Liziero diz que versatilidade e fase do São Paulo ajudaram sua ascensão

Volante, meia, lateral, ala. São várias as funções que o jovem Liziero já exerceu sob o comando de Diego Aguirre, logo em seu primeiro ano de profissional no São Paulo. Nesta segunda-feira, no CT da Barra Funda, o jogador de apenas 20 anos de idade concedeu entrevista exclusiva à TV Gazeta, junto à Gazeta Esportiva, e comentou sobre a versatilidade que tem o ajudado bastante a cavar um lugar no time do Morumbi.

“Estou acostumado desde a base a estar jogando em outras posições e, independente do que o professor pedir, tento dar meu melhor” afirmou ele, que diz não ter preferência de posição, embora se sinta mais confortável em sua função de origem. “Prefiro estar jogando! (Risos) Mas gosto de jogar mais por dentro, que é minha posição de origem”, completou.

Fazendo um panorama de sua experiência como profissional, até o momento Liziero mostra grande satisfação. Como o mesmo aponta, seu processo de adaptação acabou sendo mais rápido do que o normal, porém, aconteceu de maneira tranquila, graças ao bom momento vivido pelo Tricolor Paulista.

“Está sendo muito bom. Quando a gente sobe, achamos que vamos ter uma sequência de treinamentos para se adaptar, mas comigo foi diferente, foi rápido, e o momento do clube também ajudou muito”, destacou, admitindo que não esperava estar brigando por um título de Campeonato Brasileiro tão cedo em sua carreira.

O meio-campista não foi a campo no treino desta segunda-feira, marcado pelo jogo-treino entre os atletas que não atuaram, ou pouco atuaram diante do Santos, no empate em 0 a 0 na Vila Belmiro, e o time sub-20 do clube. O camisa 31, assim como o restante dos titulares, deve iniciar nesta terça-feira a preparação que visa o duelo do próximo sábado, contra América-MG, no Morumbi, pela rodada de número 26 do Brasileirão 2018.

GE

11 comentários

  1. Sobre a libertadores, sei que é utopia..

    Mas a culpa é dos dirigentes, o Brasil sempre é prejudicado, o caso do Santos foi ridículo, o Boca fez a mesma coisa e n houve punição alguma, ontem aquela expulsão absurda do Dedé.

    Os clubes deveriam se unir, e tomar medidas reais, ameaçando em ultimo caso não participar da próxima competição.

    • Muito bem feito para esses clubes, quando o SPFC defendeu o clube dos 13 eles abandonaram o SPFC e foram apoiar a globolixo e o cara de areia mijada. Que se explodam !

      • Essa é a função do Lugano na nossa diretoria, fazer o meio-de-campo entre a direção do clube e a “honestíssima” Conmebol…
        E concordo com o Joaquim Paulino, quando precisam se unir, os clubes não estão nem aí, cada um olha pro seu umbigo, dá isso aí que aconteceu ontem e tb com o Santos!!!

  2. Liziero, se tudo correr normalmente, será um daqueles q estará brilhando na europa, em times de ponta
    Assim como foi com Militao. Enquanto muitos aqui ja cravavam que era fraco, ele só recebe elogios da torcida dos portugueses. Liziero ja “sofre” com as mesmas criticas por parte de nossa torcida.

    • Exato, GMC. O que tinha de gente chamando o Militão de “Limitão”… como se fosse engraçado denegrir jogador do próprio time. E tem outros jogadores na fila que já estão sendo queimados: Jean, Brenner, Everton Felipe, etc. Outros eles já fizeram o favor de queimar e já nem tem mais clima para jogar aqui, como é o Rodrigo Caio, por exemplo.
      São os mesmos que imploram para dar uma chance ao Toró, Helinho, Anthony e cia. Mas deixa esses moleques fazerem 3 jogos ruins que logo “não presta”, “não serve pro SP”, etc.

      Essa parte da nossa torcida, infelizmente, é a que mais queima jogador. Até a torcida do Flamídia, que é ridícula, elogiava o Vinícius Negueba Jr, que até hoje nunca fez nada demais num jogo, na minha opinião a maior mentira do futebol nacional nos últimos anos.

  3. O cara ja até ja se ajeitou com passaporte europeu…. Bom jogador. Novo, pode evoluir. Mas não tem mais três meses de São Paulo.

    Só nos resta torcer que ganhe com o São Paulo e tchau.

    Formar jogador pro mercado enjoa viu. Bosquila ta jogando muito… Militão seleção…. outros também

    Negócio é trazer caras que querem ficar. Um pouco antes de aposentar, mas com gás ainda. Tipo Nenê, Jucilei, A. Martins… Pelo menos o cara tem planos de ficar mesmo, por causa de família, por gostar do ambiente do Sao Paulo…

    esse Liziero eu queria que ficasse. R Caio: tchau e bença

Deixe uma resposta