4 laterais? Veja como Aguirre pode montar o time para o jogo contra o América MG

O São Paulo pode ter uma escalação inusitada para defender a liderança do Campeonato Brasileiro diante do América-MG, neste sábado, no Morumbi. A depender da situação física de alguns jogadores, o técnico Diego Aguirre pode lançar mão de até quatro laterais de ofício na formação titular.

Tal cenário só aconteceria se Everton não se recuperar a tempo de um desconforto na região posterior da coxa esquerda, e Bruno Peres reunir condições de atuar após sofrer um estiramento no adutor da perna direita.

Everton iniciou a fisioterapia no Reffis do CT da Barra Funda na última terça-feira. Como ainda teria de passar por um processo de transição antes de reintegrar os treinos com o grupo, o camisa 22 tem grandes chances de virar desfalque para sábado.

Neste caso, em substituição a Everton, Aguirre tem novamente a opção de utilizar Reinaldo como ponta e Edimar na lateral esquerda, a exemplo do que ocorreu nas partidas diante de Corinthians e Fluminense. Liziero e Everton Felipe, no entanto, também são alternativas.

Do lado direito, a situação é um pouco mais simples. Bruno Peres, desfalque nos últimos três jogos, ocupa um estágio de recuperação mais avançado. Na última terça, inclusive, realizou um trabalho à parte com bola no gramado. A expectativa é de que ele esteja pronto até sábado.

O quarto lateral na formação seria Régis, que cumpriu suspensão no clássico contra o Santos. Acostumado a jogar como ala pela direita, o camisa 33 entraria no lugar de Joao Rojas, suspenso pelo terceiro cartão amarelo, assim como o zagueiro Bruno Alves.

Caso isso venha se confirmar, o São Paulo entraria em campo com: Sidão; Bruno Peres, Arboleda, Anderson Martins e Edimar; Jucilei, Hudson e Nenê; Régis, Diego Souza e Reinaldo.

GE

36 comentários

    • Isso mostra o quanto nosso elenco é carente e também que teremos que suar sangue para conquistar esse título, mostra o quanto vai ser difícil essa jornada e que teremos que ter muita fé e torcer muito porque não será nada fácil colocar as mãos na taça.

  1. Ao invés de tentar essa escalação medonha pq não simplesmente apostar no Toró no lugar do Everton, deixar o Reinaldo no lugar dele, e arriscar a possibilidade de ganhar uma nova opção para essas ultimas partidas?

  2. Acho que Toró poderia ter uma chance nesse jogo, não pra começar o jogo, mas pelo menos uns 20 minutos no final do primeiro tempo. Mas nesse jogo, 0,5 x 0 é goleada!!

  3. O Everton Felipe foi contratado pra q ? Por ser bom de grupo ? Por aceitar não entrar em campo ? ..Das poucas vezes q entrou correu, brigou e na minha opinião deveria ser titular sim, pra q improvisar se tem um atacante de velocidade q ele mesmo pede

  4. O pessoal pede o Toró…ainda é muito cedo prá esse moleque, principalmente para jogar com 50 mil pessoas no Morumba num jogo decisivo. Tenho visto ele jogar no sub e não está se destacando tanto quando não tinha holofotes. Se o Aguirre for ousado, colocaria o Caíque como lateral e Reinaldo na ponta.

  5. Sp precisa aproveitar que vai enfrentar 2 times fracos e conseguir 6 pontos pq o campeonato será decidido no jogos contra o Palmeiras no Morumbi e contra o inter no Beira Rio.
    Sp x America-Mg
    Bota x Sp
    Sp x Pal
    Inter x Sp

  6. Não vejo necessidade nenhuma em sofrer com uma escalação de dois laterais jogando no ataque. Vamos jogar em casa, contra um time razoável (para não dizer fraco), temos atacantes no banco e vamos jogar com laterais no ataque? Tomara que consigamos fazer um ou dois gols no primeiro tempo, pq senão o segundo tempo será um Deus nos acuda igual no jogo contra o Ceará.

  7. O América-MG joga num 4x1x4x1 mas com o Leandro Donizete muitas vezes virando terceiro zagueiro e com outros dois volantes, um que sai mais e falha na marcação (Wesley) e outro mais rápido só que mais defensivo (Juninho).

    Marquinhos e Giovanni são meias atacantes que compõem mais o meio campo, mas boom boa chegada ao ataque.

    Um sistema com três zagueiros não encaixaria, pois eles usam um centroavante isolado e teríamos um jogador inútil.

    Acredito que de para jogar com Reinaldo e Bruno nas laterais (com Liziero e Hudson fazendo a cobertura) e colocar um pouco de velocidade no ataque ou até uma presença maior na área com Trellez (ganhar doo Paulão na bola aérea não parece nada difícil).

    Bruno .. Arboleda .. Bruno … Reinaldo
    …. Hudson … Jucilei … Liziero ………
    ……….. DS/E. Felipe … nenê ……….
    ……………….. DS/Trellez ……………

    com a troca de posições entre laterais e volantes, atacariamos com dois laterais com profundidade (Bruno e Reinaldo e teríamos três jogadores para receber os cruzamentos (DS e Trellez dentro da área e nenê na entrada). Sem falar que os dois laterais caem para o meio para tabelar e chutam de fora da área.

  8. Eu não seria tão “criativo” assim e iria de Trellez no ataque, recuando o Diego Souza, ou então colocando Everton Felipe ou o Shaylon…
    Mas é o Aguirre quem está lá e tem toda a competência para trabalhar o time para a vitória!!!

    • Tudo bem que o Aguirre sabe o que está fazendo, mas acho que essas escalações com improvisações no ataque não tem necessidade nenhuma para quem joga em casa e contra adversário fraco. Temos atacantes de origem no banco e improvisações normalmente no São Paulo não dão muito certo. Muitas vezes passamos o primeiro tempo todo sem fazer gols e no segundo tempo é um sufoco danado para fazer um golzinho só. Acho melhor escalar atacantes de origem e tentarmos abrir o placar logo no começo do jogo, assim dá mais tranquilidade para o time até o final.

Deixe uma resposta