São Paulo está no caminho certo para voltar a ser protagonista

Três vitórias, quatro empates, apenas um ponto de distância para o líder e o status de único invicto da competição. Após sete rodadas do Campeonato Brasileiro, o São Paulo dá sinais de que está no caminho certo para voltar a ser protagonista. Há muito o que melhorar, mas o futebol apresentado nas vitórias sobre Santos, no Morumbi, e América-MG, em Belo Horizonte, mostram evolução.

O trio Nenê, Everton e Diego Souza, por exemplo, engrenou. Artilheiro e vice-artlheiro da equipe em 2018, Diego Souza e Nenê cresceram de produção com a chegada do reforço. Contratado do agora líder Flamengo, Everton deu outra mobilidade ao ataque são-paulino. Fez só um gol, é verdade, mas deu assistências importantes nos últimos dois triunfos do Tricolor.

Diego Aguirre se recusa a dizer que o time tem a sua cara, como fez na entrevista coletiva depois da vitória sobre o América-MG, mas o São Paulo tem, sim, a sua identidade. Sob o seu comando, aos poucos, a equipe deixou de lado a apatia que rondava a era Dorival Júnior. É um time, certamente, mais aguerrido, que não desiste e entende as suas limitações.

Com a defesa bem definida e jogando bem, e o ataque funcionando, o meio de campo começa a se encontrar. O Tricolor tem sido um time colaborativo em todos os setores.

A meta até a parada para a Copa do Mundo, na 12ª rodada, é terminar entres os quatro primeiros e, no máximo, a três pontos do líder. Até agora, a realidade está melhor do que a expectativa. O time é o quarto coloca, como planejado, mas está só a um ponto do Flamengo, primeiro colocado.

Mas para se firmar como protagonista e entrar forte na briga pelo título será importante o São Paulo superar alguns fantasmas. Em especial fora de casa.

Até a Copa do Mundo, aliás, os desafios como visitante serão o Palmeiras, na arena onde o time só perdeu, e o Atlético-PR, em outra arena que o Tricolor jamais ganhou. Completando a maratona até o Mundial, o São Paulo tem três jogos no Morumbi: Botafogo, Inter e Vitória.

Veja abaixo a agenda do Tricolor, com datas e horários:

  • 30/5 – 21h – São Paulo x Botafogo – Morumbi
  • 2/6 – 21h – Palmeiras x São Paulo – Arena Palmeiras
  • 5/6 – 21h30 – São Paulo x Inter – Morumbi
  • 9/6 – 16h – Atlético-PR x São Paulo – Arena da Baixada
  • 12/6 – 21h30 – São Paulo x Vitória – Morumbi

GE

11 comentários

  1. Não quero me animar pq nos últimos anos a realidade bate e bate cruelmente no torcedor tricolor, porém se o Jean mostrar o que mostrou ano passado no Bahia, conseguirmos um clone destro do Everton e por um milagre divino o Militão ficar e derem tempo ao Aguirre já pode entregar a taça de campeão do mundo de 2019.

  2. Assim espero! Eu imagino que apenas no próximo ano isso se confirme e se, não venderem meio time e mantiver um técnico razoável para bom por um período duradouro.

  3. Temos 05 rodadas boas para que se faça uma análise mais apurada, já com quase 1/3 do campeonato decorrido.

    Acho que o importante nesse mini-campeonato de 05 rodadas seria ganhar de Atlético-PR, que vem mal, e do Palmeiras, idem, porque são 02 adversários de quem nunca ganhamos em suas novas casas. Isso seria animador demais para a pausa de Copa do Mundo e nos manteria bem classificados.

  4. É notório que o SP tem feitos boas apresentações, mas daí supor que retomamos o protagonismo tá bem longe, a começar pelo fato de termos sido eliminados por um time inferior na copa do Brasil depois de estar 2×0 pra nós em casa.

    Independente disso, fico feliz por duas coisas: a) Aguirre tá com o time na mão; e b) o time do SP tá equilibrado.

  5. Acho que ainda é muito cedo para falar em protagonismos, mas pelo menos deixamos de ser aquele time medíocre do Dorival…. que até aquele zagueirinho de 6 categoria nos chamou de carniça…. agora o time tem cara, tem pegada…. se vamos ser protagonista ou não é outra historia…. o futebol é muito complexo, jogar bem não quer dizer que ganhará títulos.

  6. Tb acho muito cedo falar em volta do protagonismo, e uma questão: Agora estamos bem no campeonato, embalados, e daqui a pouco, tem a pausa da Copa do Mundo e depois a janela que o Leco adora, aí depois de tudo isso, podemos ter alguma resposta sobre isso!!!

  7. Rodrigo Caio perdeu a posição? Só agora fui ver a falha dele contra Atlético-PR. Perdeu a disputa de bola no corpo a corpo. Embora tenha boa técnica, essa tem sido a sua deficiência. Seu tempo findou-se, não começa o 2.º semestre no clube. A torcida não o quer mais, ele já sentiu isso.

  8. A galera empolga demais. Se conseguirmos 9 pontos dos próximos 15, eu me dou por satisfeito. Afinal, jogar no palestra e na baixada a gente já sabe o que significa…

Deixe uma resposta