Renato Gaúcho diz que São Paulo e Inter têm “obrigação” de lutar pelo título brasileiro

O Campeonato Brasileiro entrou no segundo turno na noite de quarta-feira, e as equipes já começam a definir seus objetivos até a 38ª rodada. O Grêmio, assim como outros clubes, está envolvido em mais de uma competição. No caso, a Libertadores. Neste contexto, o técnico Renato Gaúcho citou São Paulo e Inter como “beneficiários” pelo calendário mais folgado.

Segundo o treinador gremista afirmou em entrevista coletiva após o empate em 1 a 1 com o Cruzeiro, na Arena, os atuais líder e vice-líder têm “obrigação de lutar pelo título”. Justamente porque paulistas e gaúchos possuem apenas o Nacional para disputar no segundo semestre. O número de jogos na temporada cobra o preço aos tricolores, ressaltou o técnico.

– O Internacional e o São Paulo são obrigados a brigar pelo título. Se for fazer o levantamento dessas equipes, vão jogar 50 e poucas partidas no ano todo. Vê quantas o Grêmio vai jogar? Jogamos muitas com uma equipe totalmente diferente. Aí é outra história se o Grêmio estivesse disputando só um campeonato – declarou.

Compare os calendários:

  • Grêmio (4º colocado no Brasileirão, com 37 pontos): 50 jogos até o momento. Pode chegar a 75 (ou 77, se disputar o Mundial de Clubes).
  • São Paulo (1º colocado no Brasileirão, com 42 pontos): 46 jogos até o momento. Ao final da temporada, terá 64.
  • Inter (2º colocado no Brasileirão, com 41 pontos): 39 jogos até o momento. Ao final da temporada, terá 57.

Diante do Cruzeiro, o Grêmio chegou ao 50º jogo na temporada. Se avançar até a final da Libertadores, terá, ao fim do ano, 75 partidas – sem contar o Mundial de Clubes. O líder São Paulo acumula 46 compromissos. Acabará com um total de 64 – foi eliminado da Sul-Americana. Já o Inter, em segundo no Brasileirão, entrou em campo 39 vezes. Chegará a 57 em dezembro.

– Jogar uma partida por semana tem todo o tempo para recuperar os jogadores, treinar… Tem todo o tempo do mundo. Enquanto algumas equipes precisam poupar jogadores, viagem. Mas, apesar de tudo isso, o Grêmio está lá, encostadinho neles. Quatro, cinco pontos no Campeonato Brasileiro não é muita coisa. A gente vai continuar brigando – destacou Portaluppi.

Mesmo com dois jogos restantes para encerrar a 20ª rodada, o Grêmio se manterá na quarta colocação, com 37 pontos. Está a quatro do Inter e a cinco do São Paulo. Ainda há o Flamengo à frente, em terceiro. No próximo sábado, às 19h, o Tricolor vai a Curitiba enfrentar o Atlético-PR. Na terça-feira seguinte, decide a vida na Libertadores contra o Estudiantes, na Arena.

SPORTV

14 comentários

    • Eu acho que ele não falou nada demais. Muita gente já não estava ligando para a Sula justamente para ficar com o calendário mais folgado. Agora a obrigação é o Brasileirão mesmo, pois é o único campeonato que tira o jejum de títulos. Você não quer o SPFC campeão? hehe

  1. Mais uma Gauchada. Acho que o churrasco de lá tá contaminado com a vaca louca. Da boca dos caras só sai asneira….Sem tem dúvida temos obrigação de lutar por título, mas só pra lembrar o pessoal do Sul que não é da Segundona, título que eles já tiveram obrigação de vencer pra poder voltar a competir com o TRICOLOR>

  2. No começo do ano se falassem que o SP iria ganhar o Paulista ou a Sula e conseguir ir para a Liberta, todo mundo estaria feliz. Mas após eliminações (no Paulista e CdB) e ver o SP na ponta no Brasileiro, a maioria já estava querendo que o SP deixasse a Sula de lado justamente para o calendário ficar mais folgado. E olha que dava para se concentrar na Sula e pegar o G4 no Brasileirão. Renato Gaúcho disse mentira ao dizer que o SP tem a obrigação de disputar (não disse ganhar) o Brasileirão? Falou a realidade. Assim como se eles forem eliminados em outras competições, ainda têm condições (e a obrigação) de disputar o Brasileirão.

Deixe uma resposta