Campanha mediana no segundo turno acende sinal de alerta no São Paulo; veja os motivos

O São Paulo forte que assumiu a liderança na reta final do primeiro turno deu lugar a um São Paulo inseguro e irregular no returno. Até aqui, em nove jogos, o Tricolor venceu apenas duas vezes, perdeu outras duas e empatou cinco partidas.

Esse aproveitamento de apenas 40,7% dos pontos fez o São Paulo perder a liderança e não depender mais das próprias forças para ser campeão. No primeiro turno, o time teve 72% de rendimento, com 12 vitórias, cinco empates e só duas derrotas.

Ou seja, em apenas nove jogos no segundo turno, o Tricolor tem o mesmo número de derrotas e de empates do que no primeiro turno inteiro.

E mais: para igualar a campanha da primeira etapa da competição, o São Paulo teria de vencer todos os dez jogos que ainda tem na competição.

Mas o que levou a isso? Abaixo, o GloboEsporte.com aponta alguns motivos da oscilação:

O desfalque de Everton

Dentre todos os problemas que Aguirre teve para escalar o time neste segundo turno, o maior deles foi a ausência de Everton. Principal garçom do São Paulo, com seis assistências no Brasileirão, o meia-atacante não teve nenhum substituto à altura. E ele ainda não está 100% para voltar a jogar, como visto na derrota para o Palmeiras.

A queda de Nenê

O meia não tem conseguido mais ser decisivo como antes. Ainda segue sendo muito importante para o time, mas aquelas atuações de destaque, de desequilíbrio ficaram no passado. Mesmo assim, o camisa 10 é o ponto focal de criação do Tricolor.

Elenco sem opções

Diego Aguirre espremeu até onde pode o elenco para encontrar soluções para os desfalques, mas chegou ao limite. No último sábado, contra o Palmeiras, para mexer em uma posição e escalar um substituto de Everton, que começou no banco, ele colocou o zagueiro Rodrigo Caio de lateral-direito, o lateral Bruno Peres de ponta e trocou Rojas da direita para a esquerda do ataque. E não deu certo.

Defesa em baixa

Antes o ponto forte do São Paulo, o setor defensivo também sofreu queda de produção neste segundo turno. As atuações seguras de antes deram espaço para insegurança em diversos momentos. Resultado: falhas de posicionamento e mais espaços para os atacantes adversários.

O time virou alvo

Raí, diretor-executivo de futebol do São Paulo, tem razão ao dizer que um dos problemas da oscilação tricolor foi que o time virou referência e passou a ser muito estudado. Mas, a partir daí, Aguirre não conseguiu encontrar uma outra maneira de jogar. E o Tricolor segue refém do contra-ataque, que está longe de ser arma ao time.

GE

38 comentários

  1. Eu sei que o espaço é para o SPFC, mas sinceramente que vergonha ein Brasil!!! Ao invés de fazer campanha limpa, os caras apelam para flaude. Shame on you Brasil!!!

    Sobre o tema. O SPFC chegou ao seu limite e acho que titulo ficou dificil, mas não se pode perder a esperança do titulo.

  2. O elenco não tem opções e o técnico improvisa jogadores sem necessidade alguma. A defesa vem falhando e o técnico não tem coragem de tirar os que tão mal do time. O Aguirre no segundo turno não se deu conta que passamos a ser mais estudados pelos adversários e ao invés de tentar algo diferente engessou o time com o mesmo esquema tático mesmo com os desfalques, soma-se isso à má fase de alguns jogadores e o time vem a cada partida piorando mais seu futebol.

  3. O casamento com Aguirre está acabando, insiste em fazer modificações horríveis. ..seu repertorio é pequeno, os jogadores já estão duvidando de sua capacidade …a começar pelo goleiro que é fraco, 2 primeiro volantes lentos. Eu avisei que o Nene seria bem marcado por ser o único meia do sp. Contra o inter já jogar com todos os 11 embaixo do gol e tentar beliscar um empate. Vai ser jogo porre já que o inter tb é extremamente defensivo.

  4. Esse ano agente não cai. Libertadores muito difícil. Nâo temos técnico. Diretoria de idosos. São Paulo sem perespectivas. Mudança já na forma de eleição para presidente. Precisamos libertar o clube. Eleições livres e diretas com votos dos sócios torcedores. Juvenal Juvêncio, 83 anos, Leco 82 anos. Aidar, 70 anos. Sempre o mesmo grupo sempre os mesmos anciãos. É mudar ou morrer.

  5. Discordo de Raí no seguinte ponto: “Raí, diretor-executivo de futebol do São Paulo, tem razão ao dizer que um dos problemas da oscilação tricolor foi que o time virou referência e passou a ser muito estudado. Mas, a partir daí, Aguirre não conseguiu encontrar uma outra maneira de jogar”. E daí? O Guarani da capital também não é estudado? Como o Cruzeiro venceu o Guarani? Porque outros times medianos deram muito mais trabalho ao Guarani do que o SPFC? Por exemplo, até o ridículo Sport quase complicou as coisas para o Guarani , perdeu num detalha. Todos estão enaltecendo o Guarani, ma sé um time apenas mediano, já o nosso perdeu tudo de bom que aparentava ter: Forte marcação, confiança, velocidade na passagem do meio para o ataque. Esse time do SPFC parece muito mais o de 2017 que lutou contra o rebaixamento, aliás, faz campanha de rebaixado. nada justifica essa absurda queda de rendimento, nem as ausencias de Everton e Militão. Procuro com uma lupa os motivos para tanta queda e , realmente , a única explicação possível é que esse é o verdadeiro SPFC, time medíocre, técnico mediocre , presidente inapetente ( para não dizer outra coisa). Quanto mais a torcida do SPFC terá que aguentar tanta humilhação e sofrimento? Pelo menos o Brasil ontem ganhou de goleada, graças a Deus.

  6. Não tem opções,ué Aguirre mesmo disse que não precisava de mais reforços.
    Que estava satisfeito com o elenco.
    Aguirre não teve coragem pra lançar algumas peças da base.
    Poderiam ter subido o Walce pra lateral direita no lugar do militao.
    Ter apostado hein pontas dubladores como Helinho e Anthony.
    Dar nova chance ao Brenner.
    Mais insiste hein manter peças que não rendem tipo Sidao,Anderson Martins e Diego Souza.

  7. Destaco alguns pontos dessa nossa fase:

    1. Depois de um 2017 fracassado, com um presidente fracassado e jogadores medíocres contratamos diretores que acalmaram o ambiente e um treinador que arrumou a casinha. Infelizmente, a única maneira do time jogar ficou manjada e quando enfrentamos desfalques faltou ousadia pra testar jovens da posição ao invés de improvisar jogadores defensivos no ataque.

    2. Estar em primeiro com Sidão no gol sempre foi uma conquista incrível mas todos aqui sabiam que a conta ia chegar. Espero que pelo menos o ambiente esteja engraçado, com muitas piadas e festas comandadas pelos parças que não perdem a posição por meritocracia.

    3. O Aguirre vem escalando muito mal, mais por covardia do que por falta de opções, e isso reflete dentro de campo. Acho que quando o Raí fala em auto-crítica deve ser um recado pra várias pessoas por coisas que vemos e por coisas que não sabemos mas tenho certeza que foi um belo recado pro treinador. Mas não posso deixar de dizer que eu me decepcionei demais com a declaração do Aguirre de que “o planejamento pra partida de sábado era “aguentar” o primeiro tempo no 0x0 pra ousar no segundo”. Peraí meu amigo, estamos passando por uma crise longa mas aqui é Sao Paulo Futebol Clube, jogando no Morumbi, brigando pelo título e com 57 mil torcedores empurrando. Já amassamos adversários mais fortes contando com um time bem pior e seu plano é nos fazer jogar como time pequeno? Fica claro o por que desses resultados.

    4. O Leco é tão pé frio, mas tão pé frio que foi só ele tirar a cabeça do fundo da terra e começar suas piadinhas pra tudo desmoronar.

    • O seu item 3, quando ouvi do Aguirre, foi a pá de cal que faltava. Tudo que eu já achava dele, agora tenho certeza. Vamos ver quantos volantes entrarão contra o Inter. Aliás, já decidi. Não vou assistir este jogo. Chega de passar nervoso.

  8. Aguirre não quer ser chamado de burro, faça o fácil, nada de invenções.
    – Rodrigo Caio de Lateral ?
    – Anderson Martins mais um vez falhando e Arboleda no banco.
    – Sidão ???? Jesus, não dá mais, quantas entregadas, e aquele lance com o Deyverson ??? chega…
    Porque não estou com o Carneiro no Lugar de ponta, ao menos nesses jogos que ele entrou, ele corre, dá combate, é raçudo.
    – E o tal Bruno Perez, horrível.
    e as substituições dele anulam o time, tirou Nene, único meia do time.
    E assim vai, não é ser pessimista e não acreditar no time, ou falar que não temos elenco, tirando essa derrota ontem grotesca, e outros pontos bobos perdidos, podíamos estar em 1º e com alguns pontos de vantagens,

  9. Não tenho ânimo nem para criticar mais. Perdemos a liderança por teimosia do técnico, e se continuar assim será adeus a vaga na Libertadores.

    • Para a Libertadores teria que reforçar o elenco e muito. Um time molão , com um goleiro desses , não iria a lugar nenhum numa Libertadores. E não adianta contratar jogador tipo Everton Felipe, Regis, Edimar, Carnero, Trellez, isso não leva a nada, só a desespero , que é o que estamos vivendo

      • exato joaquim, precisamos de jogador de nivel.

        mas ai o q acontece.

        vem os grandes analistas financeiros aqui, que acha q o sp disputa campeonato de banco falar que 15 milhoes num jogador nivel alexandre pato é dinheiro mal gasto

        que nao daria 15 milhoes no sanchez q o santos foi buscar. nao vale o investimento…..como vai ficar as finanças….

      • exato joaquim, precisamos de jogador de nivel…..

        mas ai sabe o q acontece? vem os grandes analistas financeiros do blog, que acham q o sp disputa campeonato de banco.

        falam q nao vale a pena gastar 15 milhoes num jogador nivel alexandre pato, paulo henrique ganso…..

        falam q 15 milhoes num jogador nivel sanchez q o santos foi buscar é dinheiro mal gasto….nao vale a pena…como vai ficar as finanças??

  10. SPFC, o maior mistério da humanidade?

    Não há ciência que explique as péssimas atuações do clube em vários torneios que a anos participamos e nada de troféus?

    Não sou nem quero ser “imediatista”. Mas, sem querer, contudo já sendo, mesmo que sem querer…euuuuuuuuuu queeero meu SPFC de voltaaaaaaa, e é para ontem, estou cansado, ojerizado de esperar, doente de tanta amargura, meus domingos já não são os mesmos, sem dizer as quartas que nem jogo tem do meu querido SPFC. Até minha esposa me questiona. Para que sofrer tanto? Tu espera uma semana para se decepcionar com seu time? Larga isso.

    Eu preciso culpar alguém, senão enlouqueço. Já nem sei mais a quem atribuir tamanha destruição do meu clube amado. E não estou exagerando, porque não é de 2 ou 4 anos atrás, já faz tempo que venho acompanhando a falência do nosso futebol.

    Portanto, como diz Paulo Scala, quero agora, já. Quero futebol no meu time, quero títulos, quero as taças.

    Cansado e desgostoso.

    • Compreendo e endosso totalmente suas palavras. É muito desgosto. O que esses malditos e corruptos fizeram com nosso amado SPFC.

    • cara, nos aportuguesamos. o sp virou uma portuguesa com dinheiro e torcida. esqueça o futebol…..curta sua esposa, sua vida, seus domingos…… vms ficar mais 5, 10 anos sem ganhar nada.

      nós fraquejamos em momentos decisivos, enquanto corinthians e palmeiras, crescem e nos engolem.

      nos ultimos 5,6 anos vimos nosso rivais ganhar todos os titulos possiveis.

      nao sei se vc é de sao paulo, mas somos motivo de piadas na cidade. os adversarios falam com dó de nós. nem zuera tem mais.

      e esse fundo do poço ira demorar a passar.

      • Exatamente amigo, comentário perfeito, falam que somos mimis ou modinha, mas já deu, o melhor é esquecer futebol e ir viver outras coisas porque tenho a impressão que passaremos um jejum tão longo quantos os rivais tiveram no passado, o spfc que conhecíamos acabou! Muito triste!

  11. Estão enxugando cargos, fracionando o dinheiro de contratações pra pagar dívidas e vendendo promessas ano pós ano. Esse elenco não foi montado pensando em títulos e sim pra fazer campanhas dignas de um clube com perfil coadjuvante. A cada ano que passa a dívida não acaba, o elenco não melhora e os títulos não chegam. Se pelo menos o grupo encaixasse até o fim esses problemas todos seriam maquiados, como foram até agora, mas a realidade bateu na porta.

    Não considerando todo o problema administrativo e de falta de ambição da diretoria pra um clube do tamanho do SPFC, creio que a sintonia entre Aguirre e Cotia acabou com as péssimas atuações do Brenner, Shaylon, Lucas Fernandes e Lizieiro. Ao invés de continuar insistindo em opções da posição ele achou mais seguro improvisar. O resultado é um treinador perdido, time perdido e um péssimo futebol. São 30 dias sem vitória e muitas semanas de treinamento, sem cansaço e com muito tempo pra testes mal aproveitado.

  12. ta tudo bem. nao temos q se preocupar com os outros. temos q se preocupar com o sp. cade os grandes analistas do blog????

    faz 1 mes q o sp vem na nhaca…..era questao de tempo pra isso acontecer. e a tendencia é o palmeiras disparar.

    o palmeiras passou sufoco contra o bahia, o palmeiras passou sufoco contra o sport, o palmeiras passou sufoco contra nao sei quem…….analises brilhantes……

    e ainda eu lia por aqui um tempo atras um pessoal falando thiago ‘mole’ mendes, um monstro de volante. gansono, jadsono, que o pato é isso, é aquilo…..craque de bola…….q o toloi era ruim…..o maicon era feijoada, o maicon zagueiro foi dinheiro mal gasto……provavelmente pessoas q nunca pisaram no morumbi…….

    vcs merecem isso ai….a martins, r caio, hudson, reinaldo, nene com 38 anos……

    nosso foco é 1 só. vaga na libertadores. de preferencia para a de grupos direto.

  13. Antes não tínhamos diretoria nem time… agora temos uma diretoria que aparece quando o time perde, dá a cara a tapa! Imagino que a cobrança interna também esteja acontecendo…
    Falta o time reagir, sábado foi vergonhoso… do goleiro ao ponta esquerda, incluindo o técnico! Temos potencial para muito mais!
    Lembro-me de 2008 e o Muricy falando: “temos que jogar com vontade pq somos ruins”! Que o espírito seja o mesmo, pq a técnica, muitas vezes, realmente nos falta.

  14. Soh hernanes p salvar, de novo …trazem 10 perebas q juntando o salasal Dah o do Hernanes, mas juntando a bola num chegam nem a 50 % do profeta…

      • É a maldição da renovação, que rima com domingão do faustão, rs.

        Falando sério agora, partindo desse princípio pode até preocupante as renovações com os moleques da base.

  15. Tô cansado de desculpas, faltou ousadia coisa que o Aguirre não tem e nem terá. ..vem Abel ou Mano. ..obrigado por devolver dignidade ao sp.

    • O discurso do Ricardo Rocha reforça o medo em jogando em casa se contentando com um empate antes do jogo. ..o atl par jogando em casa sempre procura amassar os adversários independente de quer for.

  16. Boa tarde

    Pelo jeito o Aguirre é isso aí mesmo. Nao tem repertório e se mantém fiel a jogadores que gosta.

    Sidao –
    Anderson Martins
    R. Caio
    Jucilei /Hudson

    Todos estes se tornaram intocáveis, tipo família Aguirre. Jogadores jovens nunca são testados, volantes presos a marcação, Arboleda virou banco e fidelidade a Sidao. Coisas que não dá para explicar.

    A sensação que tenho do Aguirre é ter jogado a toalha. Não tenta nada diferente e vive com medo de perder. Tanto fora como no Morumbi jogamos apenas para não perder.

    Aguirre é isso aí mesmo.

  17. Esse discurso de que o SP ta “visado” é tapar o sol com a peneira.
    Todo time campeão é visado…ou se tem a competência para ser um campeão ou você dá promessas e desculpas.
    Ando lendo muita promessa, muita desculpa e pouco resultado….acorda, Raí: o Aguirre não nasceu pra ser campeão.

  18. Vendo os comentários percebi que temos um elenco nível “Barcelona” e que o problema é o técnico mesmo… Volta Dorival!!!!!!!

  19. Comentários da depressão… estamos perto d ser rebaixados
    Ó meu Deusssss

    Sério que realmente achavam q seríamos campeões? Muita calma
    Tem muita coisa p arrumar ainda e sabíamos disso

    O maior erro do time em campo eh a falta de jogadores como Toro virarem opções
    Creio q achando um craque de momento teriamos outra situação
    Injeção de fôlego

Deixe uma resposta