“Temos sido cobrados para voltar a vencer e atuar em alto nível” diz Anderson Martins

“Quando não mostramos o que podemos, o resultado não acontece”, diz zagueiro

A oscilação do São Paulo no segundo turno do Brasileirão não é ignorada pelo elenco. O time é o 12º colocado no returno, considerando os sete jogos da reta final da competição.

Essa queda de rendimento é reconhecida por Anderson Martins, principalmente após o empate por 1 a 1 com o América-MG, na última rodada, dentro do Morumbi. Agora, o São Paulo tem a liderança ameaçada por Palmeiras, Internacional (50 pontos cada) e Flamengo (48).

Por isso, há cobrança para a equipe voltar a vencer neste domingo, às 16h, contra o Botafogo, no estádio Nilton Santos.

– O professor sempre pediu intensidade, e no último jogo sabemos que fomos abaixo do que estamos acostumados a mostrar. Quando não mostramos o que podemos, o resultado não acontece. Temos sido cobrados para voltar a vencer e atuar em alto nível como vínhamos fazendo. Estamos focados e comprometidos pelo melhor para o São Paulo – disse Anderson Martins, ao site oficial do clube.

Diante do Botafogo, o técnico Diego Aguirre fará mudanças na equipe titular. Com as voltas de Bruno Alves, Rojas (cumpriram suspensões) e Bruno Peres (recuperado de estiramento no adutor direito), o técnico vai usar o trio como titular. Por outro lado, Everton (fibrose na coxa esquerda), Arboleda e Araruna estão fora.

Para o lugar de Everton Aguirre deverá escolher Reinaldo como ponta. Assim, Edimar entra na lateral esquerda.

GE

4 comentários

  1. Parabéns ao São Paulo pela parceria com a Philips e Brahma para modernização do Morumbi. Interessante que com essa notícia era esperada uma reação de alegria da torcida sãopaulina; porém, mesmo com o clube indo para frente, ainda assim teve gente em outro tópico criticando a obra. Pelo visto essa gente que reclama queria que o SP bancasse tudo sozinho não é mesmo? Querem modernização, e quando a diretoria quer modernizar, os cara vem criticar. Vá entender essa gente.

    • A critica foi pontual a patrocinio Philips.
      Clube vai financiar obra. Se vai pagar, onde está o patrocinio?

      Questionanento do Paulo foi pontual.

      Alias a cegueira de achar q está tudo bom levou a essa divida estratosférica.

      JJ fazia cagada administrativa, fazia gracinha na imprensa e todo mundo ria e clube afundava.

      Acompanhei muito de perto essa fase.
      Ele também. Continua faltando transparência.

      • Em nenhum momento citou a Philips como patrocinador, mas sim como a empresa que irá fazer a obra. O que ocorre que o SP queria fechar com uma das empresas no caso a Sansung e a Philips que estavam na negociação. Não se sabe o que os Koreanos disseram, mas pelo visto conhecendo os Koreanos o SP viu o negócio com a Philips mais vantajoso. O ideal era o São Paulo conseguir uma empresa para bancar a obra, mas não foi possivel(isso que pude entender). Por essa razão terá que bancar a obra, mas com valores mais baixos que a exploradora sul koreana que bem provavel que cobraria absurdos por uma qualidade baixa(Nada contra, mas falo por experiência pois já fiz peça para eles e eles sempre dão para tráz).

        Normal vcs ficarem assim com o Leco, mas é errado já jogando pedras sem ao menos tentar entender o cenário. Não creio particularmente que o Leco tão bem como o conselho(eles tem o dedo pois aprovaram) tenha escolhido pensando em prejudicar o clube como foi o Juvenal que nem sãopaulino era.

Deixe uma resposta