São Paulo fecha preparação para encarar o Inter com trabalho tático fechado

O elenco do São Paulo realizou na manhã deste sábado, no CT da Barra Funda, o último treino de preparação para o confronto com o Internacional, neste domingo, às 16 horas, no Beira-Rio, em Porto Alegre, pela 29ª rodada do Campeonato Brasileiro. A atividade foi fechada para a imprensa e serviu para o técnico Diego Aguirre fazer os ajustes finais visando o confronto decisivo para as pretensões da equipe paulista na luta pelo título nacional.

De acordo com informações divulgadas pelo clube em seu site oficial, o treinamento foi marcado por um trabalho tático no qual o treinador também deu atenção especial às jogadas de bola parada. No treinamento, no qual teve ajuda dos auxiliares André Jardine, Juan Verzeri e Raul Enrique Carreras, o uruguaio escalou os 11 titulares que iniciarão a partida contra o Inter.

Atual quarto colocado do Brasileirão, com 52 pontos, o São Paulo está um atrás do Inter e precisa vencer também para se aproximar do Palmeiras, que possui 56 na liderança da tabela. Essa vantagem foi aberta pela equipe alviverde no sábado passado, quando superou o time tricolor por 2 a 0 no clássico realizado no Morumbi.

Neste duelo, o São Paulo não poderá contar com o meia-atacante Everton, que no confronto diante dos palmeirenses sofreu um estiramento muscular na coxa esquerda e ficará três semanas afastado da equipe. Outro desfalque certo é o zagueiro Arboleda, que está com a seleção do Equador.

Liziero aparece como provável substituto para a vaga aberta no meio-campo, mas existe a possibilidade de Everton Felipe entrar no time. Já a dupla de zaga deverá ser formada por Bruno Alves e Anderson Martins neste domingo. Outra provável novidade na equipe seria a entrada do goleiro Jean no lugar de Sidão, atual dono da posição, depois de ter sido testado na equipe titular no treino da última sexta-feira.

Desta forma, o São Paulo poderá ir a campo na capital gaúcha com a seguinte formação:

Jean (Sidão); Bruno Peres, Anderson Martins, Bruno Alves e Reinaldo; Jucilei, Hudson, Liziero (Everton Felipe) e Nenê; Rojas e Diego Souza.
Isto É

3 comentários

  1. Com um meio campo formado por Hudson e Jucilei, a bola só chrgara ao Diego Souza vinda de cruzamento pela esquerda. Diego Aguirre e mto conservador, pra não dizer medroso mesmo. Agora que o Bixo tá pegando pro lado dele vai tirar o Sidao? Deveria ter feito isto ha 3 meses qdo o time estava bem. Agora, Aguirre mande o recado: Eu não tenho nada a ver com a queda de rendimento do time, nosso problema era o goleiro. Ta fácil ganhar 300pila por mês.

  2. se ele tirar o sidao para dar um alento na defesa eu fico feliz se bem que os 4 gols nos ultimos jogos foram muito mais falhas individuas de uma defesa que vinha solida ate entao do que do goleiro. agora o ficou no passado, se tivesse, se escalasse, se… ficou no passado – agora eh bola para frente…

    ja vi vitoria no beira rio onde o ganso acabou com o jogo e surprendeu todos – quem sabe hoje nao teremos a rendencao do time.
    vale dizer que o inter vai ter que sair tambem – sera um jogo estudado mas precisamos cometer poucos erros na defesa para ter chance.

Deixe uma resposta