Atleta se reapresenta após pai citar despedida. Sidão, Araruna e Everton cumprem suspensão e vão a campo

O São Paulo se reapresentou nesta segunda-feira de manhã após bater o rival Corinthians no clássico de sábado, no Morumbi.

Embora o pai de Éder Militão, Valdo, tenha apontado o Majestoso como o jogo de despedida do lateral, ele esteve no CT da Barra Funda e ficou no Reffis com os titulares, segundo o Tricolor. Seu destino seria o Porto, de Portugal.

Éder Militão treinou no Reffis do São Paulo na última quinta e também nesta segunda de acordo com o clube (Foto: Erico Leonan / saopaulofc.net)

Em campo, o técnico Diego Aguirre comandou um trabalho para os reservas do clássico e o trio Araruna, Sidão e Everton.

Eles cumpriram suspensão no clássico e estão liberados para encarar o Grêmio, quinta-feira, às 19h30, na Arena do Grêmio.

Além deles, o reforço Bruno Peres participou do trabalho no gramado, assim como o estreante Gonzalo Carneiro. Houve intensidade dos atletas no treino de pressão, recuperação da posse e troca de passes em espaço reduzido.

No fim, Aguirre separou dois times em um treino de campo reduzido no qual utilizou garotos da base para completar a atividade. Reinaldo, autor de dois gols contra o Corinthians, também trabalhou no Reffis e era só alegria na reapresentação.

Segundo colocado, o Tricolor tem 29 pontos e está um atrás do líder Flamengo no Brasileirão.

GE