Só passagens apagadas em times médios para pequenos em centros menores do futebol mundial.

      A gente não está repatriando um Leonardo, um Cerezo, um Amoroso. 😉

  16. Não chega nem na libertadores, vai perder o próximo jogo, o Atlético do Paraná esta muito bem agora, vem de goleada sobre o Sport. Tem que escalar o time dessa forma: Perri, Hudson (lateral não tem outro), Arboleda, Bruno Alves e Reinaldo, Luan, Lizieiro, Shaylon e Helinho, Rojas, Diego Souza (não tem outro)

  17. Vem Abelao ou vem Luxa ! Trazendo um desses 2 + Hernanes e outras boas contratações pontuais ja dá pra montar o projeto Paulistão! Não adianta querer ganhar BR e Libertadores se não recuperamos o prestígio no nosso próprio Estado.

  18. Ontem quando o time recuou demais pensando que ia segura o resultado em uma retranca de time pequeno desliguei a televisao pois sabia que a virada do Inter era certa. A situação é essa o time é limitado mais o técnico nao ajuda e senao ousar ou arriscar até a Libertadores ja era se eu fosse ele colocaria os meninos da base com ajuda de Jardine para jogar para criar um fator novo e da oxigenada no time tiraria o Jucilei e o Anderson Martins pois se ficar do jeito que esta vai ter que se contentar com a Sul Americana apenas.

  19. Tristeza só isso, honestamente nao tenho essa fé que o ano que vem será tudo melhor! O SPFC nao investe em futebol para vencer titulos, nao entramos pra vencer nada ja faz anos, entramos no maximo pra competir e se ganhar algo que otimo, esse é o pensamento desse presidente cagão.

    • Não é só o pensamento da diretoria, agora alguns torcedores também incorporaram o pensamento de time pequeno ! Se classificar pra Libertadores está bom, montamos uma base pro ano que vem etc etc etc …. está parecendo a torcida da Ponte Preta!

      • Pois é, se for pra libertadores com Jucilei, Carneiro etc, melhor nem ir. Hoje temos que ser realistas Crefisa investe em futebol pra ganhar, Flamengo também, se ganham ou não é outra questão, se nao temos o dinheiro para investir em um time pra ganhar, é problema da Diretoria que nao consegue se valer da 3a maior torcida do Brasil, de um historico vencedor, do tamanho da instituicao e da marca reconhecida mundialmente.

  20. Internacional estava na B ano passado – esse ano vai disputar o titulo até o fim. Porcada em 2014 quase caiu, em 2015 ganharam título( fora em 2012 que ganharam um título com um time que foi rebaixado) . Não tem como se conformar com esse jejum do SPFC ! Vasco cai pra B, ganha estadual mesmo assim. Botafogo mesma coisa, tem dinheiro pra nada mas mesmo assim belisca um título ali de vez em quando ! E a torcida do SPFC satisfeita com vaga em Libertadores…. viramos coadjuvantes e muitos estão aceitando.

  21. Para mim o principal culpado é o Aguirre mesmo, se o time conseguiu chegar a liderança e jogando bem é porque o elenco não é tão ruim como dizem. A responsabilidade de encontrar saída para as dificuldades é do treinador. Ele insistiu demais com o Sidão, começou a inventar uns absurdos para substituir o Everton, barrou o Arboleda, que não minha visão deveria ser o titular com o Bruno Alves, não utilizou a molecada, deixou o time previsível, sempre com as mesmas substituições, sempre que precisa mudar coloca ou Trelles ou Carneiro, jogando com três volantes contra times pequenos, escalando Rodrigo Caio de lateral, jogando sempre por uma bola não importando qual o adversário. É muito erro para um time só.
    Para o ano que vem, eu iria de Abel Braga ou Jardine mesmo, nem um outro. Teria que contratar um goleiro decente, um lateral direito e um jogador diferenciado para o meio, já que o Nenê não consegue manter o mesmo ritmo o ano todo.

  22. “Eu disse isto quando contrataram o Aguirre. O cara não é e nunca foi vencedor. Não o seria aqui. Não sei se concordo com o Abel, mas com certeza concordo que o Aguirre não dá, assim como não deu em outros times”
    Carlos Oliveira

    Concordo plenamente com o Carlos. Basta olharmos a carreira do Aguirre como técnico. Seus trabalhos sempre morrem na praia.

    Teve chance de fazer diferente e acreditar nos garotos, mas preferiu retrancar o time e insistir nas invenções.
    Já jogamos com 3 zagueiros e 3 laterais em pleno morumbi.
    Reinaldo não é ponta
    Liziero não é ponta
    Bruno perez não é ponta

    Está subindo os garotos e relacionando, mas para enganar quem ?

    Ontem por exemplo:
    Brener , antony, everton felipe, Helinho poderiam jogar na ponta esquerda.

    O próprio Liziero é banco , mas o jucilei não vem jogando bem a muito tempo.

  23. Técnico frouxo e covarde

    Frouxo porque delegou a alguns jogadores o comando da equipe, isso não existe… Roger estava mal no Palmeiras porque faz esse mesmo estilo, se esconde atrás dos jogadores… Felipao chegou mostrou quem manda e o resultado tá ai…

    Covarde porque quando assumiu a liderança ficou com medo de perde-la e passou a jogar nais cauteloso ainda… até hoje ele exagera em defensores e volantes… já tá mais que provado que isso não dá certo no São Paulo mas o cara quer continuar insistindo no erro…

    A panelinha tirou mais um titulo do São Paulo…. essa história de desfalques é pra boi dormir. .. uma semana treinando pra que? Porque não usou o Caique no lugar do Everton? Porque não tira o Jucilei e coloca o Liziero ali? Frouxo… tem medo de jogador….

    • Ah e fora a briga com o Arboleda…. caraca, além de ser nosso melhor zagueiro é um cara humilde… nessa mandou muito mal Aguirre.. o Arboleda só deve ter expressado o que todos sentem… Não joga o melhor, joga o gente boa, o resenheiro, o falador… etc etc

  24. Problema com o Nenê foi Lucas Fernandes e Shaylon se omitirem nas partidas e não ter um pingo de iniciativa pra agarrar as oportunidades. Creio que o plano da diretoria era ter o Nenê como peça do meio campo e alternar os dois no revezamento. Ambos foram péssimos quando exigidos e aí fomos atras do Everton Felipe, que assim como Jean, custou uma bela grana e não joga.

  25. Eu estou no grupo dos pessimistas, acho que a libertadores está ameaçada e o jogo de sábado pode ser mais uma derrota. Principalmente se entrar com as velhas escalações para não perder.

    Para sábado, nada de improviso.

  26. Está parecendo que temos problema de vestiário… tem algumas histórias mal contadas aí. Pq o Arboleda não joga mais? Rendimento físico geral caiu. Jogadores nitidamente sem sangue nos olhos. Nosso querido Aguirre perdeu o time.

  27. Credito esse momento a montagem equivocada do elenco, pois não temos reservas à altura para as duas laterais, atacantes de lado de campo quando os titulares se ausentam inexistem, a dupla de volantes são limitados tecnicamente (Jucilei é pesado, só toca a bola lateralmente e raramente se apresenta no ataque) e os atacantes de área são discutíveis.
    Ao que tudo indica as chances de título inexistem, portanto talvez seja o momento de dar oportunidades para garotos com características semelhantes aos pseudo titulares.

Deixe uma resposta