Com São Paulo líder no Brasileirão de Aspirantes, Pedro Smania valoriza integração entre atletas da base e do profissional: ”Muito importante”

Quatro jogos, três vitórias e uma derrota. Sete gols marcados e quatro sofridos. Esta é a campanha do São Paulo, que com nove pontos somados é o líder do grupo A na segunda fase do Campeonato Brasileiro de Aspirantes. A competição sub-23 permite que os clubes inscrevam quatro atletas acima desta idade. Poder integrar jogadores da base com outros que atuam entre os profissionais tem sido um dos ”segredos” para o bom desempenho do Tricolor no torneio.

”A integração com os atletas do profissional é algo muito importante para os jogadores mais novos. Esta troca de experiências é um dos motivos pelo qual o São Paulo decidiu disputar o Campeonato Brasileiro de Aspirantes”, avalia Pedro Smania, coordenador das categorias de base do São Paulo.

Enfrentar atletas que possuem passagens entre os profissionais de seus clubes é outro ponto positivo para os jovens jogadores do São Paulo. O grupo do Tricolor nesta segunda fase do Brasileirão de Aspirantes conta com Vitória, Atlético Paranaense e América Mineiro, todos times de Série A. ”Por enfrentarem atletas que já possuem experiências entre os profissionais de seus clubes, os garotos das nossas categorias de base adquirem uma evolução ainda maior dentro de campo. Tanto na parte tática quanto na técnica”, concluiu o coordenador.

A equipe sub-23 do São Paulo volta a campo na próxima terça-feira (9). Às 18h, o Tricolor visita o Atlético Paranaense, em duelo válido pela quinta rodada do grupo A do Brasileirão de Aspirantes.

AV

2 comentários

Deixe uma resposta