São Paulo parece ter descoberto que título era só um sonho

Sejamos honestos: no dia 16 de abril, quando o São Paulo venceu o Paraná por 1 a 0 na primeira rodada do Campeonato Brasileiro, nem o mais otimista de seus torcedores esperava que o time chegasse ao terço final da competição na briga pelo título.

Pois o Tricolor liderou a competição e ainda hoje, depois de 28 partidas, está a apenas quatro pontos do Palmeiras, líder que o derrotou no Morumbi depois de 16 anos. Mas a pontuação não mostra um ponto que é fundamental, o time parece ter batido no teto.

Com elenco limitado, o Tricolor é apenas o nono colocado se somadas as últimas dez rodadas do campeonato. Se o extrato for dos últimos cinco jogos, o São Paulo é o 13°, com resultados inferiores ao de três dos times que brigam contra o rebaixamento, Ceará, Chapecoense e Vasco. Não se pode acusar o elenco de apatia. Os jogadores, como se diz no futebol, têm deixado tudo em campo. Mas existe um limite, ou o tal do teto citado linhas acima.

É difícil imaginar que a equipe comandada por Diego Aguirre possa ir além do que já fez – especialmente logo depois da pausa da Copa do Mundo -, ou sequer que possa pelo menos jogar novamente naquele nível. A defesa, antes ponto forte do time, tem falhado e o time dá a impressão de que desistiu do título – bem entendido: não por vontade própria, mas porque não é mais capaz.

Desnecessário dizer que o futebol é pródigo em surpresas e amanhã uma boa sequência pode levar de volta a confiança ao Morumbi e resgatar o sonho do título. Mas com elenco que dá poucas opções e cheio de veteranos, aparentemente a briga do São Paulo será para garantir uma vaga direta na fase de grupos da Libertadores.

L!

27 comentários

  1. Se eu fosse estrategista do clube miraria o título mas visando até o 4º lugar em última hipótese. Para um elenco curto, heterogêneo, com alguns veteranissimos como destaque me parece óbvio uma queda física na parte final da competição. Não é uma questão de planejamento mas pela limitação financeira, eu também arriscaria uma cartada suicida como essa. Se passar pra Libertadores, um novo foco com contratações mais robustas (quem sabe com mais patrocínios) viria e aí seria outra conversa.

  2. Como não tenho memoria curta, sei da onde viemos e acompanho o que tem acontecido no SPFC nos ultimos anos, acredito ainda que 2018 esta sendo um bom ano para nós.
    Vejo a maioria ja jogando a toalha, respeito, mas não tenho esse sentimento ainda.
    Pro ano que vem, precisamos do Hernanes e nas outras posições carentes, forçar mais o uso da base.
    Aí sim 2019 teremos condições de “exigir” algo melhor.
    Diretoria fará seus ajustes, o trabalho esta sendo bem feito, não há perfeição.
    Aguirre tem vacilado, mas tem mais acertos do que erros.
    Infelizmente é triste, doloroso passar por tudo isso, mas não existe magica no futebol. Foram anos de destruição.

    • Não é jogar a “toalha”, acontece que estamos usando a mesma “toalha” faz tempo…já cheira a pano de chão de boteco amanhecido. Não podemos esperar a luz verde enfraquecer, nem sequer amarelar e muiiiiiiito mesmo avermelhar. Temos que dar o grito…acooooooorda gigante.

  3. para ser campeã tem que querer ser campeão.
    Já vi times muito mais fracos vencendo competições importantes. A diferença? coragem. vontade de vencer e fazer história.

  4. Esse é um dos grandes problemas do spfc se acostumou com a pequenez , vai começar o ano que vem com o mesmo discurso que não tem dinheiro, que é ano de reconstrução e que fazer campanhas boas já é suficiente pois é o máximo que o clube pode dar, de certo daqui um ano estaremos comemorando uma vaga na sul americana!

  5. SPFC virou a “casa de retiro dos artistas”.(com todo respeito a instituição).

    Mas, é o que vejo. Nene quer se aposentar aqui, D.Souza e Jucilei também disseram isso, Sidão, pelo andar da carruajem, se sair do SPFC, não conseguirá nem emprego em charrete…(digo trabalhar na linha de frente da charrete).rsrsrsrssr. Será que Bruno peres também já está com esses pensamentos??? Será que já gastou toda usa “bola” na Itália?? Edmar está que nem aquele filme…”esqueceram de mim”…parte 1,2 e … vai se aposentar aqui também.

    Devolvam meu SPFC.

  6. Time para brigar para ser campeão tem que ter técnico corajoso, escalar três zagueiros em casa com a torcida toda a favor, é jogar como time pequeno.

  7. Ha muito tempo o SPFC perdeu a ambição de ser campeão. Hoje se fala do SPFC como coadjuvante e ligar o clube a títulos soa até esquisito pq os últimos anos mostram só fracassos, escândalos, elencos mal formados, dívidas. A diretoria de futebol está fazendo um bom trabalho pra tentar melhorar essa imagem mas não é algo que se muda rapidamente a menos que as coisas encaixem e um título inesperado venha de um elenco mediano, o que não parece mais ser o nosso caso. Alias, pra 2019, talvez pudessem economizar no salário do Ricardo Rocha e contratar um olheiro de terrão, não um analista de sistemas. Fica só como sugestão.

  8. O SP ta com uma auto estima baixa, aí colocam um who qualquer, com 0 títulos, pra treinar…da nisso. Acharam que o 1o era o máximo que conseguiriam e ser campeão só por milagre.
    Precisamos de gente que saibam da grandeza desse clube.

    • Contrataram o who qualquer, por dois motivos: um que o Lugano com certeza indicou. Outro, que ele deve ser bem mais barato que a média nacional, ou seja, sobra mais para o presidente e seus comparsas torrarem mais em mordomias. Desde o inicio eu falei que não ia dar certo, mas o cara começou a ganhar e todo mundo se empolgou. Só que agora ele voltou a ser o que sempre foi: medroso e perdedor. Tenho pena do Jardine vendo tudo isto sem fazer nada.

      • Eu não me empolguei, nem o Andresonc.hehehehe. Eu apenas torcia para que o treinador, com seus métodos, pudesse quem sabe encaixar às peculiaridades de cada jogador, mas, parece que a lenha ainda está verde. O fogo não vinga. Não sei se a lenha verde está com Aguirre ou com os jogadores…ainda tenho dúvidas.

  9. Passaram pelo sp Oswaldo de Oliveira
    Adilson Batista
    Carpegiani
    Ricardo Gomes
    Ney Franco
    Leao
    Dorival Jr

    Todos esses medíocres não perderam do Palmeiras no Morumbi.
    Só o Aguirre conseguiu.
    Só o Aguirre…

  10. O que eu acho é que realmente o fôlego do time acabou, e ao contrário do que prega a maioria, a eliminação da Sul-Americana foi muito ruim para a gente, poderia ser ali nossa chance de título, depois que saímos de lá, nosso futebol naufragou….

  11. Pelo que a diretoria andou insinuando o sucessor do Aguirre é o Jardine mas acredito que só vão cogitar demissão se o SPFC despencar muito na tabela e não ficar nem na Libertadores, o que não parece muito difícil pelo jeito como o time vem jogando.

  12. Aguirre preocupa pelo histórico. Em momentos decisivos não foi bem no Atlético nem no Inter. E no momento mais decisivo o que ele faz ?

    Improvisa lateral de ponta
    Descola Rojas para o lado que não rende
    Inventa Bruno Perez de ponta
    Esconde nosso melhor zagueiro
    Arruma a força vaga a força para o R. Caio
    Protege Sidão ( Denis 2018)

    Nao tiveram chance: Jean, Toró, Igor Gomes,… Os garotos sobem, mas não tem chance alguma.

    Então acho que Aguirre só repetiu seu histórico: amarelar nos momentos mais decisivos.
    Nem a torcida do Inter nem do Atlético se tem saudade dele.

  13. Sou totalmente contra quando falam “os jogadores estão deixando tudo em campo” mentira!
    Em alguns jogos, em alguns lances que tomamos gol, percebe-se a preguiça e falta de vontade, muitas vezes desistem do lance, desistem da marcação achando que o adversário não têm condições de fazer p gol.
    Falta de raça e vontade!
    Se tivesse mais vontade teria pelo menos dado um aperto no Palmeiras.
    E contra o América com o jogo ganho…
    Desanimo e falta de vergonha na cara, não estão nem aí pra torcida.
    Time cansado?? Só joga uma vez por semana.. piada!

  14. Jogando? O SPFC não tá é jogando nada! Não chuta uma bola pro gol, o goleiro não faz nenhuma defesa, não sai pra cortar nenhum cruzamento. Misericórdia!

  15. Mais um ano de fila….já é o 6° ..10° Se for contar algo q realmente importa…..ainda bem q meu filho só tem 2 anos não sabe de nada ainda..espero q nós próximos 3 ganha pelo menos a copa do Brasil para ele poder contar a história…

Deixe uma resposta