Tabela pode ‘ajudar’ o São Paulo a disparar na liderança

A briga pela liderança no Campeonato Brasileiro esquentou de vez depois da última rodada. Internacional e Flamengo aproveitaram o tropeço do São Paulo contra o lanterna e coloraram na ponta. Agora, porém, os principais concorrentes do Tricolor Paulista têm de se preparar para uma sequência árdua de adversários, enquanto o time do Morumbi pode disparar, se souber aproveitar uma tabela mais fácil.

Obviamente, ninguém ganha de véspera e o próprio tropeço do São Paulo diante do Paraná é um bom exemplo do quão traiçoeiro é o Brasileirão. Mas é inegável que, pelo menos na teoria, e é nisso que se baseia essa análise, os atuais donos da ponta da tabela têm uma probabilidade maior de somar mais pontos que seus rivais mais próximos nas quatros próximas rodadas.

Dos cinco primeiros colocados (São Paulo, Internacional, Flamengo, Grêmio e Palmeiras, o time de Diego Aguirre fará três jogos diante de seu torcedor, como mandante, no período que atinge da 21ª até a 24ª rodada.

Além disso, os são-paulinos terão Ceará, 19º, Fluminense, 9º, e Bahia, 11ª, como visitantes. Nenhum deles, como pode ser visto, membro do pelotão de cima. O problema maior para o São Paulo se apresenta na 23ª rodada, quando os paulistas irão à Minas Gerais encarar o Atlético-MG, atual 6º colocado.

Para animar a torcida tricolor, o Internacional, que só tem um ponto a menos que os líderes, aparentemente tem a sequência mais complicada. Apesar de também ter três partidas no Baira-Rio agendadas, o Colorado não pegará nenhum rival que hoje se encontra abaixo do 7º lugar. É verdade que os gaúchos podem se beneficiar dos ditos ‘confrontos de seis pontos’ contra Palmeiras, Cruzeiro, Flamengo e Grêmio. Por outro lado, é razoável imaginar o Inter perdendo pontos em seus quatro desafios a seguir. Sem contar o Gre-Nal, que é sempre um jogo à parte.

Flamengo e Palmeiras farão dois jogos em casa e dois longe de seus domínios. A missão flamenguista é mais tranquila e se assemelha um pouco com a do São Paulo. O prejuízo carioca, em teoria, se dá pelo fato de ter um duelo a menos para fazer frente ao seu torcedor e pelo encontro com o Internacional, no Sul. No demais, não dá para reclamar de uma tabela que prevê jogos contra América-MG, Ceará e Chapecoense.

Aliás, enfrentar os vice-líderes fora de casa também será parada dura para o Verdão. Para complicar ainda mais as coisas, o alviverde tem Derby contra o Corinthians marcado para a 24ª rodada. O Timão não vive grande fase, mas carrega um histórico recente positivo em cima do Palmeiras. Atlético-PR e Chapecoense são jogos que o torcedor palmeirense talvez não aceita nada menos do que duas vitórias.

O Grêmio, último da fila, é o único que fará apenas um jogo em sua Arena até a 24ª rodada. O Botafogo será seu visitante solitário no período. Atlético-PR, Santos e Internacional, todos fora de casa, prometem testar a capacidade dos comandados de Renato Gaúcho.

Atenções divididas
Outra vantagem inegável nessa altura do Campeonato Brasileiro é não ter de dividir atenção com mata-mata e, consequentemente, ter um elenco treinado, descansado e em condições plenas para jogar o nacional por pontos corridos com força máxima sempre. Nesse ponto, os problemas recaem sobre Flamengo, Grêmio e Palmeiras. São Paulo e Inter, como já foram eliminados das outras competições do ano, focam só na briga pela liderança do Brasileirão.

O Rubro-Negro Carioca abrirá as semifinais da Copa do Brasil contra o Corinthians dia 12, entre os duelos com a Chapecoense e o clássico com o Vasco. A volta está marcada para o dia 26.

Nas mesmas datas, o Palmeiras duelará com o Cruzeiro em busca de uma vaga na final da Copa do Brasil. Antes do primeiro jogo, o Verdão terá nada menos que o Corinthians como adversário.

Flamengo e Palmeiras ainda se juntam ao Grêmio na concentração para os confrontos decisivos pela Copa Libertadores da América entre os dias 28 e 30.

GE

12 comentários

  1. Vamos voltar o “jogo a jogo” com os pés no chão, e uma “decisão a cada rodada”. Temos que fazer só o melhor de nós, depois veremos quem pontuou mais!

  2. Aguirre: “Humildade e calma…”
    Eu (rsss): Humildade, União, Foco…
    Torcida: apoio total e permanente!!

    Aha, Uhu, O Morumbi É Nosso!
    No Morumbi, O Bicho Pega!

    Mas tenham calma, apóiem, e não se abalem
    com um ou outro resultado inesperado…

    Vai São Paulo!
    Agora é na nossa casa!!
    Para vencer a 2a de Melhor de 19!!!

    Te Amo Tricolor!!!

  3. Temos que aproveitar e fazer nossa parte amanhã, pois tb no domingo Inter e Palmeiras dependendo do resultado, vão jogar uma ducha de água fria na reação do adversário e é um empate seria ruim para os dois!!!!
    Mas é melhor pensar jogo a jogo, primeiramente o Ceará do Crazy Lisca, depois os outros adversários!!!

  4. Jogo a jogo, foco total e atenção total. Dentro de casa não tem desculpa tem que ser os tres pontos e não importa o placar e nem jogar bonito e coisa e tals. O que importa são os três pontos e então tem que suar sangue e ralar o c… na grama para conseguir esses benditos tres pontos. Não tem jogo fácil e ninguem ganha na véspera. Estaremos lá apoiando o tempo todo, queremos ser campeões e se tivermos foco, competência e vontade conseguiremos. Vamos lá tricolor !!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

  5. A receita é simples. Não perder pontos em casa e não perder pontos para clubes como Paraná. Toda vez que sentou em cima do resultado foi surpreendido. O jogo tem 90 minutos. Pensem nisso.

Deixe uma resposta