Reinaldo garante: São Paulo faria o outro gol, não fosse lesão em Liziero

Liziero marcou o gol do desafogo, deu ao São Paulo o alívio depois de tanto tempo pressionando o Colón sem sucesso. O petardo que estufou as redes argentinas aos 26 minutos do segundo tempo nessa quinta abriu o caminho para o Tricolor buscar uma classificação às oitavas de final da Copa Sul-americana no tempo normal.

Mas, as câimbras afetaram o herói são-paulino logo em seguida, e Diego Aguirre, que já tinha feito as três trocas, precisou armar sua equipe sem contar com Liziero, que passou a apenas fazer número em campo.

A perda de uma peça importante pode ter sido crucial para o resultado final do confronto. O São Paulo seguiu com 11 jogadores em campo, mas, na prática, o Colón ficou em superioridade. Depois da derrota nos pênaltis, Reinaldo admitiu que a câimbra de Liziero acabou interferindo diretamente no resultado da partida.

“Com certeza (faríamos o segundo gol). Mas, infelizmente perdemos o Liziero e acabamos indo para os pênaltis. Mas tenho certeza que com o Liziero a gente ia conseguir a classificação no tempo normal”, opinou o lateral esquerdo, convicto.

Cabisbaixo, Liziero não quis falar com a imprensa na saída do vestiário para o ônibus. Hudson foi quem atendeu aos jornalistas e não deixou de passar toda força possível para seu companheiro no meio de campo.

“Ele é um menino, além da qualidade técnica, que tem muita personalidade. Trabalhador, chega cedo. Vai ser uma grande revelação, se já não é. Hoje (nessa quinta) foi muito premiado com o gol. E o campo aqui é pesado. Apesar de bom é muito pesado, normal que sinta câimbra correndo como ele tem de correr, mas é um menino que promete muito e a gente quer ajudar ele”, comentou o capitão tricolor, sem demonstrar abatimento pela eliminação na Copa Sul-Americana.

“O São Paulo vem em uma crescente, sabíamos que seria difícil uma vitória aqui, conseguimos. Infelizmente não veio a classificação, mas a gente sai com a cabeça erguida”, concluiu.

Domingo, às 19 horas, o Tricolor volta a campo para enfrentar a Chapecoense pela 19ª rodada do Campeonato Brasileiro, única competição que resta aos paulistas a partir de agora até o fim da temporada.

GE

 

24 comentários

    • Eu queria o título do paulistão /18.

      Eu queria o título da CB ( que não temos ainda ).

      Eu queria o título da Sula/18.

      Buá …, buá …, buá.

      Agora eu quero o título do Brasileirão/18.

      Continuo querendo o SPFC campeão.
      Kkkkkk.

      Estamos na torcida tricolor, sempre.

      Abraço, Leandro.

      • Tempos favoráveis ao SPFC.

        Apesar do “sofrimento” imposto por mais uma eliminação tricolor, viramos esta página e seguiremos em frente.

        Rumo ao topo.

        #ReageSPFC .

        Saudações Tricolores, caro Jac-Tricolor.

  1. Pena pelo Bruno Alves ontem.
    Muito bom zagueiro.
    Alias os 3 estão bem(Arbo, Martins e Bruno)

    Claro, fica mais fácil pra eles quando não se tem que jogar por 2 como vinha sendo nos últimos anos.

  2. Reinaldo, sabe este gol que voces iriam marcar e não marcaram? Voces deveriam ter feito logo no primeiro tempo e não no final do jogo que já estavam cansados! Voces tem uma maldita mania de dominar o jogo mas não fazer gols na hora que necessaria; Agora sabe os gols que voces não fizeram ontem e que por isto fomos excluidos? Façam domingo! Não vai pagar a divida de voces mas vai reduzir a raiva dos torcedores com mais uma eliminação!!!! Então garotos para domingo esperamos uma bela vitória e de preferencia de goleada!!!

  3. Perdemos essa classificação em São Paulo. Alias, aquele primeiro jogo se fosse jogado 100x, 99 seriam vitórias do Tricolor.

  4. Mudando um pouco de assunto, vejo o pessoal reclamando do L. Fernandes, mas alguém já reparou que raramente ele é escalado como meia? Não sei pq insistem em queimar o moleque colocando ele na ponta, ele não tem físico, nem fôlego pra isso. O forte dele é a qualidade no passe e nos arremates de fora da área, em uma posição que dê para chegar de frente para o gol. Acho que se desse uma sequência pra ele, na sua posição de origem, deixar o cara pegar confiança, teríamos um belo substituto para o nenê..

  5. Olhando algumas postagens anteriores, chego à conclusão que tem uma molecada que vai sair da faculdade e já vai querer arrumar emprego de CEO de multinacional, sem passar pelos demais degraus da carreira.

    Vamos lá…

    O SPFC estava literalmente destruído dentro de campo desde o 3º mandato de JJ, passando pelo pífio Aidar e pela primeira fase da gestão Leco.

    Nos últimos anos, viramos figurantes no Paulistinha. Viramos fregueses dos rivais. Acumulamos eliminações vexatórias em CB e SAM, brigamos três vezes contra rebaixamento, com chances reais de cair e só não caímos por causa da força da camisa e da torcida. E por causa do Hernanes, ano passado.

    Quando o time ameaçava dar um sopro de redenção, lá vinha alguma trapalhada dos ataídes, adalbertos e pinottis da vida, e o time tinha que começar a remar tudo de novo.

    E foi isso por anos e anos.

    Já começamos 2018 prevendo outra luta contra o rebaixamento. Ou alguém aqui achava que aquele time do Dorival ia ficar na parte de cima da tabela?

    Mas bastou uma centelha de inteligência ao Leco (ou a quem teve a ideia, se não tiver sido ele), e chegaram Raí, Ricardo Rocha e Lugano. E Aguirre, que chegou e já começou a trabalhar quietinho, na moita.

    Aguirre chamou Muricy para conversar e deve ter ouvido dele: “Eu não desisto do jogador”.

    E assim o “velho” Nenê virou referência no time. O “quase encostado” Hudson virou titular confiável. O “caro” Jucilei tomou conta do meio. O “odiado” Reinaldo virou um dos mais cascudos do elenco.

    Vieram os reforços, que foram tiros na mosca: Everton, Rojas, e outros.

    E tem o Diego Souza, que bastou uma conversa olho no olho para saber o que queria da vida. E acabou queimando minha língua, quando eu achava que deveria ir pro Vasco a troco de 4 pares de chuteira. Calou minha boca.

    Aí vem a molecada:

    “Ah, mas caiu na Sulamericana para o Náutico da Argentina…
    Vergonha, tá tudo errado, tem que ser campeão…”

    Calma minha gente.

    Ninguém (eu disse Ninguém!) imaginaria três meses atrás que o SPFC estaria nas cabeças no BR-2018.

    Hoje eu me acomodo para ver um jogo do SPFC e prevejo vitória. Contra qualquer adversário.
    Antes eu só assistia o jogo para cumprir “obrigação de fé religiosa”.

    Hoje eu vejo um time confiável em campo. Vai ter luta! Vai ter SPFC em campo!
    Antes tinha um amontoado de funcionários públicos só esperando a hora de bater o cartão.

    É um degrau de cada vez.
    Já subimos mais degraus esse ano do que eu esperava. Aguirre já tirou leite de pedra.

    Estamos em 1º, mas se não formos campeões esse ano, temos um TIME, coisa que não tinha nos últimos seis anos.

    Hoje tem jogador abrindo mão de Flamengo para vir jogar aqui.
    Antes o SPFC era o “Bradesco” do futebol: todo mundo passava lá um tempo, só para preencher currículo, mas seguir carreira, que é bom, ninguém queria…

    Não adianta sair de 6 anos de Girona e achar que virou Real Madrid.

    O SPFC está voltando a ser SPFC.
    Mas é aos poucos.
    Um degrau por vez.

  6. Reinaldo?

    Quem vai ser o próximo presidente do Brasil?

    Quem Vai ser o próximo governador de MG?

    Vai treinar mais, assim vc evita jogar tão péssimo, como ontem.

    Deixa a Mãe de Ná fazer as previsões.

  7. – Sentimos muito. Não só alguns jogadores, mas todos, sentem uma eliminação assim. A gente queria seguir na Sul-Americana. Eu estou aqui falando com vocês (jornalistas), mas por dentro estou acabado, não queria ser eliminado, queria ser campeão. Eu estou bastante chateado por dentro, mas procuro me manter firme, cabeça erguida, para não afetar os outros jogadores. Agora é levantar a cabeça e foco total no Brasileiro – confessou Reinaldo em entrevista para a Fox Sports.

    Será que foi indireta para o Jean esse “não só alguns jogadores”?

  8. Não dá pra garantir, mas as cãibras dele nos tirou do jogo. Não tivemos como atacar. Até conseguimos num cruzamento do Nenê que o Trellez não conseguiu cabecear. Estávamos amassando eles. Enfim, bola pra frente.

  9. O que importa agora são os 3 pontos no domingo e mantermos a pegada no 2° turno.
    A muito tempo não tínhamos uma possibilidade tão real de título,não só pelo fato de liderarmos nesse momento,mas muito pelo futebol apresentado e a entrega dos jogadores em campo.#Vamos São Paulo.

  10. agora convenhamos, o Liziero precisa de uma atenção especial dos preparadores fisicos do Sao paulo, mlk novo vive com caimba, direto, nao é primeiro jogo que acontece isso, ai vc pega o Nene com 37 anos inteiro no final do jogo…. tudo bem que Liziero esta numa posição que exige mais, mas nao pode ter tantas caimbas como tem tido pela idade dele

Deixe uma resposta