Nene explica mudança de postura do São Paulo após saída de Dorival e elogia Aguirre: ‘Surpreendeu”

O São Paulo começou o ano cercado de incertezas por parte do torcedor, culpa, claro, do terrível ano de 2017. Dorival Júnior foi muito criticado no início da temporada até que deixou o Tricolor em março. Nene explicou os motivos da mudança de postura da equipe sem o antigo técnico e com Aguirre no comando

Para Nene, o tinha que estava sendo preparado por Dorival ainda estava se encaixando e os maus resultados acabaram culminando na queda do técnico.

“Era no começo da temporada e estava uma pressão grande pra ele (Dorival Júnior). O time não estava com resultados muito bons e não tinha entrosado ainda né”, explicou Nene ao Globo Esporte, da Rede Globo.

Seis meses depois da queda de Dorival e a chegada de Aguirre, o São Paulo caminha bem e briga pelo título do Brasileiro. Nene apontou o segredo do Tricolor. “O ponto forte é o nosso coletivo, não tem um que é mais que o outro e não tem vaidade”. 

Conhecidos do Qatar por terem trabalhado juntos no Al-Gharafa, Nene e Aguirre têm uma boa relação no São Paulo. O camisa 10 detalhou a personalidade do uruguaio.

“Ele é um cara que consegue ser firme na hora que precisa. E ele é uma pessoa muito parceira mesmo, sabe, com algumas coisas. Como ele foi jogador, tem algumas coisas que ele entende… ele surpreendeu todo mundo”, revelou. “É um cara sério, de vez em quando fica com a cara fechada e tal. Ele todo dia quer melhorar, nunca está bom”, completou.

Torcedores.com

12 comentários

  1. Sobre um dos posts anteriores: Geuvânio, NÃO!
    Com toda essa galera experiente falando em se aposentar por aqui, já temos uma base que dê respaldo para o lançamento de jovens da base.
    Ainda mais tendo Paulista e utilizando-o corretamente pra essa funçao.
    E, principalmente, por nessa posição termos jovens de enorme potencial!

  2. Estão falando que o Elenco do São Paulo não foi preparado para disputar o título.
    Eu não quero acreditar nisso.
    Pra mim isso é a opinião desses Comentaristas de Mesas redondas da TV.
    Então foi assim: Estavam em reunião o Raí, o Lugano, o Ricardo Rocha, o Aguirre, o Leco e o Jardine. Aí o Raí toma a palavra e diz – Gente, a intenção nossa será só participar, não vamos tentar o título! Vocês estão de acordo?
    Os outros respondem: Sim!
    O Raí conclui: Então vamos nos preparar só para participar!

    Espera aí.
    A mentalidade mudou tanto assim?
    A gente está falando de São Paulo FC o Tri Campeão do Mundo.
    Isso daqui não é o Juventus da Moca.
    O São Paulo tem que ir em busca de todos os títulos.
    Mesmo se o trabalho está no começo e a intenção é sempre obter 1 ano de entrosamento e padrão de jogo, mas mesmo assim nesse começo de trabalho o título tem que ser a meta.

    • Cara talvez a ideia tenha sido montar o time pra ganhar a Copa do Brasil por exemplo e que rende mais dinheiro, também rende vaga e depende de muito menos jogos. Digo mais, se o Aguirre estivesse no tricolor desde o começo, era capaz inclusive de levarmos!

      Mas como no início do ano existia um Dorival lá pra atrapalhar, ai tivemos que mudar os planos e focar no Brasileiro. Se o pensamento for esse ok.

      Agora dizer que o São Paulo não pensou em títulos no geral, ai é mal caratismo, por que desde o início o Raí sempre fala que o objetivo dele no São Paulo é ganhar títulos.

  3. Dorival não tinha os jogadores que Aguirre tem.
    Ouvi parte da imprensa falando isso, mas Aguirre escalou Nenê, corretamente, centralizado e quando teve desfalques buscou opções em vez de ficar reclamando como o antecessor.
    #Guardiego

Deixe uma resposta