Raí vê São Paulo visado e pede mudanças, e desconhece problema entre Nenê e Aguirre

Diretor de futebol do São Paulo, Raí falou com a imprensa após a derrota do São Paulo diante do Palmeiras. O dirigente afirmou que a equipe precisa ter mudanças, já que a equipe como passou boa parte do Brasileirão como líder e agora precisa voltar a reagir

Inicialmente Raí analisou o Choque-Rei e para ele, há um consenso geral de que o resultado foi indiscutível. Mas que o trabalho feito até o momento ainda vale e não pode ser jogado fora.

“Resultado lógico pelo que o São Paulo jogou, estamos conscientes disso. Temos que fazer uma auto-analise, autocrítica. O São Paulo está a quatro pontos do líder. O que fizemos até aqui tem muito mérito, agora é o momento de fazer uma analise: grupo, time, comissão técnica e nós (diretoria) para sabermos reagir”, declarou o dirigente.

O ídolo são-paulino também citou dois pontos para a queda de rendimento do São Paulo no segundo turno ( são duas vitórias, cinco empates e duas derrotas). Para ele o time está manjado e as ausências de peças importantes como Bruno Peres e Everton contribuíram para a fase.

“Uma coisa óbvia é que o São Paulo ficou visado, estudado. E também tivemos alguns desfalques, juntam-se as duas coisas. Os times vêm melhores preparados, conhecendo o time do São Paulo e tivemos os desfalques. Esses são os dois maiores motivos”, opinou

“Agora os jogadores que estavam machucados voltaram. Vamos trabalhar como sair desse estudo que o adversário faz e analisar opções. Esse é um trabalho que a comissão técnica e que a gente confia bastante”, acrescentou.

DESENTENDIMENTO INTERNO NO SÃO PAULO ENTRE NENE E AGUIRRE?

Questionado por um repórter sobre um possível problema interno entre Diego Aguirre e Nene, Raí fez questão de frisar que desconhece este fato.

“Não estou sabendo de nada, isso é o de menos. Temos um grupo maduro, jogadores que sabem lidar com momento difícil e tenho certeza que vão reagir”, afirmou.

Ele ainda emendou agradecendo a torcida, que lotou o Morumbi com 56.694 pessoas, e garantindo que o time vai reagir.

“Queria agradecer a torcida que mais uma vez compareceu em massa e quero garantir que esse time vai reagir”, concluiu.

Torcedores.com

6 comentários

  1. Falo há mais de uma década que o SP tem que se transformar em uma empresa e ser gerido por profissionais como um Manchester City ou o Manchester United, pois aí o dirigente será responsabilizado civil e criminalmente.

    Muito gasto com categorias de base e pouco retorno desportivo ou financeiro. Quem se beneficia com esta má gestão ?

    Dezenas de jogadores ridículos contratados nos últimos anos e mantidos em folha salarial altíssima, mesmo emprestados.

    Afinal, quanto o SP gasta com Cotia e profissionais não aproveitados ?

    No nosso plantel atual há inúmeros jogadores de série B e até C com salários e custo de aquisição altos. Quem se beneficia com esta má gestão ?

    Não são somente o trio Rai, Lugano e RR ou o técnico Aguirre que darão jeito no SP.

    É necessário muito mais.

    Temos que virar clube empresa urgentemente. Mas sem seguir os planos do atual presidente.

    A marca SP tem de ser licenciada e cedida a profissionais estrangeiros que venham com muita grana e disposição a reerguer o SP. Infelizmente viramos um time médio.

    Que o presidente Leco e sua turma que vem desde o JJ fiquem longe do futebol e dirijam tão somente a parte social.

    Senão viraremos um Vasco da Gama, ou pior, uma Portuguesa.

  2. Vamos levar este ideia a frente, com racionalismo e firmeza.

    O clube São Paulo sempre em primeiro lugar, com projeto sério e profissional, sem idolatrias a pessoas, ainda que tenham passado glorioso no nosso tricolor. O projeto tem que ser despersonalizado.

  3. No segundo gol os jogadores estavam andando no rebote da bols na trave, fora a garra que acabou, querem bicho maior? Racha no vestiário? Algo tem sim.

  4. É evidente que houve algum atrito entre o jogador e o treinador, pois foi inadmissível e injustificável sacar o único meia de criação deixando o meio campo com dois volantes que não sabem apoiar e recuando o atacante de área.
    No lance do 2o gol você vê o Nenê com quase 40 anos correndo desesperadamente para tentar recompor a defesa enquanto o restante da equipe volta se arrastando.

  5. Foi uma doce ilusão e analisando friamente nunca tivemos time para ser campeão brasileiro e o Aguirre vai pagar o preço da competência de ter feito um excelente trabalho e gerado uma enorme expectativa em uma torcida machucada pela falta de títulos aliada a um ótimo momento vivido pelos principais rivais. Na minha opinião o Aguirre comete erros como qualquer outro técnico e no último jogo pra mim errou feio em improvisar em duas posições, Rodrigo Caio improvisado de lateral direito e Bruno Peres improvisado de atacante, aliado a uma postura muito passiva da equipe principalmente no lance do primeiro gol onde houve uma falha coletiva. Imaginar que um time possa ser campeão com Sidão de goleiro , Nenê com 37 anos como craque do time , e com um elenco desequilibrado como nosso é acreditar muito na mística de o Time da Fé. Fizemos um ótimo primeiro turno principalmente falando em resultado pois em desempenho nunca alcançamos um nível excelente, algumas vitórias conquistadas a fórceps, com gols nos últimos minutos , com bastante dificuldade , mas no segundo turno alguns desfalques fizeram com que ficasse mais difícil ganhar os jogos. Comparando com os nossos principais concorrentes todos eles têm jogadores mais decisivos que a gente, jogadores capazes de fazer a diferença em partidas difíceis e com capacidade de ganhar jogos , e isso num campeonato longo faz muita diferença. Espero que a gente consiga terminar a competição da melhor forma, de preferência com no mínimo uma vaga na libertadores e que saibamos aproveitar essa boa base montada e
    que o clube possa trazer bons jogadores para reforçar o time e que na temporada de 2019 o São Paulo possa novamente brigar na parte de cima e com maiores chances de título.

Deixe uma resposta