Hudson não participou da vitória do São Paulo contra o Ceará. Inicialmente ele estava até relacionado, porém foi cortado após sua recuperação no joelho direito não evoluir como o esperado. Em um evento da Adidas, na tarde deste domingo (26), o volante explicou o motivo de não ter ficado nem no banco de reservas.

Na última quinta-feira (23), o São Paulo fez exames em Hudson e não foi detectado nenhuma lesão. Mas o camisa 25 teve uma hiperextensão no joelho direito e de imediato ele foi fazer tratamento no Reffis.

Em entrevista exclusiva ao Torcedores, o meio-campista explicou por que assistiu à vitória do São Paulo contra o Ceará dentro do Reffis, no CCT da Barra Funda.

“Estávamos esperando uma recuperação melhor para ter uma condição de jogo. Infelizmente não amanheci com a melhora esperada e foi melhor preservar um pouco para quem sabe no próximo domingo estar à disposição do Aguirre”, explicou.

Hudson repete o que Rodrigo Caio fez recentemente. O volante faz tratamento em período integral para fortalecer ainda mais a recuperação e voltar rapidamente aos campos.

“Estou tratando em dois períodos todos os dias. A fisioterapia e o Reffis do São Paulo são muito bons, eles fazem um trabalho intenso com a gente. Esperamos que até quarta ou quinta eu já consiga treinar alguma coisa para me sentir bem e ficar à disposição”, afirmou.

“Não adianta também querer colocar à disposição estando mais ou menos, porque não vou ajudar. Quero estar 100% para poder ajudar o São Paulo”, concluiu.

Sem Hudson, Luan Santos ganhou a chance de atuar contra o Ceará e foi bem. Teve três desarmes certos, nenhum errado e chegou na frente com perigo.

A equipe de Diego Aguirre vai entrar em campo no próximo domingo, às 16h (de Brasília), no Estádio do Morumbi.

Torcedores.com

Anúncios