Milan “copia” São Paulo e Kaká aprova

Após anos lutando contra o rebaixamento e protagonizando campanhas nada animadoras, o São Paulo se reconfigurou em 2018 para voltar a flertar com os títulos. Contando com ídolos trabalhando nos bastidores, como Raí, Ricardo Rocha e Diego Lugano, o Tricolor recentemente assumiu a liderança do Campeonato Brasileiro e vem jogando com casa cheia neste segundo semestre. Diante do sucesso do clube do Morumbi, o Milan pode iniciar o mesmo processo na Itália.

Após contratar o ex-lateral-esquerdo Leonardo para voltar ao clube como diretor, o Milan vai se reestruturando para a nova temporada. Depois do brasileiro, o time rossonero resolveu trazer de volta Paolo Maldini, um dos maiores zagueiros da história do futebol italiano e que a partir de agora atuará como diretor de desenvolvimento estratégico da área esportiva.

“Acho muito legal, porque são jogadores que entendem realmente a filosofia do clube, que sabem o DNA do clube, os valores que há por trás de tudo. Claro, foram depois capacitados para isso. O Raí passou por um longo período de capacitação, fez vários cursos, fez uma tese de como poderia voltar ao São Paulo com uma ideia bem estruturada. Chegou o momento dele, bem maduro mesmo para assumir como dirigente”, afirmou Kaká com exclusividade à Gazeta Esportiva.

Recentemente, em entrevista coletiva, Leonardo revelou o desejo de Kaká se juntar ao Milan para aprender um pouco mais na prática qual é o papel de um dirigente em um grande clube. O diretor rossonero garantiu que esse possível período do ex-jogador em Milão será voluntário, ou seja, sem qualquer remuneração financeira.

Ciente do novo projeto do Milan e das pessoas que atualmente estão trabalhando para reerguer o clube, Kaká não poupou elogios para Leonardo e Maldini, mas ao esmiuçar melhor seu futuro próximo, preferiu não se comprometer com o Milan, nem com o São Paulo.

“O Léo [Leonardo] é igual, aquilo que ele tem feito… o Maldini, um cara com uma história impressionante no clube… esse processo todo leva tempo, as pessoas cobram bastante, tem essa ansiedade, ‘E aí, o que você vai fazer? ‘, mas acho que esse tempo para eu amadurecer e, principalmente, ter esse processo de formação, é fundamental para voltar capacitado e exercer um cargo importante”, completou Kaká.

GE

 

3 comentários

  1. Bem que podiam fazer uma parceria com o Milan e fazer tipo uma troca de know how em determinadas áreas, geraria valor para ambos os clubes.

  2. O Milan é um gigante que está adormecido assim como esteve o SPFC. Seguindo a receita do SPFC pode se recuperar e voltar a bater de frente com Barcelona, Real madrid e Bayern . Que Leonardo tenha sucesso total

Deixe uma resposta