São Paulo: Duelo com Inter era para ser ‘final’, mas virou briga para perseguir o Palmeiras

Inter e São Paulo era para ser uma final. Disputando ponto a ponto a liderança do Brasileiro na virada do turno, os dois times viam na partida do Beira-Rio a possibilidade de tirar a diferença do adversário. Não contavam, porém, com o crescimento do Palmeiras, que passou os dois e acabou transformando a partida deste domingo (14) às 16h (de Brasília) uma briga para definir quem conseguirá rivalizar com o alviverde até o fim.

No sábado, o Flamengo bateu o Fluminense e pulou para 55 pontos. Um a menos que o líder Palmeiras. O Internacional caiu para terceiro com 53 e o São Paulo tem um a menos, 52, aparecendo em quarto.

O problema é que tanto Inter quanto São Paulo já enfrentaram o Palmeiras no returno. Os gaúchos ficaram no 0 a 0 em Porto Alegre quando os alviverdes ainda ensaiavam essa arrancada até a ponta. E o Tricolor perdeu clássico por 2 a 0, também jogando em casa. Ou seja, não há como tirar qualquer diferença em confronto direto.

Também às 16h deste domingo, o Palmeiras enfrenta o Grêmio. Dependendo do resultado no Rio Grande do Sul, a equipe de Luiz Felipe Scolari pode abrir até quatro pontos na frente do vice-líder, restando então nove partidas para o fim do campeonato. Por outro lado, o Inter, caso vença, pode ficar com a mesma pontuação do Verdão. E se for o São Paulo, um ponto atrás. Isso, claro, se o Grêmio vencer no duelo do Pacaembu.

“Trabalhamos para buscar a vitória, os três pontos que nos dão sequência, na disputa dos primeiros lugares. É o que temos feito quando acontece uma derrota. Temos cinco derrotas no campeonato. As outras três foram espaçadas. Essas foram mais próximas. Quais foram as semelhanças? Já retomar as vitórias, a regularidade, a disputa na parte de cima com as vitórias. Estamos concentrados para retomar exatamente isso”, disse o técnico do Inter, Odair Hellmann.

A chegada e fuga do Palmeiras tem em Inter e São Paulo a explicação. Enquanto o Palmeiras tem 83% de aproveitamento e somou 23 pontos após a virada do turno, o Inter somou 15, com 55,5% de aproveitamento. E o São Paulo fez 11 pontos, com 40,7% de aproveitamento. Os dois rivais deste domingo passaram a ser visados pelos adversários, precisaram mudar o estilo reativo de jogar, que apostava em contra-ataques, e caíram de rendimento.

FICHA TÉCNICA
INTERNACIONAL X SÃO PAULO
Data e hora:
 14/10/2018 (Domingo), às 16h (Brasília)
Local: estádio Beira-Rio, em Porto Alegre (RS)
Transmissão na TV: Globo e PPV
Árbitro: Braulio da Silva Machado (SC)
Auxiliares: Kleber Lucio Gil e Neuza Inês Back (ambos de SC)

INTERNACIONAL: Marcelo Lomba; Fabiano, Emerson Santos, Victor Cuesta e Iago (Uendel);  Rodrigo Dourado, Edenílson, Patrick, Pottker e Nico López; Leandro Damião. Técnico: Odair Hellmann.

SÃO PAULO: Sidão (Jean), Bruno Peres, Bruno Alves, Anderson Martins e Reinaldo; Jucilei, Hudson, Rojas e Liziero; Nenê; Diego Souza.
Técnico: Diego Aguirre

UOL

11 comentários

  1. Se perder acabou as chances de título. Não matematicamente, mas moralmente.
    O empate não é dos piores cenários, mas se Palmeiras vencer, difícil eles nao serem campeões

    • Acho que moralmente foi na derrota ridícula da semana passada. Time voltou a ser apático, sem idéias de jogo, todos os problemas que algumsa vinham dizendo afloraram semana passada. Por isso, não espero mais nda desse campeonato. Pra mim Aguirre ferrou com tudo…

    • Meu brother: é vencer ou vencer.
      Aguirre ta transmitindo a doença do “empate é bom negócio” e a galera ta comprando.
      Se fosse bom negócio, seríamos líderes!!! E não somos!!!!!!!!!

  2. Tá na hora de ganhar Tricolor …. tá muito cedo pra jogar a toalha… mais um ano de coadjuvantes não. … chega de má fase isso tem que acabar.

  3. Não espero nada desse time. Pra mim é o retrato do País, completamente sem esperança. Vou ver o jogo sabendo que o Aguirre, Rai, Lugano e Ricardo Rocha colocaram tudo a perder. Cada um por seus motivos.
    E claro, o principal responsável por esses anos de desesperança, parafraseando Paulo Scala, Out Leco.

  4. O SP está parecendo o lutador de box, aquele que não consegue encaixar um uppercut, lutador sem punch, às vezes, leva o adversário pra corda, mas não consegue derrubar. Hoje um empate será um bom resultado, a derrota é esperada..

  5. Briga pelo título, veremos como o Aguirre vai escalar, aí saberemos pelo que esse time vai brigar.
    A hipótese do Jean jogar é grande, mas pelo jeito ele vai com 3 volantes. Aí amarra o jogo, fica pragmático, passou da hora de colocar o Antony ou Toro, com Liziero fazendo companhia para Hudson ou Jucilei, os dois juntos não da.
    Espero não ver o R. Caio jogando.

Deixe uma resposta