Liziero, Rodrigo Caio e Hudson desfalcam treino do São Paulo

Após dois dias de folga, os titulares do São Paulo se reapresentaram na tarde desta quarta-feira no CT da Barra Funda. Os reservas, que fizeram jogo-treino contra o Nacional-SP na segunda-feira, tiveram a terça livre e também retornaram nesta tarde.

O zagueiro Rodrigo Caio, que sofreu uma pancada no joelho direito e saiu mais cedo da atividade de segunda-feira, dispensou a folga da terça para fazer tratamento e ficou no Reffis novamente nesta quarta. Ele tem ficado no banco, mas ainda não voltou a jogar após se recuperar de cirurgia no pé esquerdo.

O volante Hudson, que sofre com dores no joelho direito desde o jogo contra o Paraná e não enfrentou o Ceará, também ficou em tratamento na parte interna do CT. Embora não tenha nenhuma lesão diagnosticada, o camisa 25 segue como dúvida para a partida de domingo, contra o Fluminense, às 16h, no Morumbi. Everton, com lesão na coxa esquerda, também não foi a campo e será desfalque por cerca de três semanas.

Liziero completa a lista de desfalques do treino desta quarta. O jovem volante cumpriu suspensão contra o Ceará e aproveitou para viajar à Europa e tirar o passaporte italiano. Sua reapresentação está marcada para a manhã desta quinta-feira, quando Diego Aguirre começará a preparar a equipe para encarar o Tricolor Carioca.

Nesta quarta, os titulares apenas correram em torno do gramado, enquanto os reservas fizeram uma atividade técnica em espaço reduzido. Nenê e Rojas disputaram uma animada partida de futmesa contra Diego Souza e Reinaldo e levaram a melhor.

Após a atividade, o goleiro Jean, o atacante Tréllez e o meia Everton Felipe ensaiaram cobranças de falta. Não havia goleiro adversário, mas o aproveitamento foi muito bom, com diversos chutes próximos ao ângulo.

Jucilei, Nenê e Everton cumprirão suspensão pelo terceiro cartão amarelo diante do Fluminense. Hudson ainda é dúvida.

Terra

9 comentários

      • Cara devido às últimas expectativas frustradas em relação a placares,fico muito feliz com 1×0 pra nós,o que mais importa são os 3 pontos.Vamos São Paulo.

        • Rapaz, eu concordo contigo, tanto é que eu sempre me manifesto dizendo que estarei feliz com 3 pontos…
          E esclarecendo que estava sendo pretensioso desta vez apontando um placar…
          Ganhando pra mim já estará ótimo!!!
          Rsss

  1. De Post Anterior:

    GMC
    Meeeeeeu Deus.
    Vamos contar, so com Aguirre, os jogadores da base.
    Militao: era titular absoluto.
    Liziero: chamado de uma hora pra outra, foi titular e sempre tem oportunidade.
    Boia: teve oportunidades, principalmente no começo do brasileiro. Nunca foi bem.
    Caique: idem ao Boia no que diz respeito a oportunidades. Foi um pouco melhor em campo, mas nada de mais.
    Luan: idem a Liziero. Tbm foi bem e teve oportunidade em outro jogo, tbm titular.
    Brenner: Teve alguns minutos em campo, muitos altos e baixos. 17/18 anos neh. O mais novo de todos. Oq da pra analisar aqui? Nada. Num futebol que, atualmente, é pra atletas e nao jogadores de futebol, precisa se desenvolver mais e amadurecer.
    Shaylon: uma oportunidade aqui e ali, muito tempo preterido por outros. Mas vem tendo mais minutos agora.
    Lucas: de todos, é oq mais tempo tem no profissio. Ja teve tudo q é oportunidade. Mas Aguirre é muito injusto. Vao tentar um empréstimo dele sem nem ser avaliado? Como pode. Um jogador desse bicho….fecha Cotia 😒

    Estamos falando de 8 jogadores, e provavelmente eu estou esquecendo de alguém. Todos tiveram oportunidades(talvez nao tanto quanto alguns gostariam) e, na maioria foram mal. Quem foi bem, e sabemos q foi, tem jogado. Quem tem evoluido, é só ver, ta entrando mais (caso Shaylon). Parem com as teorias de conspiração, com achismo e, pasmem, criticas ao treinador sobre utilização da base. Cotia está sendo observada e tendo oportunidade.
    —————————————————————————-
    Olha como esse seu comentário ainda está rendendo… Rsss

    Repito: sou a favor do SP usar a partir de 19 ou no máximo a partir de 20, jogadores da Base completados com os reservas atuais do elenco e no máximo 5 atletas do time principal para a disputa do Paulistão! E esses 5 titulares seriam mais usados nos clássicos e a partir dos mata-matas. Na fase classificatória iríamos de base mais os reservas, fundamentalmente.

    Os estaduais – e digo isso com uma ponta de frustração e tristeza – viraram meras extensões da pré-temporada, onde preparação ou recuperação de alguns e testes de outros viraram a tônica.

    Os titulares se preparariam melhor e disputariam Copa do Brasil e Libertadores ou Sulamericana.
    E o Brasileirão depois, a partir de maio.

  2. Ainda sobre seu comentário, GMC:
    O SP poderia fazer um convênio com uns 2 clubes do país que disputam a série B (ou até mesmo a série A, desde que sejam de pequeno porte) e colocar garotos pra irem ganhando cancha e rodagem, e ir monitorando os mesmos.
    Nem estou falando do Fortaleza, que andou consultando o SP sobre vários atletas.
    Mas no caso deles, veja como o SP poderia se dar bem, enviando esse Paulinho Bóia, ou um Brenner, um LF e até o próprio Lucão, e com um treinador que conhece os mesmos além da filosofia do clube, no qual viveu por anos. O clube deles te energia atletas jovens e motivados para crescer, e disputando um torneio com certa qualidade e possibilidade de crescimento pessoal e profissional. E o SP poderia ter acesso a jovens de futuro da Base ou até do time titular, sendo que alguns poderiam fazer intercâmbio vindo para a Base do SP ou serem aproveitados no time profissional.
    Enfim e uma possibilidade que vejo com muitos bons olhos.

    SDS Tricolores!!!

Deixe uma resposta