Com a Copa do Mundo acontecendo o técnico do São Paulo, Diego Aguirre, terá um mês livre de jogos para trabalhar com a equipe. Separamos 3 problemas que Aguirre deverá resolver nessa parada de Copa do Mundo

A direção do São Paulo deu uma semana de férias para os jogadores do time, a equipe deve se reapresentar dia 26 deste mês e retomar os trabalhos visando o Campeonato Brasileiro. O tricolor paulista vai bem na competição e figura na terceira colocação com 23 pontos, a mesma pontuação do segundo colocado Atlético-MG. Para voltar bem no Brasileirão o São Paulo tem alguns reajustes a serem feitos; confira:

1- Definição na lateral direita:

A posição mais carente hoje no elenco tricolor é a lateral direita. Os três jogadores do clube que exercem essa função podem estar de saída, são eles: Eder Militão, Régis e Bruno. Eder Militão é o titular da posição atualmente, ele vem jogando improvisado na lateral desde o ano passado, mas o jogador não deve ter vida longa no tricolor. Militão não aceitou a proposta de renovação com o tricolor paulista e deve ser negociado nessa janela de transferência de meio de ano. A imprensa internacional noticia que o Porto, PSG e Manchester City estão de olho no jogador.

O outro lateral direito do elenco é Régis, ele foi contratado este ano após o Campeonato Paulista, mas o jogador teve o seu contrato suspenso com o time para resolver problemas familiares. A terceira opção é Bruno, o jogador que está há várias temporadas no tricolor paulista não vem atuando e também pode estar de saída do time. Desta forma, o São Paulo ficaria sem um lateral direito de ofício no time. Na última partida do time o técnico Aguirre teve que improvisar o volante Araruna na posição. O São Paulo deverá ir as compras nessa janela de transferência buscar um lateral direito de qualidade para assumir a titularidade do time.

2- Suprir saídas de jogadores:

Já próximo a parada para a Copa do Mundo o São Paulo perdeu dois jogadores que atuam pelos lados de campo. Marcos Guilherme e Valdívia foram jogar no mundo Árabe e com isso foi aberto uma vaga no time titular do tricolor paulista. O meio campista Cueva e o zagueiro Rodrigo Caio também deve ser negociados após o mundial.

O São Paulo já procura jogadores para atuarem pelo lados do campo, mas caso não contrate, Aguirre poderá modificar o esquema do time ou dar chance aos jogadores da base. Se preferir compactar mais o time, o treinador poderá escalar Liziero ou Petros e formar uma trinca de volantes no meio campo. Aguirre gosta dessa formação e já utilizou ela em várias partidas do São Paulo. Principalmente quando a equipe joga fora de casa. A outra opção seria dar oportunidade aos jogadores formados no clube que atuam na mesma posição, como: Paulinho Boia, Caíque e Lucas Fernandes. Dois jogadores que se destacam na base tricolor também podem aproveitar essa brecha para serem alçados ao time profissional, são eles: Toró e Helinho. Aguirre terá 20 dias para decidir se vai as compras se arranja a solução de forma caseira.

3- Manter o ritmo do time:

Em 12 rodadas do Campeonato Brasileiro o São Paulo perdeu apenas uma partida e vive o seu melhor momento na temporada. Manter o ritmo do time após a parada da Copa do Mundo é o principal desafio de Aguirre. É comum no início do Brasileirão certos times se destacarem e depois caírem de produção, para evitar isso, Diego Souza afirma que a equipe do São Paulo está com os pés no chão:

-Quando a fase está boa, a gente quer prolongar, claro. Mas essa pausa vai ser boa. Nosso time não é oba-oba. Temos uma equipe experiente, que sabe o que quer – disse Diego Souza.

Após a parada da Copa, o São Paulo terá 4 jogos dificílimos que poderá ser o divisor de águas da equipe na competição. O São Paulo terá uma sequência de partidas difíceis contra Flamengo, Corinthians, Cruzeiro e Grêmio. Caso consiga pontuar bem nessas partidas o tricolor pode assumir a liderança do Brasileirão. Nesse período de recesso, Aguirre terá tempo para estudar os times adversários e se preparar para estes grandes jogos que se aproximam.

Torcedores.com