Reunião de 5 horas do Palmeiras na CBF sobre arbitragem, liga o alerta no São Paulo para o clássico

“A arbitragem está muito abaixo do que temos como expectativa, do nível do Campeonato Brasileiro. E a gente propôs novamente o uso de tecnologia no futebol o mais rápido possível. O VAR, a gravação do diálogo do árbitro com os auxiliares” – disse o presidente do Palmeiras sobre a reunião onde Maurício Galiotte foi à sede da confederação, no Rio de Janeiro, para reclamar pessoalmente depois de pênalti mal marcado a favor do Cruzeiro no último domingo.

“Falamos de arbitragem como um todo, fizemos propostas. Trouxemos reclamação não só de ontem (domingo), mas do jogo contra o Cruzeiro em que fomos eliminados da Copa do Brasil por erro de arbitragem. Tivemos dois pênaltis não marcados para o Palmeiras no jogo contra o Corinthians. Uma série de erros que aconteceram nos últimos jogos” – comentou Galiotte.

A pressão e a famosa má vontade da arbitragem com o São Paulo, ligam o alerta no Morumbi. Como o jogo é extremamente decisivo, o Tricolor se prepara para uma batalha e atenção redobrada ao árbitro e suas decisões e escolhas.

Lugano vem constantemente reclamando mas não surte efeito.

Esperamos que seja justo, não beneficiando a um lado ou outro.

Blog do São Paulo

13 comentários

  1. Esse ano não adianta mais reclamar o VAR só será usado no ano que vem pelo que me parece. não acredito em favorecimento de time A ou B, é ruindade mesmo….teve neguinho no blog dizendo que o inter ganho com um pênalti errôneo, eu concordo, porém teve um gol mal anulado deles se não me engano Nico Lopez…um tiro para o gol marcado impedimento bisonho. E o palmeiras queria um pênalti que não foi contra o cor na final do Paulistão, alias o campeão já foi definido e os caras continuam a pressionar a arbitragem…que é mal preparada mesmo.

  2. Não curto esse juiz que vai apitar o clássico. Enfim, vamos ver… contra tudo e contra todos, sábado só a vitória interessa.

  3. O futebol como era acabou – virou uma espécie de “UFCbol. Só vale botina na canela, atropelo de corpo, rachada de cabeça, derrubada de cambota, fingimento de jogador que simula um caminhão ter passado em cima e o árbitro que vê e finge que não vê. Assim a disputa do UFCbol vai e culmina por alguém sair de ambulância ou quebrar o pau em campo. Depois os filósofos do futebol dizem que o problema está na torcida. Será que só eu estou vendo isso? Tá na hora de mudar algumas regras. Se precisar, vem aqui no nosso condomínio que a turma explica isso.

  4. nada melhor que nos cheguemos no inicio do jogo gritando é melhor apitar direito. colocando pressão no safado que vai apitar a partida.

  5. No São Paulo preferem perder o titulo do que tomar uma atitude e ir na CBF. Viramos time pequeno que é roubado sistematicamente e não se deram conta ainda. ACORDA DIRETORIA!!!!!!

  6. o presidente do palmeiras não é bobo às vesperas de enfrentar o são paulo,fica durante 5 horas reclamando de arbitragens,o que ele pretende do juiz sabado;nas novas arenas a pressão sobre os juizes é enorme;não ha jogo com resultado adverso dos mandantes,que não tenha acrescimo de pelo menos 5 minutos no tempo regulamentar.

Deixe uma resposta