Leco elogia e põe Morumbi no páreo por abertura da Copa América

O Morumbi está no páreo para sediar a abertura da Copa América de 2019, que será disputada entre 14 de junho e 7 de julho. Ao menos é o que garante o presidente do São Paulo, Carlos Augusto de Barros e Silva, o Leco, para quem o estádio tem plenas condições de receber o evento.

“É perfeitamente possível. Não tenho detalhes para passar. O que posso afirmar é que o São Paulo está desenvolvendo todas as suas providências para poder receber a Seleção Brasileira e os jogos da Copa América”, afirmou Leco, na última quinta-feira, após eleição na Federação Paulista de Futebol (FPF).

Apesar de o mandatário não passar maiores detalhes, o clube sabe que tem o Allianz Parque, do Palmeiras, como principal concorrente na briga para receber o primeiro jogo do torneio. Questionado sobre uma eventual disputa nos bastidores, Leco foi sucinto: “Pode acontecer (risos)”.

Para superar a arena palmeirense, o São Paulo já iniciou uma série de reformas no Morumbi. Elas visam adequar o estádio às normas estipuladas pela Conmebol para abrigar partidas da Copa América.

“Temos alguns projetos com relação ao estádio. Um deles é a troca da iluminação. Vamos colocar telões, fazer reformas nos vestiários, um acesso das equipes para o campo melhor aparelhado, nas condições mais próximas daquelas que os estádios padrão Fifa detêm”, explicou.

Alguns projetos, inclusive, estão mais adiantados. A troca da iluminação é um deles. O Tricolor já definiu o fornecedor dos novos refletores, que deverão ser instalados entre dezembro e fevereiro. Já a reforma dos vestiários tende a começar em breve, sendo patrocinada pela Ambev, responsável pelo novo centro de mídia do Morumbi, inaugurado em abril de 2017.

Questionado se as melhorias têm a ver com a possibilidade de sediar o primeiro jogo da Copa América, Leco afirmou: “Tem, mas não necessariamente, porque seria feito de qualquer forma. Agora, se fizermos para a abertura, terá uma motivação muito especial”.

Confiante, o presidente são-paulino vê o Morumbi com a mesma capacidade das arenas rivais de receber eventos de grande porte. “O Morumbi é um estádio extraordinário, maravilhoso. O São Paulo tem toda a condição, assim como o Allianz (Parque) e Itaquera, para receber jogos da Seleção”, assegurou.

A análise, porém, não foi a mesma quando a Fifa definiu que a Arena Corinthians sediaria a abertura da Copa do Mundo de 2014. Leco, no entanto, não cria um clima de revanchismo.

“Não é uma questão de honra. Será uma grande alegria, uma honra para o São Paulo. Mas sem que isso tenha qualquer conotação competitiva de um ou outro. Será bom como foi naquele momento. Aquele momento não era nosso. Agora, pode ser que seja”, concluiu.

GE

23 comentários

  1. Leco voltou a aparecer de mais, isto é sinal de mal augúrio.

    Espero que não traga tropeços ao time. Nunca fui supersticioso, mas no caso do Leco nunca se sabe

  2. Jogo complicado hoje.
    Time muito desfalcado.
    Não sei se o Hudson terá totais condições de jogo.
    Vamos ter que confiar no elenco.
    Vamos São Paulo!

    • Seria uma boa contar com o Hudson, porém e importante que esteja 100%.
      Do contrário pode comprometer o físico durante esse jogo e até não participar do próximo.
      Bom, creio que os médicos e a Comissão Técnica tomarão a melhor decisão nesse caso…

  3. O pessoal ficou com tanta trauma do Leco que quando ele fala o pessoal sai correndo kkk… Parece os petistas, se vc colocar a foto do Médici eles saem correndo do Grande General rs…

    Brincadeiras a parte, li o texto e em nenhum momento foi dito que as reformas estão sendo feitas necessariamente para tal evento, mas sim para o clube também. Então não se pode dizer que isso seja jogo politico, jogo de estratégia de eleição do clube, ou coisas do gênero. Reformas e melhoramento nas instalações são sempre positivas para o clube e a instituição.

    Não se pode por exemplo comparar com o Itaquerão na época da copa que foi feito com intuito de pessoas envolvidas se enriquecerem ao se aproveitar da torcida do Corinthians que tem a fraqueza de serem iludidos e tontos.

    Sabemos que a diretoria como um corpo administrativo de cunho a zelar pela sua história e tradição possui conhecimento maior que torcedor comum. A diretoria é composta pelo presidente, departamentos do futebol, marketing, e clube social tão bem como demais departamentos e outros quòrums da instituição já estabelecido de longa data. Eles sabem da imagem e da história do clube e sabem a resposabilidade que carrega. O trabalho da diretoria como uma instituição é feito em conjunto com os departamentos a qual oje é composto por pessoas profissionais de alta competência administrativa tanto no futebol como demais areas. Com certeza a decisão não está sendo feita somente por um, mas por todos que fazem parte desta atual gestão administrativa.

    Desde 1930 a instituição São Paulo FC tem tido vários administradores e tem passado por mudanças que por sinal foram bem singificativas. O Morumbi foi uma delas, uma nova casa nos anos 50 a qual passados muitas décadas necessita de reformas e improvementos para o bem do torcedor do São Paulo FC. Como fora dito, tudo está sendo analisado e decidido em conjunto bem diferente nas época juvenista onde o poder era centralizado aonde outros não tinha o poder da vóz e direito de opinar ou discordar.

    Que Carlos Augusto Barros já fez muitos erros em sua vida tanto pessoal como na política do clube isso ninguém duvida, mas a tão requisitada e sonhada reforma vindo dos torcedores do clube está sendo possível agora. Acredito que quando Caboclo assumir a relação entre a instituição e a Federação Brasileira tende a melhorar(my feeling). De toda forma a reforma vai ocorrer e isso será bom para o clube. O mérito não será somente de Leco, mas de todo corpo administrativo do clube e dos líderes dos quórums da instituição a qual existe desde 1930.

  4. Curioso que disseram que o Morumbi é cotado, sim, mas apenas para o jogo de abertura, sendo que o Allianz Porca Miséria seria o local para o desenrolar da disputa.
    Ou seja, não está claro até agora.

    O Morumbi estar passando por melhoras é sempre bom. O torcedor tricolor merece sempre o melhor.

    Não precisamos de padrão FIFA.
    Temos o nosso padrão São Paulo Futebol Clube.
    E isso me basta!

    De um jeito ou de outro, que seja feito o melhor e que independente dessa Copinha América, o legado dessas reformas fique para a torcida e valorize o patrimônio do clube.

    Ah, e como disse o colega mais acima: avisem a Conmebol que mexer no escudo do clube…
    Nem Pensar!!!!!!!!!!!!!!!!

  5. Questionado se as melhorias têm a ver com a possibilidade de sediar o primeiro jogo da Copa América, Leco afirmou: “Tem, mas não necessariamente, porque seria feito de qualquer forma. Agora, se fizermos para a abertura, terá uma motivação muito especial”.

    **********************

    Neste parágrafo vemos que a tão sonhada reforma seria realizada de qualquer forma. Logo não se deve associar a reforma ao tornamento que será realizado entre seleções em 2019. Li em outro texto em um site do clube e vi os detalhes e realmente será muito bom para o clube gerando melhores condições ao clube, torcida e gerando economia na energia que hoje consome de forma demasiada.

  6. “O Morumbi é um estádio extraordinário, maravilhoso. O São Paulo tem toda a condição, assim como o Allianz (Parque) e Itaquera, para receber jogos da Seleção”, assegurou.

    *****************************
    O bom nessa frase é a conotação serena do mandatório. Ele valoriza a casa sãopaulina e ainda mantém o respeito aos rivais. No entanto é só uma observação pois Carlos Augusto Barros está bem longe de ser um grande dirigente como fora Paulo Machado de Carvalho, Monsenhor Bastos e tantos outros.

  7. “Não é uma questão de honra. Será uma grande alegria, uma honra para o São Paulo. Mas sem que isso tenha qualquer conotação competitiva de um ou outro. Será bom como foi naquele momento. Aquele momento não era nosso. Agora, pode ser que seja”, concluiu.

    *****************************

    Também penso a mesma coisa, aquele momento não era o momento para o São Paulo pois se a instituição aceitasse aquela aberração da FIFA, prefeitura, Sanches, e Ricardo Teixeira o clube não se daria bem. O timing não era propício para o clube na época. Aliás não era para ninguém e só um clube aceitou isso na boa e hj possui uma divida bilionária por ter aceitado essa idéia pois acreditaram facilmente que com a presençada copa o naming rights viriam fácil e ganhariam o estádio sem precisar pagar um centavo. O SP não se envolveu e não aceitou e isso foi a melhor coisa que fizeram na época.

    Hoje o tempo é diferente, os inimigos do SP não tem mais o mesmo poder que tiveram na época, o clube tem pessoas inteligentes na diretoria, a política com rivais Palmeiras e Santos são mais amistosas que anteriormente na época da Carmem Miranda do Morumbi, o clube não vê rivais para enfrentar, e pelo que vejo não vejo a diretoria ter obseção pela copa América, mas sim uma vontade de ser sede o que não significa que se não for escolhido ficará triste. Os tempos hj vejo bem diferente daqueles tempos.

  8. Agora, falando do prélio, a preocupação é grande, mas vamos com fé acreditando sempre na vitória do nosso amado SPFC. Não vou assistir o prélio amanhã, mas fico na torcida da vitória do SP.

Deixe uma resposta