São Paulo cai de produção justo quando treina mais e preocupa diretoria

O São Paulo começou a apresentar uma queda de desempenho justamente quando todos esperavam uma evolução. E Diego Aguirre não sabe explicar o motivo. A falta de reação em um momento decisivo, inclusive, fez a diretoria tricolor ligar o sinal de alerta.

A expectativa era de uma melhor na produção porque o Tricolor teve um luxo que poucos times do G6 puderam contar: não jogar no meio de semana. Fora da Copa do Brasil, da Libertadores e da Sul-Americana, o time pôde treinar durante uma semana completa para as últimas cinco partidas.

Foram três empates, uma derrota e apenas uma vitória, o que foi decisivo para a perda da liderança. Ou seja, em 15 pontos disputados, o time de Aguirre fez apenas seis. Na mesma sequência, o Alviverde fez 13 pontos e teve quatro partidas a mais.

“Eu não sei (porque caiu justamente quando mais treinou). São situações que também me deixam surpreso. Não tem uma só razão. São coisas que estão acontecendo e estamos em um momento que não esperávamos”, afirmou o comandante.

Pela frente, o São Paulo terá mais uma semana cheia para treinamentos e só volta a jogar no dia 14 de outubro, contra o Internacional, no Beira-Rio.
Depois da derrota por 2 a 0 para o Palmeiras, inclusive, Raí, diretor de futebol do São Paulo, veio a público para admitir que sua equipe apresentou uma queda de produção e que precisa reagir urgentemente.

“O São Paulo caiu nos últimos jogos. Esse acho que foi atípico. Não foi só jogar mal. O time não reagiu. Nos outros jogos em que a gente caiu de produção, o time reagiu e até merecia ganhar. Merecíamos ganhar aqui com o América-MG mesmo não jogando tão bem, contra o Botafogo tivemos chances de ganhar. Acho que hoje foi o jogo em que o time realmente esteve bem abaixo da média do Brasileirão. Mas a gente fez muita coisa boa até aqui. Temos um grupo ótimo, uma comissão que sabe trabalhar. É fazer uma autoanálise e reagir rápido. A gente tem que se manter ali no grupo de elite”, analisou Raí.

UOL

8 comentários

  1. Eu contrataria o Abel para o ano que vem!
    Aguirre esta mostrando suas limitações como treinador!
    Tem tempo para treinar para descansar porque joga uma vez por semana e…o time cai de rendimento!
    O time não tem alternativa de esquema tático e/ou estrategia, joga sempre do mesmo jeito!
    É um time/esquema de jogadores fixos, não há dinâmica e movimentação!
    Sem contar os erros primários e ridículos, tanto individuais como coletivos, as vezes acontece os dois, como ontem no segundo gol, faltou posicionamento da defesa para evitar o contra ataque, depois faltou recomposição, depois marcação e posicionamento e depois o goleiro não saiu para atacar uma bola fácil para qualquer goleiro!

  2. Faltou um Cueva (dos bons tempos), não temos um meia armador, talvez tenha e o Aguirre não escala!
    Há que acontecer mudanças, de atitude, de escalação, de tática, de estrategia, porque se continuar assim, vamos continuar caindo!
    Nem imaginação ele tem, porque querer fazer do Rodrigo Caio um Militão, foi piada!
    E os guris Helinho, Shaylon, Igor Novais, etc…por que não usa?
    Eu não acompanho treinos e evolução dos guris da base, mas quem está lá dentro deve saber!

  3. Nada mudou! São os velhos conselheiros saqueando o time, como sua derradeira oportunidade de deixar un último dinheiro para a família, e ídolos fracasados les encubriendo a troca de um salário que jamais conseguiria em outro lugar. É muito triste . Rai é tonto e incompetente. Vai demorar muito para meu São Paulo voltar a ser o time campeão de antes. O único que mudou foi um investimento em asesorías de imprensa e redes sociais que promove uma falsa percepção da realidade. Há que desistir. Esperar tempos melhores para nossos netos, talvez.

  4. Falo há mais de uma década que o SP tem que se transformar em uma empresa e ser gerido por profissionais como um Manchester City ou o Manchester United, pois aí o dirigente será responsabilizado civil e criminalmente.

    Muito gasto com categorias de base e pouco retorno desportivo ou financeiro. Quem se beneficia com esta má gestão ?

    Dezenas de jogadores ridículos contratados nos últimos anos e mantidos em folha salarial altíssima, mesmo emprestados.

    Afinal, quanto o SP gasta com Cotia e profissionais não aproveitados ?

    No nosso plantel atual há inúmeros jogadores de série B e até C com salários e custo de aquisição altos. Quem se beneficia com esta má gestão ?

    Não são somente o trio Rai, Lugano e RR ou o técnico Aguirre que darão jeito no SP.

    É necessário muito mais.

    Temos que virar clube empresa urgentemente. Mas sem seguir os planos do atual presidente.

    A marca SP tem de ser licenciada e cedida a profissionais estrangeiros que venham com muita grana e disposição a reerguer o SP. Infelizmente viramos um time médio.

    Que o presidente Leco e sua turma que vem desde o JJ fiquem longe do futebol e dirijam tão somente a parte social.

    Senão viraremos um Vasco da Gama, ou pior, uma Portuguesa.

  5. Como diz aquele velho ditado: treino é treino, jogo é jogo.
    É evidente que o time está caindo de produção na parte física, pois alguns dos seus principais jogadores (Nenê, Diego Souza, Jucilei, etc) tem idade avançada e apresentam certa dificuldade quanto a mobilidade dentro de campo.
    Perder para a SEP era esperado, agora empatar contra o saco de pancadas do Paraná e contra o América MG dentro de casa foi inadmissível.
    Aliado a tudo isso o treinador tem cometido equívocos por conta de suas convicções, pois jogadores como Sidão, Anderson Martins e Jucilei estão aquém de suas possibilidades técnicas.

Deixe uma resposta