Ponto forte, Morumbi vira trunfo para São Paulo se manter no G-4

O São Paulo perdeu a invencibilidade no Campeonato Brasileiro ao ser derrotado pelo Palmeiras no último sábado (2), no Allianz Parque. A equipe, porém, manteve-se entre os líderes da competição — a quarta posição é sustentada, sobretudo, pelo desempenho em casa, diante do torcedor são-paulino.

A três rodadas da parada da Copa do Mundo, o São Paulo busca se manter entre os times que disputam a liderança e tem no Morumbi o maior trunfo para alcançar esse objetivo. Desde que Diego Aguirre assumiu o cargo de técnico, a equipe se mantém invicta sob seus domínios. Com o uruguaio no comando, são seis vitórias e dois empates, no segundo melhor início de um treinador da história do estádio.

No Campeonato Brasileiro, o aproveitamento são-paulino no Morumbi é de 83%, com três vitórias e um empate em quatro jogos. Fora de casa, o desempenho desaba: o time conquistou apenas seis pontos em 15 possíveis, com uma vitória, três empates e uma derrota (aproveitamento de 40%).

A equipe de Diego Aguirre atuará mais duas vezes no estádio até a parada para o Mundial da Rússia. Primeiro, o São Paulo receberá o Inter na próxima terça-feira. Na semana seguinte, terá o Vitória pela frente no local. Antes, entretanto, o São Paulo terá uma missão complicada pela frente: a equipe vai medir forças com o Atlético-PR, na Arena da Baixada, onde nunca venceu. O jogo será disputado no próximo sábado.

Depois da primeira derrota no Brasileirão, Aguirre ressaltou a importância de o time não de abalar com o resultado no Allianz Parque. O treinador destacou a boa fase da equipe até a partida contra o Palmeiras.

“Tomamos isso como dentro do normal. O Brasileirão é difícil e isso pode acontecer. Estamos bem, não precisamos sentir nada. Temos de continuar brigando nas primeiras posições. Perdemos, vamos nos unir para o próximo jogo. Não há tempo para olhar para trás. Foi uma derrota dolorosa, mas temos de olhar para frente”, disse o comandante tricolor.

O diretor executivo de futebol do clube, Raí, seguiu a mesma linha de discurso e chegou a pedir maturidade ao elenco são-paulino diante do primeiro resultado negativo no Campeonato Brasileiro. O ex-meia frisou que será preciso “mostrar a personalidade que fez o time ficar entre os líderes”.

Após nove rodadas disputadas no Brasileirão, o São Paulo soma os mesmos 16 pontos de Cruzeiro e Grêmio, mas fica atrás por causa dos critérios de desempate -os são-paulinos têm menos vitórias que os cruzeirenses e menos saldo que os gremistas. O Flamengo é o primeiro colocado, com 20 pontos.

Folha

30 comentários

  1. Sidao falhou no primeiro, e se fosse goleiro de time grande, teria defendido o terceiro, aí vc soma um gol impedido, sem chances.

    Se Jean e Perri não servem, contratem um goleiro se querem sonhar com algo.

  2. É verdade Black Sabbath, não sei o que pensam Raí e Ricardo Rocha em manter um goleiro como Sidão e falar em time competitivo…
    Todo grande time começa com um grande goleiro…

  3. Pena que o Magrão do Sport já está em fim de carreira, é um excelente goleiro. Outro bom goleiro é o Gomes que está na Inglaterra, mas já está com 37 anos.

  4. Alexandre ex-Manaus
    3 de junho de 2018 às 20:22

    Me explica uma coisa.
    É que às vezes é difícil de entender.

    Se você tem alguns times (assim mesmo, no plural)
    da base ganhando campeonato atrás de campeonato,
    sub isso e sub aquilo,
    ganhando até Libertadores sub,

    investe milhões na base para poder aproveitar jogador,
    mas no final os pretere para colocar medalhões ou jogadores caros e ineficientes,

    então pra que serve a base?

    Me faço essa mesma pergunta toda temporada.

    A nossa eficiênia como base demanda, faz tempo, a entrada do sub-23 para disputar o Paulista enquanto fazemos pré-temporada com o time principal.

    Afinal, muito melhor moleques cheios de gás pra mostrar serviço e inaugurar o currículo com título oficial do que um time recheado de medalhões que não tão nem aí pra esse título diminuído pelo tempo, nos fazendo passar vergonha ano após ano.

    Mas pra quê fazer diferente do resto, né? O negócio é ir na onda: endividamentos, táticas antifutebol, escravidão por emissora, fatiamentos, comissões, etc e tal…

  5. Moderação, posso ter esse post acima apagado? Errei a formatação, desculpe. Obg!

    (este está formatado assim como armadilha, para certamente ser apagado tb, kkkk)

  6. Jogaria com: Jean; Arboleda, Anderson Martins, Bruno Alves; Régis, Jucilei, Lizieiro, Reinaldo; Everton, Diego Souza, Boia.

    Jogaria no 3-4-3.
    Segunda opção seria:

    Jean, Régis,Arboleda, Anderson Martins, Jr Tavares; Jucilei, Lizieiro, Shaylon(Lucas Fernandes), Diego Souza; Everton e Trellez.

    4-4-2

    Terceira opção:

    Jean; Militão, Arboleda, Bruno Alves (A. Martins); Régis, Jucilei, Lizieiro, Everton; Trellez, Diego Souza, Boia.

    3-4-3

    Enfim são muitas opções !!!

  7. Provável São Paulo

    Sidao; Militão, Arboleda, Anderson e Reinaldo; Jucilei, Hudson (Petros), Shaylon (Lucas Fernandes) , Everton, Paulinho(Lucas Fernandes) Diego Souza

    Negativo :
    Petros jogar apenas com o nome será um grande erro do Aguirre. E esse negócio de segurar o Sidao no gol por ser gente boa termina mal, pois tira a segurança da defesa toda.

    Positivo :
    Acho que Paulinho é o substituto natural do Marcos Guilherme. Se não der coloca Moratto /Toró /Helinho.

    * prefiro Lucas Fernandez a shylom na armação

  8. Jogaria no atual esquema, vejo que está começando a funcionar.
    4231
    Goleiro: ?
    4: Militao, Arboleda, And.M,Rein
    2: Jucilei Hudson (Liziero)
    3: Boia, L. Fernandez , Everton
    1 : Diego souza

    * L. Fernandez por shylom
    * Paulinho por moaratto

  9. Outro dia li um comentário que o SPFC não estava escalando Jean para não correr o risco de ter que pagar mais 4 mi por ele atuar uma certa quantidade de jogos no ano e … e … Já digo logo aos diretores…se isso for verdade, esqueçam isso, e já que comprou, é melhor ir tirando os 4 mi da “capanga” e pagando logo ao bahía, se deixarem o “desapareSidão” como titular, o rombo será maior.

      • Há muita estranheza nessa contratação do Jean. Nunca vi isso, gastar ou planejar gastar 10 mi na contratação de um jogador para deixar ele no banco??? Repito…no banco???

  10. E o Sidão continua?

    Falhou em todos os jogos até aqui. Teve sorte contra o Botafogo em lance parecido com a falha do jogo de sábado

    Não dá

    É goleiro de terceira divisão

    Mais uma herança maldita do RCeni

    • Contra o Santos tb, o cara que perdeu o gol. Entregou um contra o América, não aproveitaram. Mantém a média de no mínimo 1 falha grave por jogo.

      • O Jean foi massacrado no jogo do paulista no chiqueirão e se não fosse ele, teria sido uns 6×0 de novo

        Com placar em vantagem, Sidão falha bisonhamente em dois lances. O terceiro ainda vai em cima dele.

        Saudade do Roger

        • O Jean não foi massacrado nesse jogo não, inclusive pegou muito, se não fosse ele como vc falou era sacolada, falha dele que eu lembro foi só uma na saída de bola contra o Red Bull se não tou enganado.

    • Herança maldita? E pq o Dorival não tirou ele de campo? Pq o Aguirre não bota no banco? Tem algum obrigação em mantê-lo titular? Acho que não…

  11. Sidão falha sistemáticamente em toda partida.

    Falhas similares.

    Isso já não é mais infelicidade de partida.

    É deficiência técnica.

    É questão de lógica, se ele falha sistematicamente toda partida, isso já nos põe estatisticamente mais próximos do fracasso do que do sucesso.

    Sinto muito, mas os números são claros.

    Tchau

    • é leandro o Inter tem uma trinca de volantes que vai dar trabalho.

      o caminho é pelos lados do campo, o miolo é bem protegido pelo moledo e o cuesta, + a trinca

      mas os laterais são fraquim, tem que ir pra cima deles, pelos flancos

  12. Negócio é o seguinte, independente do que for, Sidão e Petros não podem ser titulares.

    Jean
    Militão-Arboleda-Anderson Martins-Reinaldo
    Jucilei-Lizeiro
    Shaylon
    Régis-Diego Souza-éverton

    Ou recua o Diego e vamos de Trélez.

Deixe uma resposta