Morato: Negócio do São Paulo com Sport, garante prioridade sobre jogador em caso de desejo de compra futura

Em apresentação do novo reforço, Everton Felipe com o Sport, Alexandre Pássaro explicou o negócio com o Sport e garantiu que o Tricolor continua com prioridade sobre o jogador em caso de sucesso no clube pernambucano no Brasileirão:

“Estamos contentes em apresentar nosso novo reforço. A negociação tem um modelo diferente. É um empréstimo até o final de 2019, com obrigação de compra baseada em performances esportivos que imaginamos que possa se concluir. Confiamos que vai nos acompanhar em longo prazo. Foi uma negociação extensa, com concorrência, e sempre estivemos muito confiantes pelo desejo o Everton e vestir a camisa do São Paulo. Vimos no Morato uma oportunidade para o São Paulo. Sabíamos do interesse do Sport nele. Fizemos um acordo em que a gente reempresta o Morato ao Sport, com anuência do Ituano, para que possa jogar, e mantivemos a opção de compra.”

Blog do São Paulo

24 comentários

  1. A Diferença que Rai, RR e Lugano estão fazendo é tão brutal que deixa mais que claro que Planejamento e pessoas do ramo são Primordiais para a construção de um ELENCO vencedor.
    Mais importante que manter Aguirre ou um ou outro jogador é manter Rai e Cia. Eles dão a certeza de boas reposições.

  2. Temos q lembrar também a postura dos diretores no caso scarpa. Estamos em agosto e as peppa só tiveram dor de cabeça sem qualquer retorno esportivo em negociar direto com o jogador. Além de atrapalhar a vinda de outros jogadores, ia ser motivo de “crise” a cada liminar nova q saísse.

    • Se o negócio do GS fosse com o São Paulo, não teríamos nenhum problema, pois ia ser direto com o Flu, que está caçando dinheiro em tudo quanto é lado.

      • Pois é, mas o Flu não quis aceitar nossa oferta e o Scarpa não quis sair de forma amigável. Tá sem dinheiro e sem jogadores. No fim vão acabar aceitando qualquer trocado e qualquer jogador do Palmeiras.

    • Esse foi um dos maiores acertos da diretoria esse ano…junto com a contratação do Everton…

      O SP…através do Raí…Raí íntegro e se mostrou diferenciado na questão…

      Aliás ..vejo muitos acertos da diretoria nesse ano…após o trio Raí, Lugano e RR assumir…

      – Recuperação do DS
      – Aposta no Nenê
      – Bancar o King
      – Contratação do Everton
      – Aproveitar oportunidades de mercado no timings perfeito, Rojas, Anderson Martins, etc
      – Dar suporte ao Aguirre
      – Resgate da imagem do SP como lugar bom de se trabalhar..jogar
      – Aproximação com ídolos antigos
      – Não se meter com essa bagunça do Scarpa
      – Afastar de vez o Leco das decisões do dia a dia
      – Planos de modernização do Morumbi (não sei se passa algo por esse trio)
      – Condução do caso Militão
      – Efetivar o Jardine
      – Maior integração com a base, Liziero, Luan, Paulinho, Caique…etc

      Oq faltou:

      – Gastar o dinheiro do Jean com um goleiro pronto
      – Maior força nos bastidores para não sermos tão prejudicados pela arbitragem
      – Gastar 6 milhas no Trellez
      – Convencer Rodrigo Caio a aceitar uma proposta de fora

      • Concordo com 99%. Só acho que o mercado não oferecia tantos goleiros assim pra irmos atrás. A intenção era trazer o Walter por um menor preço, mas ele se machucou. O Rafael do Cruzeiro seria uma boa também. Fora isso, não sei que outras opções teríamos. O Wilson do Coritiba que uma galera do blog ama não seria tão barato por um goleiro de 34 anos. Sobre a arbitragem, não vi a gente tão prejudicado assim, únicos jogos que foram um assalto foi aquele mau caráter do Paulo Roberto Alves Jr. que apitou e o Raí já solicitou à CBF que ele não apite mais nossos jogos.

        Sobre o R. Caio eu discordo, excelente jogador, quanto mais tempo ficar aqui melhor. Já ultrapassamos o calculado pra vendas nessa temporada. Sem necessidade de vendê-lo agora.

  3. E pensar que aqui mesmo neste blog eu li mais de uma vez que a trinca Raí, RR e Lugano eram os três patetas…

    Com que cara deve estar o gênio que postava isso? Do Moe, Larry ou Curly?

  4. São Paulo se tornou centro de recuperação de atletas e possíveis promessas, chega de gentilezas.
    Eu quero meu tricolor campeão

  5. o Sao Paulino tambem deve reconhecer que administração esta se portando dignamente. Na área do futebol o Leco teve que colocar algumas pessoas de dentro do São Paulo no inicio por questões politicas, pois isso são compromissos assumidos, depois entregou a Diretoria de Futebol a ex-jogadores (porem com bagagem, não qualquer um), pratica essa que na Europa e comum a dezenas de anos. o resultado disso salta aos olhos.
    Deu ao setor financeiro uma autonomia para usar grande parte do dinheiro das vendas pra mudar o perfil da divida e reduzi-la. Já não temos mais noticias de atrasos de pagamento, etc. etc.
    Implementação DO ERP , para modernizar e dar transparência total a administração do clube. quem conhece software de gestão dessa categoria sabe o salto qualitativo que demos.
    Não esqueceu da modernização do Estadio, temos varias ações sendo implementadas com o sentido de dar ares mais modernos a nossa casa.

Deixe uma resposta