Líder, Aguirre quer São Paulo atacando os rivais e protagonista no Brasileirão

O técnico Diego Aguirre deixou a Vila Belmiro dizendo que o São Paulo conquistou um ponto no clássico contra o Santos. O treinador vai aproveitar a semana como líder do Campeonato Brasileiro para intensificar os trabalhos ofensivos.

Diego Aguirre avaliou a movimentação ofensiva do São Paulo no final de semana. “Nos faltou, na verdade, mais poder ofensivo. Precisamos aproveitar os espaços que os adversários nos deixam. Assim teremos muito mais opções para marcar gols”, relata.

Neste 2º turno do Brasileirão, o time tricolor ganhou apenas metade dos pontos disputados (9 de 18), um aproveitamento abaixo do projetado por Aguirre.

“Me preocupo com tudo. Com cada treino. Estamos com objetivos importantes e queremos ser protagonistas. Temos que ter muita calma e lembrando que o começo deste turno foi melhor do que nosso início de campeonato. Estamos bem e confiantes”, avisou.

Diego Aguirre também aproveita a semana livre para treinos e observa as recuperações do lateral Bruno Peres e do meia-atacante Everton, que têm problemas musculares.

“Notícia de Everton é que vai estar treinando com o grupo nesta quarta. Ele realiza tratamento por causa de um desconforto na coxa. Bruno Peres também estará de volta. Os dois serão muito bem observados porque não podemos arriscar neste momento”.

Líder do Brasileirão com 50 pontos (um a mais do que o Internacional), o São Paulo encara o América de Minas Gerais, sábado, às 16 horas, no Morumbi. O técnico Diego Aguirre entende que a vitória diante de sua torcida pode ser a arrancada que faltava para o Tricolor na temporada 2018.

Fonte: Esporte – iG @ https://esporte.ig.com.br/futebol/2018-09-18/sao-paulo-aguirre.html

12 comentários

  1. Caso o SP conquiste o título por antecipação, é bom a Diretoria já ter em mãos um contrato praticamente pronto e com um projeto e uma proposta de trabalho para até o final do mandato do Leco.
    Entendo que em 19, estando na Libertadores ( e estaremos!!!) teremos um time reforçado e mais
    competitivo ainda.
    Tem que entrar de sola pra cima do Aguirre para ele renovar, pois não vejo com bons olhos uma possível saída dele, agora.
    Reiniciar o ano, ainda que com o Jardine (que entendo ter ainda coisas a aprender com o Aguirre) no comando, não seria uma boa.
    Em 19 vejo a consolidação de um trabalho iniciado este ano, e Aguirre é para mim peça fundamental no futebol.

    Renova, Aguirre!

  2. Saiu no GE uma notícia de que o São Paulo calcula fazer 77 pontos para ser campeão. Fiz uma simulação até o final do campeonato e pra mim a coisa foi diferente. Num cenário onde ganhamos do Palmeiras e empatamos com o Inter, o campeonato terminaria:

    SP – 81 (campeão na 37ª rodada)
    Inter – 79
    Palmeiras – 78

    Posso ter inflacionado a campanha dos líderes, mas eu não acho que 77 pontos garantem nada, não. Especialmente em caso de derrota em um desses dois confrontos.

    • Eu fiz uma conta suja de São Paulo, Inter e Palmeiras ganharem todos os jogos contra times de fora do G6 e empatarem todos os confrontos diretos entre os que estão no G6.

      Todos chegariam ao final com algo em torno de mais 25-30 pontos de 39 possíveis ou seja, tabela por tabela os confrontos são similares, por isso os 3 devem chegar ao menos na casa dos 70 pontos tranquilamente.

      Tem que pensar jogo a jogo como diz o Aguirre por que é bem provável que o campeão saia com 80 pontos.

  3. Time que ser campeão tem que jogar como time grande e fazer gols, muitos gols. Infelizmente não consigo ver o meu SPFC com esta vontade de ser grande´, a não ser em raras exceçoes, então srs. já que chegamos até este ponto que tal fazer algo bem maior para dar uma arrancada? Ganhar no sábdo é OBRIGAÇÃO, e, se puder ganhar e fazer saldo de gols, melhor ainda, pois se depender de saldo de gols infelizmente não fazemos mal a ninguem, fruto é claro de vitórias magras, então srs. mãos e pés na estrada se realmente querem ser campeoes pois o resto é conversa fiada!

Deixe uma resposta