Aguirre explica demora para renovar com SP: “Não é só assinar e pronto”

O técnico Diego Aguirre explicou na noite desta segunda-feira (3) os motivos para ainda não ter renovado contrato com o São Paulo. A diretoria tenta mantê-lo até o final de 2019, mas o treinador explica que não é hora de sentar na mesa e discutir contratos. “É algo que naturalmente vai acontecer. Sou o primeiro que peço aos jogadores para estarem absolutamente focados no jogo, e não posso ficar pensando em outra coisa que não seja o mesmo que os jogadores” explicou Aguirre durante participação no programa ‘Bem, Amigos’, do canal SporTV. O foco é necessário porque, de acordo com o treinador, renovação não é algo que se resolva com pressa.
“Renovar um contrato não é só assinar e pronto. Para renovar tem que se colocar condições de trabalho. Não somente dinheiro ou não, mas muitas condições que têm que melhorar no São Paulo, coisas que há a mudar”, alegou. Quando questionado sobre quais pontos são esses, desconversou. “Não importa agora, falarei com a diretoria a seu tempo. Mas o São Paulo tem muita coisa a melhorar, e eu posso ajudar também nisso. [A renovação] não é uma conversa de um dia. Me chamem no final [do ano] e possivelmente vai acontecer, mas há coisas que quero exigir, e vamos ver”, ponderou Aguirre.
O treinador levou o São Paulo à liderança do Campeonato Brasileiro, onde a equipe tem três pontos de vantagem sobre o vice-líder Internacional (46 contra 43). Aguirre assumiu o cargo em março, e recentemente foi ventilado como sucessor de Óscar Tabárez na seleção uruguaia. Mas o técnico tricolor garante que a demora para a renovação não tem nada a ver com outros projetos.
“Isso não. É algo que já tenho respondido muitas vezes: em algum momento da minha vida pode ser, mas agora não é o momento [de treinar o Uruguai]. Estou feliz aqui no São Paulo, vivendo um momento que valorizo muito e minha cabeça está absolutamente no São Paulo”, assegura Aguirre.
UOL

25 comentários

  1. Sou grato ao Aguirre. Demais mesmo.
    Ensinou esse elenco a ter vergonha na cara e lutar até o fim.
    Maaaass….acho que ele ja passou o que poderia passar. Nosso time e aguerrido, lutador, mas joga quase nada se futebol.
    Ficaria com o Aguirre até o final do ano, e depois efetivaria o Jardine.
    Aguirre já passou o que poderia passar: garra e comprometimento. Agora é hora desse time aprender a jogar futebol .

    • Eu penso igual, totalmente igual. Quero ver triangulações nesse elenco. Passes curtos chegando na área, cavando faltas para nossos bons batedores fechar na meta.
      Sem dúvidas, Aguirre faz parte do montante no que tange ao futebol apresentado no momento. Mas, ainda não coloco ele no pedestal. Já tivemos outros excelentes treinadores, ainda dou méritos ao quarteto…Raí, Rocha, Lugano e Aguirre.

    • Os treinadores jovens tem-se mostrado verdadeiros fiascos: Roger, Eduardo batista, Zé Ricardo,o , larghi, Loss, não tem experiência para lidar com medalhões ( eles não acreditam no que o cara fala, basta ver o exemplo do Guarani da capital, onde Felipão mudou totalmente o panorama de um time fracassado).Infelizmente não acho que jardine já esteja preparado para comandar o SPFC. O Aguirre deve ficar e o SPFC joga um bom futebol dentro da realidade brasileira. Aliás, eu diria, não dá para jogar mais do que o SPFC joga, nenhum time na América joga.

    • Aguirre não tem nem 5 meses completos de São Paulo, pegou uma porcaria de time deixado pelo Dorival, psicologicamente detonado depois de um 2017 humilhante e transformou no líder do campeonato. Acho que tudo depende da proposta de cada treinador e tenho certeza que ninguém aqui está infeliz de ser tricampeão brasileiro seguido com o Muricybol.

      Agora, tudo é questão de credibilidade. O Dorival pedia tempo mas era um zero a esquerda mas pelo que o Aguirre mostrou creio que com mais entrosamento e uma ou outra peça tecnicamente diferenciada as coisas vão fluir melhor, principalmente no setor ofensivo que é o mais carente de jogadores decisivos e criativos.

  2. Aguirre quer uma sintonia melhor na base, uma nova composição de equipe técnica profissional e um plantel formado ao seu estilo. Claro que junto a isso vem uma remuneração condizente ao seu sucesso no trabalho. Isso tudo pode ser mais bem discutido em termos de objetividade e harmonia funcional após o término do campeonato. O treinador está certo em esperar e não caberia à diretoria insistir no fato, porque discutir agora ocasionaria desgaste aos que ainda devem permanecer no São Paulo até o final do ano. É claro que ele pretende ficar no clube em um contexto favorável, salvo se for assumir a seleção uruguaia para a Copa América.

  3. Respondendo a quem perguntou sobre o Miguel , zagueiro que foi chamado a treinar com o time principal, nas poucas vezes que vi jogar , foi no sub-17, que ele estava até o ano passado, acho que tem 18 anos, muito serio , rápido e parece ser bom tecnicamente, agora é bem jovem.

  4. Vamos ver como o Aguirre vai armar o time para quarta-feira. Pouco mais de uma semana atrás o clube comemorava o fato do departamento médico estar vazio depois de muito tempo. Novas lesoes, cartoes e convocaçoes deixaram o elenco mais reduzido, como em outras vezes. Talvez seja um pouco de azar, mas torço também para a sorte. Anos atrás a sorte não nos acompanhava. O sapo enterrado, a final que não terminou, a presença de determinados jogadores, enfim, cada um com a sua superstição. Como eu falei, também tenho fé na volta da sorte. A trave salvadora, como naquela cabeçada do Paquetá, ou no lance quase no fim do jogo contra o fluminense. A entrada salvadora do Régis e Tréllez. Quem sabe.

  5. Olha, independente de estarmos na ponta da tabela, o time tem muito a evoluir. E já passou da hora do Sidão ir pro banco de reservas, se não querem por Jean, coloquem perri, mas Sidão não dá. Dá mesma forma que Shaylon jogando irrita o cara, não vai em nenhuma dividida, todo passe é pra trás.

  6. Eu prefiro que Aguirre continue. Essa nova safra de técnicos sinceramente são técnicos bem fracos. Pelo menos é essa minha opnião.

  7. Rapaz, tem gente que não anda vendo os jogos do São Paulo. Estamos longe de ser só chuveirinho. Concordo que precisa melhorar, mas temos tabelas sim, temos jogadas individuais, jogadas de contra ataque, acho que falta um pouco de chutes de fora da área.

Deixe uma resposta